Seu Jorge

Saravá

Veja como essa nega anda
Descendo a ladeira do Sapoti
(Curti, curti, curti, curti, curti)
No salto, num charme de preta
Mas que beleza essa nega

Veja como essa nega anda
Descendo a ladeira do Sapoti
(Curti, curti, curti, curti, curti)
No salto, num charme de preta
Mas que beleza essa nega

Ela que tem um axé bom
É ela que tem um axé bom
Toda no tom de marrom
Adora um som de tambor
Nega, por favor, tô te convidando
Saravá

Saravá! Sarah, vá pra festa
Saravá! Sarah, vá pra festa
Sarah quando ama
Parece uma dança
Sarah quando canta
Com certeza está amando

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver

Saravá! Sarah, vá pra festa
Saravá! Sarah, vá pra festa

Veja como essa nega anda
Descendo a ladeira do Sapoti
(Curti, curti, curti, curti, curti)
No salto, no charme de preta
Mas que beleza essa nega

Veja como essa nega anda
Descendo a ladeira do Sapoti
(Curti, curti, curti, curti, curti)
No salto, no charme de preta
Mas que beleza essa nega
Que beleza, que beleza

Ela que tem um axé bom
É ela que tem um axé bom
Toda no tom de marrom
Adora um som de tambor
Nega, por favor, tô te convidando
Saravá

Saravá! Sarah, vá pra festa
Saravá! Sarah, vá pra festa
Sarah quando ama 
Parece uma dança
Sarah quando canta
Com certeza está amando, oh, oh

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor que ensinou a viver

Foi o tambor que ensinou a cantar
Foi o tambor que ensinou a viver
Foi o tambor que ensinou a dançar
Foi o tambor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>