Cara Estranho

51 comentários

Los Hermanos

Olha só, que cara estranho que chegou
Parece não achar lugar
No corpo em que Deus lhe encarnou
Tropeça a cada quarteirão
Não mede a força que já tem
Exibe à frente o coração
Que não divide com ninguém
Tem tudo sempre às suas mãos
Mas leva a cruz um pouco além
Talhando feito um artesão
A imagem de um rapaz de bem

Olha ali quem tá pedindo aprovação
Não sabe nem pra onde ir
Se alguém não aponta a direção
Periga nunca se encontrar
Será que ele vai perceber
Que foge sempre do lugar
Deixando o ódio se esconder
Talvez se nunca mais tentar
Viver o cara da TV
Que vence a briga sem suar
E ganha aplausos sem querer

Faz parte desse jogo
Dizer ao mundo todo
Que só conhece o seu quinhão ruim
É simples desse jeito
Quando se encolhe o peito
E finge não haver competição
É a solução de quem não quer
Perder aquilo que já tem
E fecha a mão pro que há de vir


51 comments on “Cara Estranho

  1. victor michael disse:

    quem é que não foi, ou é, um cara estranho?
    Marcelo Camelo surpreende(ele é especialista nisso!) por musicar com tanta
    sensibilidade um pouco de cada um de nós. A música,ao meu ver, trata de um
    “cara” com problemas de sociabilidade,inclusive com sigo mesmo, que
    simula outro cara e usa isso como subterfúgio, esquivando-se(e acarretando)
    assim seus conflitos.

  2. Héllio disse:

    concordo, ao cara estranho talvez falte ser ele mesmo..
    mas o que me chama atençao é a diferença entre o ultimo verso
    e os dois primeiros, antes falava mais direcionado ao “cara estranho”
    e depois me parece falar direcionado a todos

  3. Bagura disse:

    A música fala do tipo atual do ser humano….quer aceitem ou não, todos somos assim.Ao menos em parte. Competitivos, damos excessivo valor às coisas em prejuízo ao valor que deveríamos dar às pessoas…achamos que ninguém nos reconhecerá como somos e que devemos seguir o modelo ou padrão mostrado na TV….no trecho “Periga nunca se encontrar.Será que ele vai perceber?Que foge sempre do lugar” diz que claramente que ele não mostra o que realmente é e que ele pode demorar demais para aceitar este fato.

  4. Jow disse:

    Eu acho que nessa música o Marcelo tá falando dele mesmo. Ele faz questão de transparecer tudo de pior que há nele para de alguma forma se exorcisar, usar isso como algo terapeutico, sei lá.

  5. Gleison disse:

    Essa música fala da ação do sistema capitalista na sociedade, da alienação (imposta principalmente pelos veículos de comunicação). As pessoas não se importam em ser elas mesmas, se importam em ser modelos para essa sociedade capitalista, na qual os valores estão nas coisas materiais, no que o Homem tem e não o que ele realmente é, assim, dando lugar a um “Cara Estranho”. Fala do medo que as pessoas tem de perder (bens materiais) o que elas já conseguiram conquistar e acabam, com isso, abrindo mão de lutar por “coisas melhores” que estão ai “debaixo do nosso nariz”, como por exemplo as verdadeiras amizades, enxergar a felicidade nas pequenas coisas, admirar a humildade, ter paz de espírito, etc. E isso está muito claro na última parte da música. Essa letra faz a gente pensar em milhões de coisas e também se encaixa perfeitamente na vida de todos nós. E também concordo com o que o pessoal colocou ai nos outros tópicos. O problema do Ser Humano é que ele não age como tal! Abraços!

  6. Carla Lopes disse:

    “Olha ali quem tá pedindo aprovação
    Não sabe nem pra onde ir
    Se alguém não aponta a direção” Demonstar a atitude (falta né…)de alguém sem iniciativas e dependente d opinião alheia… o q é talvez por baixa auto-estima… ou medo mesmo.

  7. Felipe Elidio disse:

    Quem se recorda da briga entre Marcelo Camelo e o vocalista de uma das principais bandas de rock da baixada Santista e do Brasil em julho de 2004?

