Eu Te Devoro

36 comentários

Djavan

Teus sinais
Me confundem
Da cabeça aos pés
Mas por dentro
Eu te devoro,
Teu olhar
Não me diz exato
Quem tu és
Mesmo assim
Eu te devoro…

Te devoraria
A qualquer preço,
Porque te ignoro,
Te conheço,
Quando chove ou
Quando faz frio,
Noutro plano
Te devoraria
Tal Caetano
A Leonardo DiCaprio…

É um milagre,
Tudo que Deus criou
Pensando em você,
Fez a via-láctea
Fez os Dinossauros,
Sem pensar em nada
Fez a minha vida
E te deu,
Sem contar os dias
Que me faz morrer,
Sem saber de ti
Jogado à Solidão,
Mas se quer saber
Se eu quero outra vida
Não! Não!

(Repetir a letra)

Eu quero mesmo é viver
Pra esperar, esperar
Devorar você…(2x)

Viver, viver
Pra esperar você,
Quero viver
Pra esperar você,
Quero esperar você…


36 comments on “Eu Te Devoro

  1. May Souto disse:

    Meu Deus, as vezes em momentos fecais surge-nos várias idéias, talvez neste meu momento fecal, ou fecundo que não deixa de ser, ouvi a música canibalesca do Djavan, “Eu te Devoro” que deve ter surgido durante uma senhora cólica aguda líquida, imaginem só…
    Imaginem só, de forma mais denotativa, alguém fazendo sinais pra confundir outrem da cabeça aos pés: Buzinas nas mãos, panelas em batucadas, código morce, apito, dedo em riste etc. Isso é que é hipérbole, até os pés ficaram doidos ao verem tais sinais… Porém, mesmo ao ver essa defecação toda, o sujeito queria comer fezes, mas não podia falar, tal fetiche ficava escondido dentro dele, uma chuva de prata seria um belo acompanhamento pra devorar este cardápio magnífico. Depois de tanto desejar ainda por cima não sabia quem ou o que realmente era, o olhar não dizia o que era, devia estar de lentes, ou óculos fundo de garrafa, mas nada interessa o que interessa mesmo, pra esse excêntrico devorador, é comer, comer, comer. Portanto mesmo assim ele devora, além disso a qualquer preço, um real, cinqüenta centavos, dez, até um centavo, porque ele ignora a fonte da alimentação, mas acaba revelando que o olhar mesmo vesgo ou de lentes faz com que ele conheça a fonte quando está mais mole, geladinha, denotada por chuva e frio… além disso ele quer comer a própria merda e a do Leonardo Dicaprio…
    Além de toda essa imundice o desnaturado ainda diz que é um milagre, mas que blasfêmia, deveria ser excomungado e ir direto pro inferno, diz que Deus criou o mundo pensando nisso, mas agora já é demais, incluir Deus na comunidade dele do orkut…. Chuva de prata e lama negra… aaa meu deus, além disso imagina a excreção sublime de um dinossauro, isso já é ultimo grau de insanidade. No entanto admite ser um inútil nas ultimas palavras, diz que Deus ao criá-lo não pensou em nada, excretou-o no mundo num espirro fecal, mas esse espirro se misturou com outras excreções e o uniu em laços eternos, laços fúnebres, pois um dia morrerá de tanto comer lama negra, pois admite que Deus não conta os dias que o faz morrer, além disso personifica solidão nos dejetos humanos mais uma vez. No fim de tudo o louco diz não querer outra vida, se quer saber se ele quer outra vide? Ele responde NÃO NÃO!!!, QUERO CONTINUAR ENCHENDO VOCÊS E A MIM MESMO DE MERDA, COM LETRAS CADA VEZ MAIS FECUNDAS COMO “TE DEVORO”.

    Ninguém merece tamanha imundice, minha vida seria mais feliz se nunca tivesse ouvido essa música criada no vazo sanitário, ele deveria tê-la deixado no mesmo lugar que saiu, não fazer os imbecis de pai e mãe acharem que é uma linda canção, da próxima vez Djavan, seja menos criativo, a arte de misturar letras sem sentido é seu maior forte, depois de rimado qualquer merda serve de explicação!!!, mas eu desvendei tua cagada!!!!
    ODEIO música pra vender, ana carolina a rpoxima é você!!!!

  2. juraciglaub disse:

    A musica fala sobre a relacao do autor com o livro.Quando diz que por dentro eu te devoro esta se referindo ao deleite subjetivo e variado das diversas leituras com as quais tem contato.Via lactea e dinossauros sao assuntos fascinantes encontrados no interior das literaturas.Caetano e Leonardo Dicarpio se refere a uma gradacao dos modos de poder analisar o texto, refinado ou nao.

