Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!


Últimas Análises

Morava em Angra. Quando foram gravar o video clip sobre a Usina Nuclear. Ali conheci na padaria o empresario eeles. Eu ainda crianca, junto com dois amigos. E o cara era engracado. Extrovertido. Fez alguns truques e ali ficou um pouco conversando. Aonde eles iam a gente conhecia bem. E contamos para ele coisas sobre o lugar. A Usina. Depois contamos a ele uma historia triste de uma menina que se jogou do nosso edificio. O edificio tinha 6 andares. Ela morava no 5o. Ninguem, ou pelo menos, nos criancas, nao sabiamos nada.... Nao da para dizer que foi essa historia. Mas a forma como ele narrou a cancao... E o respeito todo o momento que ele comentava sobre a cancao.... Me pareceu muito que fosse a historia dessa pobre menina... Grande Renato.
Essa música é simplesmente genial, tanto letra quanto música, no entanto jamais me ariscar ia a interpreta-lá dentro da complexidade da mente quem a compôs. No meu humilde entender, a canção fala sobre nós mesmos, mas no decorrer da letra Renato impõe uma dinâmica nos seus versos de forma crescente acompanhada por uma harmonia que vai ganhando força, culminando no ápice da canção com a frase " só terminou pra pra você. ."
sou estudante e preciso deste conteudo
bom
eu amo essa musica
interpretação da música Pais e Filhos "Estatuas e cofres e paredes pintadas ninguém sabe oque aconteceu ela se jogou da janela do quinto andar nada é facil de entender." ESTATUAS - NÃO FALAR PAREDE PINTADA - PASSAR ESCONDIDO COFRE - SEGREDO AS TRÊS COISAS SIGNIFICA RIQUEZA ERA UMA GAROTA RICA QUE TINHA TUDO NA VIDA E NÃO PRECISAVA SE MATAR SÓ QUE TINHA UM GRANDE SEGREDO ESCONDIDO, UM PASSADO NÃO REVELADO E NÃO FALAVA COM NINGUÉM "nada é facil de entender" (entender "estatuas e cofrer e paredes") ---------------- Dorme agora... É só o vento lá fora... frases soltas falando da relação entre o pai e a filha começa do final e volta pro início. ----------- quero colo ! (uma criança) Vou fugir de casa (descreve sua juventude) posso dormir aqui, com vocês? (volta a ser criança) estou com medo, tive um pesadelo (criança...) Só vou voltar depois das três. (fecha o trecho representando uma adolescente rebelde) ----------- Meu filho vai ter nome de santo. Quero o nome mais bonito É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã Porque se você parar pra pensar, na verdade não há Me diz, por que que o céu é azul? Explica a grande fúria do mundo! São meus filhos que tomam conta de mim. Depois do refrão da pra perceber algumas cenas isoladas Na sequência descreve um senhor idoso falando que seus filhos cuidam dele. ----------------------- Eu moro com a minha mãe, mas meu pai vem me visitar (divórcio) Eu moro na rua, não tenho ninguém (abandono) Eu moro em qualquer lugar. (rebeldia) Já morei em tanta casa que nem me lembro mais. (mudança) Eu moro com os meus pais. (união) Cada frase relata cinco casos diferentes (pessoas diferentes) filho de pais divorciados filho que foi rejeitado e não tem onde morar filho rebelde que mora em qualquer lugar filho de pais que mudam toda hora e filhos que moram com seus pais ----------------- Sou uma gota d' água Sou um grão de areia! Você me diz que seus pais não o entendem Mas você não entende seus pais Você culap seus pais por tudo, isso é um absurdo ! São crianças como você... O que você vai ser quando você crescer? ele termina a musica dando uma lição de moral nos pais e nos filhos, falando que a gente não passa de uma gota da água, um grão de areia. Ele explica que a gente precisa entender e amar as pessoas, ambas partes. Por que nós todos não passamos de crianças.