    Pois o que poucos sabem, é que está música foi escrita após o ocorrido na sala de desembarque do aeroporto de Fortaleza, onde Marcelo Camelo fraturou o nariz.

    Esta música explica totalmente a visão de Marcelo Camelo perante a imagem do agressor.

    É o sentido real da letra composta pelo vocalista do LH.

  8. GLEIDE MARA disse:

    Essa música representa de certa forma cada pessoa.. um certo momento de fraqueza.. de solidão.. uma louca necessidade de ser aceito pela sociedade…isso acaba transformando as pessoas em seres estranhos para si mesmo e para todos..
    essa necessidade ser aceito.. ilude…deixa a pessoas completamente transtornadas.. e a mídia acaba escravizando.. pois apresentam.. criam .. pessoas perfeitas .. que na verdade nao existe..
    Então a sociedade acaba criando pessoas fracas, inseguras e completamente estranhas…
    Muito legallll

  9. GLEIDE disse:

    Essa música representa de certa forma cada pessoa.. um certo momento de fraqueza.. de solidão.. uma louca necessidade de ser aceito pela sociedade…isso acaba transformando as pessoas em seres estranhos para si mesmo e para todos..
    essa necessidade de ser aceito.. ilude…deixa a pessoas completamente transtornadas.. e a mídia acaba escravizando.. pois apresentam.. criam .. pessoas perfeitas .. que na verdade nao existe..
    Então a sociedade acaba criando pessoas fracas, inseguras e completamente estranhas…
    Muito legallll

  10. Luciano disse:

    Essa musica conta a historia de um cara que se comporta estranhamente dentro dos parâmetros da sociedade, uma pessoa que não consegue se achar e vive num mundo onde ele acha que vai dar certo mas no fim ele não abre seu coração para o novo e sabe que faz parte desse jogo( o jogo da vida) dizer a todos somente sua parte ruim.

  11. Luciano disse:

    Se essa foi realmente a musica feita para nosso querido amigo vocalista de uma banda de Santos, Marcelo Camelo é um gênio ( claro que mesmo não sendo pra ele, Marcelo continua sendo um gênio

  12. Eu sou esse cara estranho!
    Cara que cria uma coragem virtual, e vive em um mundo virtual. Cria esperanças e acredita que a vida é um grande Romance onde tudo pode acontecer. Ele concebe isso na sua imaginação e faz disso um mundo para viver.

    Meu sonho era um dia encontrar o Marcelo Camelo e o Amarante e poder ter a interpretação deles de cada musica composta por eles. Seria Foda!

  13. nem a pau que tem a haver com a briga no avião. O que poderia haver de realação com o chorão tb. E outra letras profundas só podem ser escritas sobre si mesmo, ou plagiadas de outro lugar. Pare e pense!!!
    Muito embora acho que falte alguma coisa na letra, acho que deve ser algum estado antigo da vida quem compôs.

  14. Hugo disse:

    Pessoal, concordo com todas as interpretações, menos com a da briga. O álbum Ventura, no qual a música está contida, é de 2003, e o evento com o Chorão foi em 2004… Creio a música fala de cada um de nós, que deixamos de ser quem realmente somos pra sustentar uma imagem perante a sociedade.

  15. babi disse:

    fala de uma pessoa covarde. fim

  16. Júlio Cesar Bamberg disse:

    Cara estranho fala de como as pessoas são facilmente influenciadas pelo que outras pessoas buscam, ou seja, acabamos não sendo nós mesmo para sermos melhor aceitos. Na primeira frase se identifica que não aceitamos o corpo que estamos, ou seja, buscamos sempre melhorá-lo esteticamente; Continuando a música, ele mostra como não deixamos o amor verdadeiro nos guiar porque somos sempre desconfiados; Continuando, ele fala sobre como somos influenciados pelos outros, e o que está na moda é o que os outros fazem (se não seguirmos, estamos perdidos), e depois fala sobre o sonho de ser alguém famoso, ou no caso, tentar viver a vida de um personagem bem visto e não precisar trabalhar, o que é errado… E, com toda esta insegurança, ele não abre as portas para novas oportunidades, novas experiências, e o que ele já tem já tá bom, apesar que pode ter mais do que pensou, é só querer e ir atrás.

