Como Vovó Já Dizia

20 comentários

Raul Seixas

-Como vovó já dizia
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
(Mas não é bem verdade!)
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Hum!…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Minha vó já me dizia
Prá eu sair sem me molhar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Mas a chuva é minha amiga
E eu não vou me resfriar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A serpente está na terra
O programa está no ar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A formiga só trabalha
Porque não sabe cantar…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro
Uuuuuuuh!…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
É tanta coisa no menu
Que eu não sei o que comer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
José Newton já dizia:
“Se subiu tem que descer”
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Só com a praia bem deserta
É que o sol pode nascer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A banana é vitamina
Que engorda e faz crescer…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Solta a serpente!
Hari Krishna!
Hari Krishna!…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Quem não tem filé
Come pão e osso duro
Quem não tem visão
Bate a cara contra o muro
Uhuuuu!…

Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
É tanta coisa no menu
Que eu não sei o que comer
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Só com a praia bem deserta
É que o sol pode nascer…
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
José Newton já dizia:
“Se subiu tem que descer”
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A banana é vitamina
Que engorda e faz crescer…
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Minha vó já me dizia
Prá eu sair sem me molhar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
Mas a chuva é minha amiga
E eu não vou me resfriar…
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A serpente tá na terra
E o programa está no ar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro
A formiga só trabalha
Porque não sabe cantar
Quem não tem colírio
Usa óculos escuro…


20 comments on “Como Vovó Já Dizia

  1. po disse:

    fbdjbhkgmjmulmlghjnnkrbmb

  2. Everton Barros disse:

    Essa fala do uso de drogas, pra esconder os olhos vemelhos usa-se colirio, na falta, usa-se oculo escuro, e a musica sew resume sempre nesse trocadinho, tipo, como ele mesmo falou nos show ao vivo, -Quem nao tem cao caça com gato….

  3. Acredito q Raulzito nesta música faz referencia: colírio -> ter visão anárquica da sociedade contrariando essa “falsa” verdade absoluta! e que no caso de não tal colírio(ter esse privilégio)tapa o sol com a peneira (óculos escuros = conformismo geral). Acho q seja em torno disso ao invés do que diz o amigo acima sobre drogas ou caoisa e tal… (respeitando sua opinião, é claro)!

  4. arthur disse:

    na minha opinião Raul quis expressar o fato da época ou seja a ditadura militar quis expressar o quanto os militares era perigoso e ate violento ou seja não tinha do de nada

  5. 1.Acredito q Raulzito nesta música faz referencia tipo: colírio -> ter visão anárquica da sociedade contrariando essa “falsa” verdade absoluta! e que no caso de não possuir tal colírio(não ter esse privilégio) tapa o sol com a peneira, ou seja: Óculos escuros = conformismo social). Acho q seja em torno disso ao invés do que diz o amigo abaixo q se trata de drogas, coisa e tal… (respeitando, sempre, sua opinião é claro)! Vlw
    Toca Rauuuuuuuuuuuuuuul

  6. Dênis disse:

    E quem não sabe verdades conta mentiras!

  7. Daniel Neves disse:

    É bem difícil saber se ele foi ‘óbvio’ falando sobre drogas ou é algo com duplo sentido.
    Minha primeira impressão é sobre o uso de drogas.

    Porém uma frase me intriga:
    “Quem não tem visão
    Bate a cara contra o muro”

    Sinceramente acho que ele usou a desculpa das drogas pra falar sobre opressão. Potencialmente relacionado a ditadura.

  8. Renato Gomes disse:

    Quem não tem visão
    Bate a cara contra o muro

    ESSA PARTE EH APENAS UM TAPA BURACO Q SUBSTITUI A LETRA ORIGINAL Q NÃO PASSOU PELA CENSURA:

    quem não tem papel da recado pelo muro

  9. Afonso Neto disse:

    Não há nenhuma grande mensagem por trás dessa música! Como já foi citado, Raul mesmo diz em um show: “Essa música é apenas algo como o ditado ‘Quem não tem cão, caça com gato…”

    A interpretação do Lilo Bass, acho q é até válida, apesar de não estar muito certo sobre se essa era realmente a intenção do Raul!

    Enfim… o aspecto mais interessante, ao meu ver, sobre essa música é o fato de que esta versão lançada oficialmente foi a 3ª versão escrita por Raul… a única que conseguiu passar pela censura!

    Uma das versões censuradas está no álbum ao vivo O Medo da Chuva de 75!
    Nessa versão ele fala: “Tanto pé na nossa frente que não sabe como andar…”
    Mas quando ele cantava a frase ganhava um novo sentido, pois o que se entendia ao ouvir era: “Tanto pé na nossa frente que não sabe COMANDAR!”
    O que de imediato remetia ao marchar do exército, que na época controlava a ditadura, e esses mesmos não sabendo comandar!

