A intrigante

Luiz Vieira

Compositor(a) da letra: Luiz Vieira e Dario de Souza

Álbum da letra: 78 RPM

Ano de lançamento: 1953

0 comentários

Tu tentaste com intriga
Organizar uma briga
Revelando o que tu tens
Com mentiras repelentes

Que são próprias das serpentes
Desses antros de onde vens
O que tu tens é despeito
Tens inveja do meu jeito

Eu nunca te dei cartaz
Pois mulheres sem conceito
Desconhecem o que é respeito
São infelizes demais

Fui à porta do teu ninho
Onde tu vendes carinhos
Aos que vão te procurar
E tu numa ânsia louca

Com sede beijou-me a boca
E eu a deixei beijar
Porém lamento o meu ato
Do pecado praticado

Minh’alma chora e reclama
Pois te olhando a cada instante
Eu vejo uma intrigante
Além de uma flor na lama




Comments are closed here.