Chico César

Se você viajar

Acho, se você viajar
Talvez eu fique na fossa
talvez ninguém possa me consolar
Acho, se você viajar
talvez eu quebre a louça
E atravesse a Rebouças sem olhar pra lado algum

E eu que tantos fui
Talvez não seja nenhum
Como agora sou, sou, sou (4x) 

Amor que não se mede
Amor que não se pede
Não se repete, amor!

Acho, se você viajar
Talvez eu fique na fossa
talvez ninguém possa me consolar
Acho, se você viajar
talvez eu quebre a louça
E atravesse a Rebouças sem olhar pra lado algum

E eu que tantos fui
Talvez não seja nenhum
Como agora sou, sou, sou (4x) 

Amor que não se mede
Amor que não se pede
Não se repete, amor!