Rita Lee

Mutante

Juro que não vai doer
Se um dia eu roubar
O seu anel de brilhantes
Afinal de contas dei meu coração
E você pôs na estante
Como um troféu
No meio da bugiganga
Você me deixou de tanga
Ai de mim que sou romântica

Kiss baby, kiss me baby, kiss me
Pena que você não me quis
Não me suicidei por um triz
Ai de mim que sou assim

Quando eu me sinto um pouco rejeitada
Me dá um nó na garganta
Choro até secar a alma de toda mágoa
Depois eu passo pra outra
Como mutante
No fundo sempre sozinho
Seguindo o meu caminho
Ai de mim que sou romântica

Kiss baby, kiss me baby, kiss me
Pena que você não me kiss
Não me suicidei por um triz
Ai de mim que sou assim

Mutante, no fundo sempre sozinho
Seguindo o meu caminho
Ai de mim que sou assim

Um comentário sobre “Mutante

  • Fernanda disse:

    Essa música fala sobre Rejeição! Sobre levar um fora bem daqueles, que meros mortais levam, mas, não se habituam.
    Essa música traz um tom leve e descontraído pra saber lidar com esse sentimento de rejeição que é péssimo! Mas, no final das contas temos que nos acostumar porque somos sozinhos! Embora você ama muito alguém, no final das contas é só você. Amores entram, e amores saem da nossa vida, sempre nos resignificamos e passamos para outra! Porque no fim, somos todos mutáveis e seguimos sempre sozinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>