Ê Meu Pai

Ê, meu pai
Olha teu filho meu pai

Ê, meu pai, olha teu filho meu pai refrão
Ê, meu pai, ajuda o filho meu pai

Quando eu cair no chão segura a minha mão
Me ajuda a levantar para lutar

Refrão

Se o medo da loucura nessa estrada escura
Me afastar da luz que me conduz

Refrão

Se eu me sentir sozinho ou sair do caminho
E a dor vier de noite me assustar

Refrão

0 comentário sobre “Ê Meu Pai

  • Angélica Arruda disse:

    essa musica é bem clara. todas as vezes q a dor ou medo seja lá o que for ele sempre pede a Deus que não o abandone.

  • Natália Queiroz disse:

    O Raul era bem contraditório em relação a fé e religião, a julgar pelas suas letras. Em algumas ele parece se voltar para algo maior, o que ele entende como Deus, em outras ele desfaz e avacalha isso tudo.
    Acho que tinha sua fé, mas fazia parte de seu espírito rebelde e contestador guardá-la para sim.

    • Ailton Moraes disse:

      Boa tarde Horácio! De onde você tirou essa informação? Busquei em vários sites de busca e até uma entrevista com a segunda esposa do Raul, mas não achei nenhuma referência a respeito. Agradeço se puder compartilhar a fonte. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>