Vou tentar fazer a minha interpretação baseado naquilo que eu seu do Renato Russo,no contexto da época,sem levar em conta as minhas opiniões pessoais. Apesar da música ter sido criada no período da distensão (abertura) do te regime militar ela é uma canção que foca no imperialismo,digamos assim norte-americano especialmente o cultural.Por isso a geração é Coca-Cola,curiosamente baseada na seguinte propaganda da Pepsi:(Come Alive!You're in The Pepsi Generation),de 1963,certamente muito popular na época em que ele morou nos EUA.Russo apenas mudou pra Coca Cola,por ser um dos símbolos máximos do capitalismo norte-americano. A letra começa dizendo que fomos acostumados desde pequenos s chupar os filmes e séries norte-americanos,que naquela época basicamente eram musicais,filmes de guerra estilo Rambo,séries de comédia consideradas bobas,etc. Então ele convoca a juventude para cuspir o lixo cultural de volta fazendo o dever de casa isto é,fazendo uma revolução anarquista,na visão do Renato à época Pronto. Mas,ao contrário do Renato,não precisa haver uma revolução literal,basta fazermos nosso dever de casa,acomeçar valorizando a nossa cultura e a incentivando,investindo na formação de artistas,e não através de cotas e leis de incentivo.
A letra dessa música é um diálogo entre duas pessoas, uma mais jovem, inexperiente e outra já com uma certa experiência de vida. A pessoa mais velha, (parece ser o próprio Renato, um eu lírico), está tentando através da própria experiência de vida, até então, afinal ele já foi jovem, mostrar como a vida é de fato, e acredito que seja mesmo uma crítica a juventude da época, que Renato falou em algumas entrevistas, que era apática, acomodada, em relação a sua própria juventude. Parece cocaína, mas é só tristeza A pessoa mais jovem está muito triste, e a outra pessoa fala que essa tristeza é difícil mas que ela não sabe o que é a tristeza de fato, a dor que sente quando se é usuário de drogas (fala por experiência própria), e que ela nem queira saber e que se entregar pra essa tristeza talvez seja a atitude correta Talvez tua cidade Muitos temores nascem do cansaço e da solidão Ele diz que essa tristeza pode ter origem no meio em que ela vive, da forma como ela vive, e que muitos temores surgem do cansaço e da solidão, ou seja, acredito que ele esteja sugerindo que ela reveja suas companhias, porque viver numa multidão não quer dizer que você não esteja só, e que também deveria rever a forma como vive, se existe o cansaço, talvez seja porque não se cuida, não dorme o suficiente, sai todas as noites, e isso pode ser a real causa dessa tristeza. E o descompasso, e o desperdício Herdeiros são agora da virtude que perdemos Existe um protesto, uma revolta por parte da pessoa mais jovem sobre como o mudo está hoje, por isso a alegação da tristeza. Ela não consegue se enquadrar , se ajustar no mundo, e não está inserida no modo de vida que vem levando, porque não concorda com o que vê, com as atitudes das pessoas. Então o mais velho explica que esse descompasso, esse desperdício que ela critica, existe mesmo, e é herança, consequência da virtude que não temos mais. Nos remotos tempos tínhamos virtude, pureza, uma certa inocência animal, até que o racional (que é bem humano) se fortaleceu e passamos a fazer escolhas, e aí surgiu a ganância, a inveja, a briga por poder, e perdemos aquela virtude, aquela pureza primitiva. Então ele quer dizer que a vida é assim, e que ela tem que se acostumar com isso, que ela tem que aprender a viver em meio a isso sem se deixar abater, sem se entregar dessa forma. Há tempos tive um sonho, não me lembro, não me lembro Ele quer dizer que com ele também foi assim, há muito tempo, quando era também jovem, tinha um sonho de mudar o mundo, acreditava que todas as pessoas poderiam ser felizes, e o mudo poderia ser melhor, porque assim como ela, ele e todos os jovens querem mudar o mundo. Mas que ele nem lembra mais desse sonho, porque à medida que foi crescendo, em meio a esse turbilhão que a vida vai se transformando, isso fica lá trás. Tua tristeza é tão exata E hoje em dia é tão bonito Já estamos acostumados A não vermos mais nem isso Ele diz que a tristeza dela é muito justificada, é exata, porque tem uma base real, têm motivos nobres, e que hoje em dia (e não hoje o dia) uma atitude assim é muito bonita, essa consciência e esse sentimento a respeito da vida e do mundo. Porque as coisas, a violência, o sofrimento, as catástrofes, estão tão banalizadas, que é coisa rara quem se sente tocado, se sente realmente incomodado nos dias de hoje por esses motivos. Sonhos vêm, sonhos vão, o resto é imperfeito Ele mais uma vez fala por experiência própria, tentando fazê-la cair na realidade, que só os sonhos são perfeitos, por que na imaginação cabe tudo, e quando sonhamos, imaginamos o que queremos pra nós, imaginamos aquilo que seria perfeito, o melhor, mas a medida que vamos crescendo, e que o tempo vai passando, vemos que os sonhos não se realizam como pensamos, então por isso só os sonhos são perfeitos, o resto, todo o resto, inclusive a realidade são imperfeitos, se comparamos com os sonhos, e por isso ela não deve criar expectativas tão grandes, porque aí o sofrimento é certo. Disseste que se tua voz Tivesse força igual A imensa dor que sentes Teu grito acordaria Não só a tua casa Mas a vizinhança inteira Nesse trecho é ela, como é natural nos jovens, contestando o que ele está dizendo: você disse que a sua dor (a sua revolta, a sua indignação com o mundo), hoje, ainda é imensa, que se a tua voz (as músicas, o canto) tivesse a proporção da tua dor, você acordaria não só você mesmo (a sua casa faz uma alusão a pessoa) mas todos a sua volta (a vizinhança alusão as pessoas próximas, esse acordar no sentido de sair do tristeza, sair do vício, enfrentar a vida de frente) – ela quer dizer que como ele pode pedir pra ela não sofrer , não se entregar, se ele mesmo não consegue até hoje , ou seja, para ela a essência não muda. Há tempos, nem os Santos, Têm ao certo a medida da maldade E há tempos são os jovens que adoecem Agora o mais velho retoma a fala, de forma mais enfática, porque não está surtindo efeito, e tentando justificar os caminhos que seguiu (na música o Renato muda a entonação, canta de forma mais forte, mais firme) .Então ele diz que há tempos nem os Santos, têm ao certo a medida da maldade, se nem Eles percebem uma pessoa mal intencionada, por ser uma linha tão tênue, por ser algo tão articulado, é covardia querer que um jovem perceba quando está sendo levado por ela, pela maldade, pela má fé, por pessoas mal intencionadas, acredito que ele se refere as drogas e ao alcool. A juventude é presa fácil, e são levados pra ela, pra maldade, justamente pelo misto de rebeldia, de se auto afirmar pro mundo, e da inocência, da inexperiência de “um pássaro novo longe do ninho” (letra de outra música da Legião). E por isso a maldade é ainda maior. Ele fala por experiência própria, de quem foi enredado na juventude por pessoas mal intencionadas que se infiltram nos meios, nos lugares que os jovens frequentam. Então, ele quer dizer pra essa jovem abrir os olhos, porque depois que se entra pro vício, e da forma que ela está agindo está a perigo, é muito difícil sair, assim como ele que está pagando esse preço. E há tempos o encanto está ausente E há ferrugem nos sorrisos E só acaso estende os braços a quem procura abrigo e proteção Meu amor Que não é pra ela esperar nada das pessoas, criar expectativas, e nem confiar em qualquer um, porque não existe mais encanto, nem sorrisos, ou seja quase ninguém faz coisas sem ter segundas intenções, sem cobrar, e que só o acaso vai trazer alguém pra ajudá-la, se ela precisar, então é melhor que ela seja forte por ela mesma, independente, que aprenda a viver nesse mundo e não se deixe afetar demais pelas coisas erradas que existem, pra não ser presa fácil, como ele foi, não confie demais e não espere nada de ninguém, e que tenha atitude, firmeza. Disciplina é liberdade Nas três últimas frases ele dá um chamado nela, um acorda. E a primeira (Disciplina é Liberdade)é ótima, muitas pessoas acham, e os jovens principalmente, que ser livre é fazer o que quiser, o que der na telha, mas isso é utopia, é aí que se tornam presa fácil. A verdadeira liberdade nesse mundo, está atrelada a responsabilidade, e a disciplina, porque vivemos em sociedade, e a minha liberdade vai até onde começa a da outra pessoa. Uma pessoa com uma vida regrada, com alimentação saudável, que dorme bem, que leva a sério os estudos, que seja responsável, ou seja, que tenha disciplina, será dono do seu destino, terá saúde e embasamento pra fazer as escolhas corretas, essa é a verdadeira liberdade. A partir do momento que você leva uma vida errante, sem disciplina, suas escolhas podem te trazer consequências avassaladoras, como ir para o vício, ou para a violência, as infrações, escolhas irresponsáveis levam à doenças como a AIDS, e tudo isso escraviza, aprisiona, tira a suposta “liberdade” Ou seja, a liberdade é algo que não é tão fácil de ser conseguida, requer força de vontade, determinação, empenho, retidão, responsabilidade. Se você quer liberdade, batalhe por isso, e o caminho para conquistá-la é a disciplina. Compaixão é fortaleza O que é a compaixão, seu significado básico é “sentir com”, é um reconhecimento de que todas as pessoas são iguais e todas sentem da mesma forma, é um entendimento que todas as pessoas merecem a felicidade. Quando se cultiva a compaixão, você passa a não se ver mais como vítima do mundo, porque todos passam a ser iguais, ninguém é mais importante do que ninguém, nem você mesmo, e você passa a olhar a vida com um olhar menos crítico e mais de aceitação, de entendimento, o que traz uma vontade de ajudar, ativo, e não uma depressão, uma tristeza, uma vitimização, passivo. E, sem dúvida isso fortalece qualquer pessoa, transforma a pessoa em uma fortaleza, está muito próximo ao amor ao próximo. Ter bondade é ter coragem. Essa terceira frase me parece uma crítica a postura passiva da jovem (e da juventude da época como um todo) perante os problemas que ela alega, ela reclama que o mundo tá ruim, que a vida tá ruim, e ao invés de agir, de tomar uma atitude, ela se deprime num quarto. É muito mais fácil só falar, reclamar da vida, reclamar dos outros, das condições em que vivemos, achar que é uma vítima do mundo, agora uma ação real de bondade, e a bondade realmente se qualifica pela ação, pelo posicionamento, pela atitude, isso requer coragem, só falar e reclamar não vai mudar nada, tem que agir se quer um mundo melhor. E ela disse: Lá em casa tem um poço, mas a água é muito limpa... Então mais uma vez ela se manifesta, talvez de uma forma conformista, apática, justamente e o que ele critica, dizendo que dentro dela (lá em casa) tem algo muito profundo e essa vontade de mudar o mundo, de saciar a sede do mundo(o poço), mas a água, a essência, é muito limpa, muito pura, que talvez seja muito difícil pra ela viver em meio a esse mundo tão hostil tão cheio de artimanhas, sem se sujar, sem se corromper, ou que talvez essa água tão pura não vai ser apreciada por esse mundo tão corrompido.
A música inteira fala da importância tão grande de viver a única coisa que nos pertencem, "O Agora". Ele quer se desprender das preocupações que um dia inteiro lhe deu, que ao dormir ele pensa no dia que teve, mas não fica encanado as coisas que se passou, ele ponderou sobre o dia que teve e esqueceu, SEMPRE EM FRENTE. Quase todos os versos ele fala usando o PRESENTE, Ex: Veja o sol, Então me abrace, Não tenho medo, Somo tão jovens. A única forma de se adquirir paz, é vivendo o PRESENTE, o passado foi momentos que um dia nós tivemos, e que agora a única coisa que temos são as lembranças, e o futuro, como o Profeta Jonas já disse, "O dia de amanhã não nos pertence". Viva o agora, e verá como a vida é bela!
gostei da música
A musica Quimica mostra entre linhas o quanto jovem luta para nao virar adulto, a " porra do vestibular" é a saida da caverna, do comodo, da irresponsabilidade, da necessidade de lutar pelo crescimento pessoal e coletivo, mostra tambem o quanto os professores não conseguiam ou conseguem estimular atraves de sua didática o aluno no espaço escolar, seja por tecnicas falhas ou por falta de vontade ou atualização de sua prática, e isto nao esta ligado a dinheiro, esta diretamente ligado a vontade pessoal, superação.
na pelo que tenho vivido já neste mundo de tanta gente diferente de cultura e religião posso percebe que todos buscam alegria liberdade e prazer principalmente os jovens,renato roso escreve essa musica como si não quer perde tempo com nada que poderce interromper o seu livre arbítrio quando ele fala de sangue amargo acredito que esta falando do evangelho de cristo que vai de encontro as suas praticas que li traziam alegria mas eram condenável pelo evangelho isso li incomodava e era tempo perdido como muitos nos dizemos e achamos oque mais vale no momento pra ele e muito de nos jovens e nosso suor sagrado e bem mais belo que esse sangue amargo, o evangelho de cristo realmente e amargo temos que renuncia muitas cosas e parese ser tempo perdido principalmente pra quem tem fama e dinheiro
Robson, que análise maravilhosa! Está de parabéns!
eu e eu
MÃE O FORNINHO CAIU