  17. Vitor Teoria disse:

    as pessoas ficam presos nas coisas materiais e se esquecem que a vida é breve, e se esquecem da partilha, de repartir o que tem, do amor ao próximo, da caridade, as pessoas só pensam em seus próprios ventres.

  18. eduardo disse:

    acredito que essa musica fala tambem um pouco da formação da personalidade de cada um em certa fase da vida onde o individuo começa a criar “persona” para assim poder fazer parte de um todo mesmo que esse persona não seja sua real imagem.

  19. Henrique disse:

    Essa música não fala de cada pessoa e blá bláblá. Los Hermanos tem poucas músicas comuns que dizem “do ser de cada um e blá blá blá”
    As músicas são objetivas, retratam um tempo e sentimentos específicos. Na minha concepção, retratam uma personalidade (alguém em específico para quem escreveu, provavelmente ele próprio) que não se encaixa na sociedade, cara estranho, sujeito mesquinho, mimado, perdido, covarde, iludido e que tem pinta de superior, se faz de um cara compreensivo e amável, mas no fundo, está nem aí pra nada. Talvez eu tivesse escrito essa música.

  20. fabio disse:

    ela fala de um cara especifico especial que e uma metafora para todos e que tem que vencer a gual quer custo ao bem de todos

  21. Eu disse:

    Fala desse cara aqui…
    [link]http://www.fotocomedia.com/images/articles/cara-muito-estranho_1.jpg[/link]

  22. Lyana disse:

    Na minha opinião falava sobre um homossexual!

  23. Danillo disse:

    A minha opinião vai no sentido de que se trata de alguém com personalidade esquizóide- procurar o significado. A letra parece ser toda baseada no livro “O corpo traído” de Alexander Lowen – Psicanalista e pai da Bioenergética, no qual o autor relata os casos clínicos em que tratou de pacientes com essa personalidade. Os esquizóides não gostam de competição, vivem em um mundo à parte, são sentimentalistas, mas não conseguem ter contato com seus verdadeiros sentimentos – “Exibe à frente o coração/Que não divide com ninguém”

  24. Luuzia disse:

    Acredito que ele discreve uma pessoa egoista.

  25. Daffy disse:

    Concordo com o cara que disse que se trata de um Esquizóide. Pode ser também de um Asperger, que tem os mesmos sintomas de P. Esquizóide. Meu irmão tem Asperger e essa música simplesmente me da arrepios, é a definição do meu irmão.

  26. Felipe A. Borges disse:

    É verdade…

  27. Iasmim disse:

    na minha opinião, a musica fala de um cara que simplesmente não liga para o que pensam ou deixam de pensar dele, nao liga pra beleza, e nem em ser perfeito pelos olhos da sociedade, e sim viver a vida dele do jeito dele, e assim ele é admirado (ganha aplausos sem querer) sendo ele mesmo.

  28. Joana disse:

    Concordo com a pessoa que disse que parece ser um Esquizoide. Aliás seria o Marcelo Camelo um desses? A música “de onde vem a calma” também me lembra um esquizoide.

  29. DAVID disse:

    Pra mim a música “cara estranho” o Marcelo Camelo fez pro Chorão do Charlie Brow.

  30. manoela disse:

    acho que a musica fala sobre um cara que de tanto ele ser diferente as pessoas reparam todas as suas manias e jeitos

  31. manoela disse:

    eu acho que a musica cara estranho ta falande de um cara que tem varias manias e jeito diferente que as pessoas se impresionam com isso

  32. thiago disse:

    acho que a música fala de um cara que vive tentando agradar os outros tentando mostrar uma boa imagem e que por isso não consegue ter paz e se encontrar, não consegue ser verdadeiro e assumir que tem defeitos como todo ser humano.

  33. Gabro disse:

    Ahhhhhh é simplesmmente um peidão! huahuaha!

    Mas boa música, mas quando vc olha a letra se decepciona um pouco. Chega a ser uma poesia esse cd! deveria estar deprimido coitado.

