Raul Seixas

Pagando Brabo

Eu quero é ver você sorrir
Às 4 e meia da manhã
Com a cara linda de dormir
Se espreguiçando no divã
Olhando prá mim
Sem ter ponta de cigarro no cinzeiro
Fugindo de mim
Disfarçando e se escondendo no banheiro

Eu quero é ver / eu quero é ver
Eu quero é ver
Eu quero é ver você pedir
Querendo mais quando acabar
Eu quero é ver você sentir
Vontade de me machucar
Dizendo que sim
Que eu faço e aconteço o dia inteiro
Em pé prá assumir
Eu e tu fazendo yoga no chuveiro
Eu quero é ver / eu quero é ver
Eu quero é ver

0 comentário sobre “Pagando Brabo

  • Diego Caetano disse:

    No meu ponto de vista, essa é mais uma das músicas motivacionais do Raul.
    na primeira estrofe ele deixa isso claro, “Eu quero é ver você sorrir
    Às 4 e meia da manhã”. Deixando claro uma situação de enfrentamento diante de um fato que poder ser triste, “o acordar cedo”, “ter que trabalhar” mesmo fazendo sem querer fazer.
    Na parte em que ele diz “Fugindo de mim, disfarçando e se escondendo no banheiro”. Creio que ele se refere a uma fuga da depressão, da solidão, fazendo o que se faz dentro de um banheiro, colocado de uma forma inteligente, “malandra”.
    O resto da letra, assim como a musicalidade é totalmente motivacional, manda você se mexer, viver, sentir, ser feliz.
    É isso.

  • Chicão disse:

    Pela primeira parte da primeira estrofe eu tenho dúvidas se ele está falando da mãe dele o esperando chegar em casa, ou se da sua mulher à época, também o esperando chegar de alguma farra a qual ela não estava presente.
    O restante da letra dá a impressão de estar tratando com sua mulher, pois ela está fugindo dele, disfarçando e se escondendo no banheiro enquanto ele deve querendo um “carinho” pra dormir .
    Outra coisa que me parece evidente é a provocação que Raul faz o tempo todo para com a esposa com a frase “eu quero é ver”. Dá a impressão que ele quer que ela tome uma postura, uma atitude.

  • Aristóteles disse:

    Gente… Ele está falando de uma bela trepada, fazendo a mulher revirar os “zóin”, seguida de repeteco no chuveiro…

  • Júlio César Américo disse:

    Raul Seixas sempre declarava seu lado romântico em suas canções,de uma forma irreverente. Uma verdadeira declaração de amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>