Rock da barata

Jorge Mautner

Compositor(a) da letra: Jorge Mautner

Álbum da letra: PHONO 73 - O CANTO DE UM POVO - VOL. 1

Ano de lançamento: 1973

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!

Matei minha barata de estimação
Agora quando olho pro tapete
Dói, dói, dói, doi
Doi no coração!
Ahh!

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!

Pisei com tanta vontade
Depois me arrependi
Agora já é tarde
Matei, matei a pobre da Lili!
Ahh!

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!

Depois cheguei chorando
Pelo crime que cometi
Não se deve matar ninguém
Nem siquer uma barata que é cricri!
Ahh!

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!

Lili ficava me enchendo
Com perguntas sem parar
E eu só querendo
Ficar um minutinho sem pensar!
Ahh!

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!
AA!

Tem tanta maldade no mundo
Tem tanta saudade de amor
E cai num choro profundo
Quem carrega como eu alguma dor!
Ahh!

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!
AA!

Às vezes eu fico pensando
Como é estranho esse planeta
Se invez de uma barata
Lili fosse uma linda borboleta!
Ahh!

Pisei numa barata
Com o meu pé direito
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!
Haha, haha, haha, haha, haha
Ela estava enchendo –
Era o único jeito!
Haha, haha, haha, haha, haha

Haha, haha, haha, haha, haha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>