Relógio (Roberto Cantoral)

0 comentários

Altemar Dutra

Porque não paras relógio
Não me faças padecer
Ela irá para sempre
Breve o sol vai nascer

Não vê, só tenho esta noite
Para viver nosso amor
Teu balançar me recorda
Que sentirei tanta dor

Detém as horas relógio
Pois minha vida se apaga
Ela é a luz que ilumina meu ser
Eu sem seu amor não sou nada

Detém o tempo eu te peço
Faz esta noite perpétua
Prá que meu bem não se afaste de mim
Para que nunca amanheça


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.