  34. leandrollvp disse:

    Não sei como não perceberam que essa letra fala única e exclusivamente de JESUS CRISTO. acompanhe com bastante atenção e perceberão facilmente.

  35. Rafael Augusto Palazi disse:

    Sempre ao ouvir essa bela canção, fico a pensar quem será o “Cara estranho”. O que penso é que o “cara estranho” é o lídimo representante do que as pessoas se transformaram com o nosso sistema econômico e valorativo. São pessoas estranhas que não se relacionam de maneira autêntica com a natureza e com a cultura. O cara estranho quer viver o cara da TV, não quer enfrentar e compreender a falta de sentido da vida dentro da perspectiva moderna/contemporânea, assim significando a impossibilidade de se dar um sentido que lhe seja autêntico. Caras estranhos somos todos nós, que não baseamos nossa relação com o mundo de maneira simples e contemplativa, mas entorpecemos nossas almas com a tagarelice de nossos tempos e transformamos tudo em mercadoria.

  36. desgraçaruimpoha disse:

    a letra faz-me imaginar um filho único de mãe solteira, que sofre de fobia social e provavelmente não ama ninguém ninguém além de sua própria existência, que sempre tenta mante-la perfeita pra quem o vê

  37. Gabriel disse:

    Ao meu ver Cara Estranho é um cara introvertido e bastante egocêntrico. Na música ele quer receber aceitação do mundo, porém não oferece nada em troca pra isso. É um tipo de cara que vive sozinho mais fala bem, é mais bonito e melhor que os outros em vários sentidos, porém ele se declarou assim, que é desse jeito assim e assado, tem seus sonhos voltados pra solidão e quer ficar só porque na sua vida inteira foi assim. Porém ele tem medo de mudar, sente um arrependimento de ser assim em certos momentos, e a solidão que ele tanto almeja nada mais é que uma esquiva pra não viver em sociedade, não lutar e tentar sobreviver no mundo hostil, segue aí um melhor entendimento na música De Onde Vem a Calma que pra mim também fala do cara estranho. Conclusão, por ele viver uma vida inteira de conforto ele de certa forma gosta e se apegou a realidade dele, porém, pelo mundo exigir dele a interação, ele fica indeciso e pra sobreviver, se exibe. Ele sim, quer o mundo, mais tem medo de perder o que é, de perder o que tem, de perder seus sonhos e sua realidade. E de certa forma por ter uma vida inteira sozinho, tem medo de se ferir com o mundo e por isso não cede ao que é, porém quer mudar. Ele vive num Paradoxo de querer Norte e Sul ao mesmo tempo, realmente é estranho! Falei demais kkkkkkk’ Mais ao meu ver, é isso! ^^/

  38. Alice. disse:

    O cara estranho é aquele, sempre inquieto, porém com nada de fobia social, como alguns imaginam. Pra mim, ele é popular. Sempre rodeado por amigos, mas nunca à vontade. Precisa da aceitação alheia pra não se sentir um total e completo merdinha, o que ele é.

  39. Josafá Cardoso disse:

    Diferente de alguns, acho que quando a música fala do “cara estranho” esta se referindo as pessoas que não assumem seus erros, falhas, problemas. Tentando assim, passar uma imagem de um rapaz de bem. E vive uma vida fingida e sem amar.

    “Olha ali, quem tá pedindo aprovação”
    “Talvez se nunca mais tentar
    Viver o cara da TV
    Que vence a briga sem suar
    E ganha aplausos sem querer”(essa parte da música faz referência as pessoas “perfeitas” da tv que ele quer ser igual.
    “Exibe à frente o coração
    Que não divide com ninguém”
    “É a solução de quem não quer
    Perder aquilo que já tem
    E fecha a mão pro que há de vir”

  40. Anônimo disse:

    Eu creio que o ” Cara estranho” seja como já dito anteriormente em outros comentários o homem contemporâneo,este que tem a liberdade coagida pela sociedade,este que ”Parece não achar lugar no corpo em que Deus lhe encarnou” e ”Periga nunca se encontrar”,fala sobre os papéis sociais e a infelicidade que a todos os dias nós escolhemos apenas para não ter de enfrenta-los.
    Fala sobre a manipulação e a programação do cidadão,e principalmente ironiza a nossa aceitação sobre estes valores que apenas por conformismo e medo de represálias preferimos ”encolher os nossos peitos” para que ”não percamos aquilo que já possuímos” e assim sempre vivendo infelizes tendo que nos conformar nos corpos em que fomos projetados a viver ”fechando então a mão pro que poderia vir”
    A música tem como principal foco este e fica rodeando o assunto talvez com objetivo de enfatiza-lo ao ouvinte.
    Algumas partes importantes para mim:

    1- ”Olha só, que cara estranho que chegou
    Parece não achar lugar
    No corpo em que Deus lhe encarnou”- Fala justamente sobre os papéis sociais,e a mim remete muito fortemente os papéis de gênero.
    2- ”Tropeça a cada quarteirão
    Não mede a força que já tem”- Fala sobre os a forma do cara estranho ver a vida que leva,parece que nunca está certo,nunca se encaixa e vive inquieto sem saber o porquê.

    3- ”Talhando feito um artesão
    A imagem de um rapaz de bem

    Olha ali quem tá pedindo aprovação
    Não sabe nem pra onde ir
    Se alguém não aponta a direção
    Periga nunca se encontrar” -Novamente o questionamento das regras que a sociedade nos impõe e como nos acostumamos a viver sob elas,ficando perdidos se não nos sentirmos direcionados.
    4-”Será que ele vai perceber
    Que foge sempre do lugar
    Deixando o ódio se esconder” -Iniciam-se os questionamentos a respeito do conformismo.

    Essa é a minha opinião,não sou muito bom em análises textuais,de poemas ou músicas porém está ai… Tem algumas partes que eu não consegui ver sentido,mesmo lendo os comentários porém creio que esse é o brilhantismo do artista sendo mostrado.

  41. Alexandre Augusti disse:

    Acredito, humildemente, que essa música pode ser interpretada como um eu lírico analisando dois tipos de “cara estranho” bem antagônicos:

    – O primeiro tipo de cara estranho, que “Parece não achar lugar” e “Tropeça a cada quarteirão”, mas que “Exibe à frente o coração” “Talhando feito um artesão A imagem de um rapaz de bem”;

    – E o segundo tipo de cara estranho, que vive “pedindo aprovação”, que “Não sabe nem pra onde ir Se alguém não aponta a direção” e “Que foge sempre do lugar Deixando o ódio se esconder”.

    E no final, o eu lírico faz um julgamento, uma crítica desses dois comportamentos: que os dois só se esforçam em conhecer o seu quinhão ruim, para não perder aquilo que já conseguiram, impossibilitando coisas novas e melhores nascerem.

  42. Jeovane disse:

    Eu acho que foi feita para o chapolim colorado,olha a letra!

    Olha só, que cara estranho que chegou
    Parece não achar lugar
    No corpo em que Deus lhe encarnou
    Tropeça a cada quarteirão
    Não mede a força que já tem
    Exibe à frente o coração
    Que não divide com ninguém

  43. Joao Dabocca disse:

    Concordo com a pessoa que disse que é sobre Jesus.

    “Mas leva a CRUZ um pouco além
    Talhando feito um ARTESÃO (Jesus teria sido carpinteiro)
    A imagem de um rapaz de bem”

  44. Gaby disse:

    pra mim essa música fala do meu padrasto kkkkkkkkkkkkkkkkk a música descreve ele perfeitamente , e n ele n é Jesus Cristo ….

  45. Francisco disse:

    Pra mim fala de Jesus

  46. Roger Maia disse:

    ACEITAÇÃO ACEITAÇÃO ACEITAÇÃO!!!
    Acho Q musica trada desse tema, do cara não se aceitar como realmente é por ser um caminho mais árduo, ter Q remar contra a maré. seguir certos padrões é mto mais cômodo, fazer parte da manada e ser aceito com mais facilidade –> ser o cara da tv… oQ dita a moda!!! e tbm passa pelo caminho de “O inferno são os outros” a vitimização de si mesmo pra não assumir os seus erros/fracassos.

Deixe uma resposta para Daffy Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *