Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!


Últimas Análises

Não da pra passar por um" moderador" capacitado??? Pelo amor de DEUS quanta bobagem dita...... Socorro !!!!
na minha cabeça vejo um desabafo de uma moça idignada tentando entender a desigualdade de genero pregada pela sociede por isso o "nos restituir gloria"
pra mime essa musica fala um pouco sobre o que nós little monster sentimos em relação a perseguição sofrida por nossa Diva Lady Gaga... e muita afronta dessas CatKaty imundas... Lady gaga e tendencia meu amor!
quero as pergunta e resposta de gilberto gil e tecnologicas
Que MÚsica maneira
O GIL É UM FIEL REPRESENTANTE DESSA LINDA MUSICALIDADE NEGRA, DA QUAL, TEMOS O PRIVILÉGIO DE CURTIR!! ALIADA A SUA VOZ AFINADÍSSIMA, A SUA INTELIGÊNCIA NOTÓRIA LHE PROPORCIONA UM STATUS ARTÍSTICO ALTÍSSIMO. POR MUITAS VEZES, A SUA ESPECIFICIDADE E PROFUNDIDADE CAUSAM INTERPRETAÇÕES SUPERFICIAIS, AS QUAIS SÃO RESPONDIDAS COM UMA BOA DOSE INVEJA E LEVIANDADE.
No meu entendimento, ele quis dizer que a paz é a busca interior de todo mundo, a solução para convivência harmônica entre as pessoas. Claramente referindo aos acontecimentos de Hiroshima retratando uma nova situação diante do caos ocasionado por essa explosão.
Transferir a outrem nossos sentimentos, nossos gostos, nossos prazeres, nossa maneira de viver... enfim, fazer com que sejamos compreendidos pelas pessoas, é extremamente difícil e por isso, somos as vezes mal interpretados e nos julgam como pessoas que nunca aceitaríamos nem como vizinhos. Lamento sertanejo é um grito silencioso para que nos ouçam com realmente somos.
Morrendo de rir com o comentário de Teresa. kkkkkkkkkkkkkkkkk
Gênio, gênio, sou contra este têrmo para meros seres humanos. Este têrmo só caberia a alguem que entendesse de música, ciências, história geografia psicologia, teologia enfim de tudo. Quem entende específicamente de uma só coisa não é genio. Se for assim eu tambem sou um gênio exemplo, vejam esta letra (fica para o domínio púbico) que estou fazendo agora de sopetão: Não são gênios nada Nem Einstein nem Gil Vá a rima e a ciência A p. q. p. Um preso as ideias Outro a censura meros sonhadores permeiam a loucura Como disse o Milton tudo inutilmente Tambem Galilei: "A matemática é o alfabeto com o qual Deus escreveu o universo"
O Gil explicou a composiçao refazenda no livro dele Todas as Letras,nesse caso o nonsense é proposital,pura brincadeira com as palavras,a versao original era mais absurda ainda.
Partindo desse tipo de análise de implicações, a música Andar com fé, de Gilberto Gil, é um texto que manifesta a implicatura sociolinguística, sem a qual ela não pode ser bem interpretada: Andá com fé eu vou / Que a fé não costuma faiá / Andá com fé eu vou / Que a fé não costuma faiá / Que a fé tá na mulher / A fé tá na cobra coral / Num pedaço de pão / A fé tá na maré / Na lâmina de um punhal / Na luz, na escuridão / Andá com fé eu vou / Que a fé não costuma faiá / Andá com fé eu vou / Que a fé não costuma faiá / A fé tá na manhã / A fé tá no anoitecer / No calor do verão / A fé tá viva e sã / A fé também tá pra morrer / Triste na solidão / Andá com fé eu vou / Que a fé não costuma faiá / Andá com fé eu vou / Que a fé não costuma faiá / Certo ou errado até / A fé vai onde quer que eu vá / A pé ou de avião / Mesmo a quem não tem fé / A fé costuma acompanhar / Pelo sim, pelo não. (Gil, 1996, p. 256.) A noção de sociolinguística fundamental nessa música é explicada em livro pelo próprio autor, demonstrando o seu vasto conhecimento de língua em uso: "A fé e a ?Faia?". "O uso do ?faiá? é assumido com a intenção de legitimar uma forma popular contra a hegemonia do bem-falar das elites. É uma homenagem ao linguajar caipira, ao modo popular mineiro, paulista, baiano ? brasileiro, enfim ? de falar ?falhar? no interior. É quase como se a frase da canção não pudesse ser verdade se o verbo fosse pronunciado corretamente ? o que seria um erro... Outro dia cometeram esse ?deslize? na Bahia, ao utilizarem a expressão na promoção de uma campanha de cinto de segurança. Nos outdoors, saiu: ?a fé não costuma falhar? (a propaganda associava o cinto à fitinha do Senhor do Bonfim). Eu deixei, mas achei a correção desnecessária.""faiá" é coração, "falhar" é cabeça, e fé é coração. Gil: "É isso aí. ?a fé não costuma faiá?: é pra quem fala assim que ela não costuma ?faiá?." (Gil)
teresa , seu negocio eh lavar panela , nao sabe nada
Prakriti e Purusha,a dicotomia original do gêneros...
Parece que o Gil fala do Vedas,específicamente de Prakrti e Purusha,ou seja a dicotomia original dos gêneros,dado seu conhecimento sobre o assunto.