  3. joao disse:

    may soluto, toma vergonha na cara pra poder falar merda, idiotiçe sobre um dos melhores músicos do brasil, deixe sua fétida e deplorável interpretação de uma maravilhosa musica. em outras palavras, cala a a boca may soluto

  4. Lorena disse:

    May Soluto, sai alguma coisa de útil de vocÊ??? Onde já se viu… O Djavan é sem dúvida um dos melhores cantores e compositores do nosso país, ousaria dizer, do mundo… quem não tem alma capaz de compreender a profundidade e a beleza de suas canções não deveria se expressar de forma tão vulgar!!!

  5. Lorena disse:

    Fico me perguntando que tipo de música será que pessoas assim escutam, funck, axé, bandinhas??? Pelo amor de Deus em matéria de música a única coisa boa de nosso país é a MPB, de clássicos como Gilberto Gil, Ana Carolina, Marisa Monte, Djavan, Caetano, Chico Buarque… hoje consideram cada barulho como música que chega a dar medo!!!

  6. Vanessa disse:

    by May Souto.Vc estar totalmente enganada sobre o ue a musica realmente ue dizer..mais cada um faz sua interpretação..agora me pergunto ue tipo de musica vc esculta pra dizer ue essa é uma merda…

  7. Jorge disse:

    Tenho duvida quanto a parte do ” tal Caetano a Leonardo Dicaprio” PODERIAM ME AJUDAR?

  8. EDILSON VELOSO disse:

    EU TE DOU MEU PERDÃO MAY SOUTO, POR VC QUERER EXECRAR UM TALENTO COM DJAVAN. TE ACONSELHO A LER MAIS SOBRE ELE. ESTE RAPAZ TEM UMA LINDA HISTÓRIA DE VIDA. É INTELIGENTE SIM. MAS CADA UM TEM SUA MANEIRA DE INTERPRETAR. AGORA, SÓ NÃO CONCORDO COM ESSE SEU CHILIQUE. DJAVAN FALA DE AMOR COMO POUCOS. MAS SENSIBILIDADE NÃO É PRA TODOS. TE DOU MEU PERDÃO E MANTENHO MEU RESPEITO A TI.

  9. Saulo Fernandes disse:

    Jorge, acredito que quando Djavan usa “te devoraria tal Caetano a Leornardo de Caprio” ele quer dizer que a devoraria de todas as formas, da forma mais requintada e genial(Caetano), até a forma mais banal e superficial (Leonardo de Caprio).

  10. Sérgio disse:

    May, opinião é opinião e todas são válidas. Não tem problema achar Djavan uma merda. Para mim ele é um mestre, um gênio, um extra-terrestre. Mas, para mim – ou seja – na minha ignorante opinião, suas palavras caberiam muito bem a Renato Russo. E Ana Carolina também, junto com Seu Jorge, que deveriam se abraçar e pular de um prédio bem alto. Quanto a Djavan e Caetano, eles podem ter feito o que fizeram até cagando de ponta a cabeça, para mim, é uma obra superior que a humanidade sem dúvida precisa de mais e mais, sempre.

  11. Gabriel disse:

    “Te devoraria tal Caetano a Leonardo DiCaprio…”

    Pra mim só há uma metáfora “devoraria” o resto é apenas comparação, não sei de onde você conseguiu enxergar um desprezo ao DiCaprio, talvez você não goste dele, mas não há nada que indique tal.

    Alguns blogs da internet afirmam que Caetano declarou isso certa vez em um programa de tv (que devoraria o DiCaprio), não sei se é verdade.

  12. Carlos disse:

    May Souto, de onde tirou tanta besteira?! onde está sua visão artística?!quer saber seu mocorongo? como diz Djavam, voce morreu na práia.

  13. Abel disse:

    que tal essa interpretação minha?

    imaginem adao e eva no paraiso e me acomopanhem

    Teus sinais
    Me confundem
    Da cabeça aos pés
    Mas por dentro
    Eu te devoro,
    Teu olhar
    Não me diz exato
    Quem tu és
    Mesmo assim
    Eu te devoro…
    (neste trecho ele(djavan)se coloca no lugar de adao, e sua amada como eva e a fruta
    como o sexo e imagina a mulher tentando seduzi-lo ao sexo e ele DESCONHECE a mulher por conta dessa atitude dela )

    Te devoraria
    A qualquer preço,
    Porque te ignoro,
    Te conheço,
    Quando chove ou
    Quando faz frio,
    Noutro plano
    Te devoraria
    Tal Caetano
    A Leonardo DiCaprio…
    (Neste trecho ele(djavan) declara o TESAO louco que ele sente por ela e que a qualquer preço(na biblia esse preço
    era a morte)ele se entregaria ao prazer proposto por ela, com relação à “Tal Caetano A Leonardo DiCaprio…” ele relaciona a beleza jovem de DiCaprio e sua arte
    à beleza anciã de Caetano e sua requintada arte)

    É um milagre,
    Tudo que Deus criou
    Pensando em você,
    Fez a via-láctea
    Fez os Dinossauros,
    Sem pensar em nada
    Fez a minha vida
    E te deu,
    Sem contar os dias
    Que me faz morrer,
    Sem saber de ti
    Jogado à Solidão,
    Mas se quer saber
    Se eu quero outra vida
    Não! Não!

    (neste trecho associa duas das maiores criaçoes de deus como que inspirados na sensualidade da mulher
    (a grandeza do dinossauro e a complexidade e magnitude da via lactea)mais uma vez ele faz alusao a sua
    morte e cumprindo o castigo imposto pelo sexo (ja que ele esta morto) ele pergunta “mas se quer saber se quero outra vida; nao,nao”

    Eu quero mesmo é viver
    Pra esperar, esperar
    Devorar você…(2x)

    Viver, viver
    Pra esperar você,
    Quero viver
    Pra esperar você,
    Quero esperar você…
    (aqui ele associa a vida ao simple fato de ter a amado consigo)

  14. Marianne Vaz disse:

    LEIAM A HISTÓRIA DO REI EDIPO E A ESFINGI. DE LÁ FOI TIRADO O TEMA. A FRASE REAL É : DECFRA-ME OU TE DEVORO. LEIAM A HISTÓRIA PARA PODEREM ENTENDER A MÚSICA!

  15. Renato Forte disse:

    Conheço a história e realmente acho que faz muito mais sentido do que a história de adão e eva!!!

  16. abel disse:

    o fantastico do djavan e isso
    a interpretação se torna algo muito pessoal e se relaciona muito com o vivido pelo interpretador ele e show de bola e essa musica e d+

  17. joaoltda disse:

    essa parte do caetano e de caprio foi de um pedaço de uma entrevista do caetano veloso no programa do jo soares onde ele revelou que devoraria ele por acahar ele lindo.apenas isso.

  18. Robson disse:

    Nossa… sempre achei também que quando ele diz “te devoraria tal Caetano a Leonardo Di Caprio” ele se referia a Caetano devorando, sexualmente mesmo, o Leozinho. E acho muito mais bonito assim…

  19. SONIA CORREIA disse:

    é uma descarada declarada,despudorada declaração de amor.

  20. Gabriel disse:

    http://www.youtube.com/watch?v=S5NxSwkwx-o&feature=related

    Nesse vídeo o Caetano explica sobre a música Cajuína, e aos 2:10 ele explica sobre a menção feita por djavan a ele.

    A origem não passa de uma resposta bem humorado do Caetano a uma revista, essa resposta acabou sendo um pouco distorcida, e a citação na música
    parece ser uma forma de brincar com a repercussão que frase do caetano ganhou.

  21. Eduardo disse:

    Djavan retratando o prazer de ler. De devorar um livro. O livro é tão importante, que até Deus o utiliza para falar de sua criação e escreve no livro da vida nossos dias. Portanto, LIVRO é a idéia principal desta música.

  22. Moema disse:

    Bom, eu sou suspeita em falar de arranjos musicais, pois nada entendo, apenas, acredito, consigo degustar o sabor dessa declaração desmedida de amor! Sabe, quando se está apaixonado, nada é mais confuso do que saber ou tentar adivinhar o que se passa ‘na cabeça’ do seu amado! Djavan se coloca no lugar desse sujeito confuso e que, esperançoso, acredita um dia poder ‘devorar’ ou fazer parte de sua vida! Você vive uma montanha russa: um dia chove, outro dia faz frio e você retoma as esperanças por um suspeito olhar ou gesto do amado! Na sua cabeça, vocÊ o devora como um livro: conhece cada palavra, interpreta cada momento, um simples movimento, gesto do amado e consegue através disso calcular o saldo creditado do seu amor! É ilógico, mas você adora isso – já penetrou a ponto de não imaginar outra forma de viver, se não devorar você, amor! É isso o que sinto ao ouvir essa música.

  23. fabiana disse:

    A minha única interpretação é que esse may é um louco, deve ser um esquisofrenico pra falar tanta besteira junta.Eu pensava ja ter visto, ouvido e lido de tudo nessa vida.Sem palavras!!!! Meu espanto não é pelo fato de ele não gostar da letra mas pela capacidade de falar e pensar tantas asneiras.

  24. Maria Lucia Storino Savaget disse:

    Através de metáforas, Djavan vai brincando e falando de muito amor. Adorei!

  25. Rafa disse:

    acho que quando ele fala : “Teus sinais
    Me confundem
    Da cabeça aos pés
    Mas por dentro
    Eu te devoro,
    Teu olhar
    Não me diz exato
    Quem tu és
    Mesmo assim
    Eu te devoro” ele quer dizer que a suposta amada, dar sinais ambíguos de interesse e isso deixa ele confuso.
    “Te devoraria
    A qualquer preço,
    Porque te ignoro,
    Te conheço,
    Quando chove ou
    Quando faz frio,
    Noutro plano
    Te devoraria
    Tal Caetano
    A Leonardo DiCaprio” ele fala que conhece bem a amada em qualquer tempo, quando ele diz :”outro plano” acho que ele quis dizer se ele fosse mulher, ele pegaria caetano ou di caprio.
    “É um milagre,
    Tudo que Deus criou
    Pensando em você,
    Fez a via-láctea
    Fez os Dinossauros,
    Sem pensar em nada
    Fez a minha vida
    E te deu,
    Sem contar os dias
    Que me faz morrer,
    Sem saber de ti
    Jogado à Solidão,
    Mas se quer saber
    Se eu quero outra vida
    Não! Não!” ele achava ela muito importante e ele insignificante d+, apesar de ele as vezes sofrer com a solidão ele gostava da vida que levava.
    “Eu quero mesmo é viver
    Pra esperar, esperar
    Devorar você…(2x)

    Viver, viver
    Pra esperar você,
    Quero viver
    Pra esperar você,
    Quero esperar você
    ” ele fala que apesar das dificuldades em conquista-la ele prefere esperar e conseguir”devorá-la”

    a interpretação é livre, isso é o que eu penso .

  26. Marcelo disse:

    Eu acredito que esta musica, bem como sua composição tratam de assuntos espirituais e ele se refere a alguém bem específico no dito plano, que penso saber quem é, porém prefiro calar-me…

  27. Poly disse:

    Caro May Souto. Acredito que a única pessoa que esteja passando por “momentos fecais” seja você. Infelizmente, você não tem condições cognitivas e emocionais para entender a letra de uma música de Djavan. Tente ouvir Valeska Popozuda…rs

  28. Poly disse:

    Acredito que ele se refira ao ser amado – ou objeto de desejo – te devoraria a qualquer preço – algo misterioso, que o confunde… A única coisa clara é o seu sentimento.

  29. Poggi disse:

    Vocês conhecem a expressão devorar um livro? O desejo é tão forte que no fundo eu te devoro.

    Felicidades!

  30. Mário H. M. de Melo disse:

    Djavan se refere o tempo todo a um livro. Não um livro específico, mas a qualquer livro.
    Vejamos:

    Teus sinais
    Me confundem
    Da cabeça aos pés
    Mas por dentro
    Eu te devoro,
    Teu olhar
    Não me diz exato
    Quem tu és
    Mesmo assim
    Eu te devoro…
    R- se refere a capa (que nem sempre mensura exatamente o conteúdo), e ao interior.

    Te devoraria
    A qualquer preço,
    Porque te ignoro,
    Te conheço,
    Quando chove ou
    Quando faz frio,
    R- Independente do preço, sendo o livro um bom ele compraria. Mesmo já tendo lido ou sendo um livro inédito. Frio e chuva são tempos propícios para a leitura.

    Noutro plano
    Te devoraria
    Tal Caetano
    A Leonardo DiCaprio…
    R- A leitura é representada aqui como um plano e os outros planos seriam a música (Caetano) e o cinema (DiCaprio).

    É um milagre,
    Tudo que Deus criou
    Pensando em você,
    Fez a via-láctea
    Fez os Dinossauros,
    Sem pensar em nada
    Fez a minha vida
    E te deu,
    R- Aqui ele faz uma espécie de brincadeira dando a entender que Deus criou o mundo baseado em um livro ou, ao criar tudo estava justamente escrevendo este livro.

    Sem contar os dias
    Que me faz morrer,
    Sem saber de ti
    Jogado à Solidão,
    Mas se quer saber
    Se eu quero outra vida
    Não! Não!
    R- Para ele um dia sem leitura é um dia de vida perdido.

  31. Felipe Oliveira disse:

    Tradução feita Por Felipe Oliveira / Espero que gostem

    “Teus sinais
    Me confundem
    Da cabeça aos pés”

    R= Aqui ele se refere a sinais não verbais ou sinais corporais dados pela mulher que ele esta se referindo na musica que ele não consegue interpretar e os deixam confuso.

