Roberto Carlos e Erasmo Carlos

Antigamente Era Assim

Antigamente era assim
Você gostava de mim
E tudo você fazia
Pelo prazer de agradar

Mas hoje eu vejo em você
Que tudo aquilo passou
Me faz sofrer sem saber
Que o meu amor não mudou

Você não sabe o que é
A ansiedade no olhar
O tempo todo na espera
Do telefone tocar

Me diz amor de uma vez
O que afinal você quer
Mas só não faça de mim
Um objeto qualquer
Você não sabe o que eu sinto
Você não sabe o que eu choro
No meu silêncio não minto
Sua presença eu imploro

Por que você não me fala
Por que não diz o que sente
Por que você não me encara
Quando eu falo da gente

Lembra nós dois no passado
antigamente era assim
Você gostava de fato
De mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>