Jorge Mautner

Samba jambo

Eu não ando eu só sambo
Por aí
Esse samba jambo
Escorregando para não cair
Eu me encosto nesse poste
À sombra da bananeira
E por mais que eu te goste
Você não vê minha bandeira
Iê, iê, iê
Iô, iô, iô
Seus olhinhos sempre têm, meu bem
Aquela luz da aurora da manhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>