    “Mas por dentro
    Eu te devoro”

    R = Na mente dele ele imagina-se tendo relações sexuais com a mulher

    Teu olhar
    Não me diz exato
    Quem tu és
    Mesmo assim
    Eu te devoro…”

    R= Ele olhou nos olhos dela mais não conseguiu saber se o que ela falava era verdadeiro ou não, mesmo assim ele se imagina fazendo sexo com essa mulher.
    (Djavan)

    “Te devoraria
    A qualquer preço,”
    R= Não importa o quanto ele irá gastar ele estaria disposto a pagar o que fosse: presentes, viagens, restaurantes em fim qualquer coisa ou valor para ter relações com ela.

    “Porque te ignoro,
    Te conheço,
    Quando chove ou
    Quando faz frio,”
    R= Ele desdenha dela as vezes, e conhece-a.
    Como amigo sempre esta com ela em vários momentos da vida dela.

    “Noutro plano”
    R= Aqui ele tem uma visão espiritual outro plano sem ser o nosso podendo se até mesmo após a morte.

    “Te devoraria
    Tal Caetano
    A Leonardo DiCaprio…”
    R=Aqui ele faz uma comparação de como ele teria relação sexual com ela, romanticamente e apaixonadamente como Dicaprio e ao mesmo tempo com a elegância do Caetano Veloso.
    “É um milagre,
    Tudo que Deus criou
    Pensando em você,
    Fez a via-láctea
    Fez os Dinossauros,”

    R= Aqui ele quis dizer que Deus criou todas as coisas pensando na humanidade para o homem dominar e cuidar.

    “Sem pensar em nada
    Fez a minha vida
    E te deu,”

    R= Aqui ele diz que Deus criou o homem meio que ao acaso sem pensar ou imaginar simplesmente foi e fez.

    “Sem contar os dias
    Que me faz morrer,
    Sem saber de ti
    Jogado à Solidão,”

    R= Aqui ele se refere aos momentos de profunda solidão que ele passou em que a tristeza o estava matando por dentro.

    “Mas se quer saber
    Se eu quero outra vida
    Não! Não!”

    R = Contudo isso que ele passou com esses sentimentos bons e negativos ele escolhe essa vida pois esta conformado com ela.

  32. Victor Hugo disse:

    “Teus sinais
    Me confundem
    Da cabeça aos pés
    Mas por dentro
    Eu te devoro,
    Teu olhar
    Não me diz exato
    Quem tu és
    Mesmo assim
    Eu te devoro…”
    – Nesse verso oque eu entendo é que ele não consegue definir se ela sente atração por ele ou não, que a habilidade dele de definir a pessoa pelo seu dicionario pessoal de olhares, não a define. Porém mesmo assim, a vontade de conquistar ela, não se vai.

    Te devoraria
    A qualquer preço,
    Porque te ignoro,
    Te conheço,
    Quando chove ou
    Quando faz frio,
    Noutro plano
    Te devoraria
    Tal Caetano
    A Leonardo DiCaprio…
    – Neste segundo verso, ele diz que não importa qual preço ele teria que pagar, seja emocional, material o faria. “Porque te ignoro, te conheço…” Quando ele se faz de desinteressado, ela se interessa e passa a se expor mais. “… te conheço Quando chove ou quando faz frio” Nos momentos de solidão ele tenta definir ela. “Noutro plano te devoraria, tal caetano a leonardo dicaprio…” Até em outro plano ele pensaria nela com o romantismo de caetano e com a safadeza do DiCaprio.

    É um milagre,
    Tudo que Deus criou
    Pensando em você,
    Fez a via-láctea
    Fez os Dinossauros,
    Sem pensar em nada
    Fez a minha vida
    E te deu,
    Sem contar os dias
    Que me faz morrer,
    Sem saber de ti
    Jogado à Solidão,
    Mas se quer saber
    Se eu quero outra vida
    Não! Não!
    – Aqui ele diz que tudo que Deus criou pensando nela, foi uma tal inspiração que criou as coisas mais misteriosas do Universo, assim como fez ele apaixonado, e vivendo por ela, pra ela. Nos dias que ele não vê ela, ou conversa com ela, ele se sente só mas mesmo sofrendo, se entregando totalmente pra ela, dando sua vida à ela, ele está satisfeito assim, e a vida dele é exatamente como ele escolheu, amando incondicionalmente alguém.

  33. Aldo M. disse:

    O que essa letra quer dizer é que amar é o deserto e seus temores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *