Dia da Saudade

Hoje é o dia da saudade, é!
Hoje é feriado é o dia da saudade (3x)
Hoje eu vou beber para celebrar
O aniversário de seu Gaspar
Deve ter festa em algum lugar…

Hoje é feriado é o dia da saudade (2x)

Hoje não tem aula pra garotada
Velhas de varizes na calçada,
Só na saudade
Para o campeão do melhor glutão
Um pé de macarrão
O palhaço que come lixo
Limpa a avenida para o bloco
Do chorão passar

Hoje é feriado é o dia da saudade (2x)

Para o campeão do melhor glutão
Um pé de macarrão pra ele
O palhaço que come lixo,
Limpa a avenida para o bloco do chorão passar
Hoje é feriado é o dia da saudade (6x)

0 comentário sobre “Dia da Saudade

  • Marcelo disse:

    Partindo do Gênio que foi e é o Raul Seixas, qualquer musica ou interpretação nos leva a acreditar e procurar em suas metáforas as críticas que, despercebidas e muito inteligentes, passavam pelo crivo da sensura sem serem notadas de imediato.

    (Infelizmente ainda há sensura, mas hoje em dia ou estamos mais burros intelectualmente para mandarmos para as rádios algo que nos faça raciocinar, que não seja axé, funk, pagode, ou mpb e rock popular.. ou a sensura ficou mais esperta.. depois de Raul, Elis, Chico, Gil, Belchior…)
    /
    Musica:
    “Hoje eu vou beber para celebrar
    O aniversário de seu Gaspar
    Deve ter festa em algum lugar…”
    /
    “Hoje não tem aula pra garotada”
    /
    (só pensamos em festejar e inventam feriados nada a ver “dia da Saudade”, para que não haja aula e os jovens continuem burros e felizes com o dia de lazer (Pão e Circo)”
    /
    ‘Para o campeão do melhor glutão
    Um pé de macarrão’
    /
    Infelizmente, por sermos américa Latina temos a tendência de adquirir a ‘cultura inútil’ dos EUA (Tipo Guines-Book, fazem de td, qualquer besteira pra se aparecer ou para descobrirem o sentido da vida deles.. sei lá) e por demorarmos mto para adquirimos uma identidade.

  • Eu achei interessate quando ele cita : um palhaço que come lixo, em sua última entrevista no Jô ele comenta o fato que estava perdido em uma ruela nos Estados Unidos e viu um palhaço muito bem vestido (fantasia ) e comendo lixo e ofereceu a ele e os dois comewram…ai entendi a veracidade do fato que ele cita na musica.

  • Esta música se trata de uma ironia refinada em relação ao feriado de finados.

    O “seu Gaspar” faz alusão à figura de um fantasma, daí a comemoração, é um dia dos mortos.

    O bloco do chorão com certeza seria um procissão, que é muito comum em cidades do interior.

    E no final da musica ele propõe mais alguns feriados que são tão irrisórios quanto esse, como o dia de pular como um canguru ou fazer cócegas no pé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>