    Fora isso tem também a questão do “quem não tem papel dá o recado pelo muro” que o Renato Gomes já citou!

    Tudo isso e outros versos mais interessantes que só se encontra nos registros originais de Raul Seixas, contribuíram para a música ser censurada várias vezes e ele acabar lançando essa versão sem muitas idéias por trás! De qualquer forma, é uma excelente música, assim como todas as outras da obra de Raulzito! =)

  10. Amauri disse:

    “Quem não tem papel da recado pelo muro.” Além de ser ditados populares, como, quem não tem cão caça com gato, significa tambem, que Raul foi um dos primeiros a incentivar à arte urbana, no caso Graffiti e Pixo. Reformulando a frase ficaria: “Quem não tem voz na sociedade, pixa o mura” LIBERDADE DE EXPRESSÃOOOO

  11. Amauri disse:

    “A serpente tá na terra e o programa está no ar.” Aqui ele fala da DITADURA, no caso, A SERPENTE. E Tantos preocupados com oq está no ar!

  12. Gustavo disse:

    Na parte “A formiga só trabalha porque não sabe cantar” eu acredito que seja algo como, a formiga não pode reclamar da cigarra, ela aceitou o fato de trabalhar todo verão, se ela soubesse cantar talvez fizesse igual a cigarra. Uma certa critica a forma como funciona o trabalho hoje.

  13. MATEUS disse:

    UMA CRÍTICA AO REGIME MILITAR – ( QU NÃO TEM COLÍRIO USA OCULUS ESCURO ) SIGNIFICA QUE QUEM NÃO PODE RECLAMAR ABERTAMENTE , UTILIZA DE LETRAS PALAVAS DISPERSAS OBJETIVANDO ORIENTAR QUE NO FUNDO ELE ESTAVA FAZENDO CRITICA A DITADURA MILITAR.

  14. Só eu que achava essa musica ligada ao uso de maconha ? “quem não tem colírio usa óculos escuros” pra disfarçar a vermelhidão do olho e muita comida da musica é sobre larica uai O.o

  15. Leleco disse:

    Com certeza é uma crítica ao Ditadura Militar, num momento Raul fala : “A serpente está na terra
    O programa está no ar”
    A serpente significa a Ditadura, tem uma parte que ninguém falou que no meio da música ele fala : “SOLTA A SERPENTE” dai aparece uma música de domador de serpentes com uma flauta , e logo após ele diz : “A ALEGRIA ESTÁ”. Então, ele quis dizer que domando a Serpente, ou seja a ditadura a alegria iria reinar..

  16. Eduardo disse:

    Pô, como esse pessoal viaja! Eu que já estou com 55 anos, não me recordo de ouvir interpretações tão malucas dos meus contemporâneos.

  17. Marcelio disse:

    Galera burra

  18. Rodrigo disse:

    Kkk!!! Pelo que sei, Raul Seixas não usava maconha; em um documentário, a sua ex-esposa conta que na verdade Raul não gostava de maconha – era um alcoólatra, sim; e um usuário compulsivo de cocaína, sim. Mas, as interpretações sobre anarquia e o fato de a música ter sido censurada fazem o maior sentido – Inclusive há algumas citações sobre uma peça teatral, um musical de Raul, para o ano de 1973, que recebia o título de ‘O disfarce do rockeiro’. Onde ele, Raul, dizia coisas na música, que não poderiam ser ditas de maneira aberta; usava a música como um canal para dizer as coisas que pensava, mas de forma hermética. Infelizmente (ou felizmente?) as pessoas só lembram de Raul Seixas pelas encenações, ou mesmo pela loucura de fato; nos documentários sobre Raul existe uma pergunta: Será que as pessoas que escutam Raul entenderam a mensagem? Muito pouco é a resposta. Talvez pelo fato de Raul ser marginalizado, ou idolatrado pelas doideiras dele; então, diante de tantos fatos, é pouco provável que o que ele tenha querido dizer seja tão raso – Como fumar um baseado, sem compromisso. Pode ter usado isto pra difundir (marketing). Para se ter idéia, Raul Seixas é tese de doutorado em Filosofia.

  19. Fábio disse:

    Gostei muito dos comentários onde dizem sobre ditadura militar, opressão e toda essa forma escravagista de sistema de mercado que dura até hoje. Para mim e para os que conhecem amplamente a obra do Raul, sabem que em todas as músicas existem muitas ideias e mensagens mascaradas, pelo problema da censura. Isso dá um grau maior a genialidade do maluco beleza, que além de ter uma visão profunda de tudo tinha que passar isso de uma forma um pouco escondida, com metáforas e ironias. Esses comentários sobre uso da maconha e os olhos vermelhos são exatamente o modo que ele usou para dar a ideia de como o povo era e É manipulado até hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *