Roberto Carlos e Erasmo Carlos

O Bofe

Quem a boa vida escolheu
Vai morrendo sem encontrar
Se não for de um jeito, é de outro
Não se cansa de procurar
Pra ganhar a vida no sol
Vai molhar seu corpo no mar
Por obrigações sociais
Vai morar em qualquer lugar
E o sol, o sol, o sol
O sol não queima tanto
E o mar, o mar, o mar
O mar esconde o pranto
E os carros pela rua
Buzinam e a vida continua-ua-ua-ua…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>