Água

Pato Fu

0 comentários

Nóis mora aqui no poeirão
Nóis mora aqui no poeirão
Nóis mora aqui no poeirão
E existe todo dia uma hora da noite
Em que um trem no meu peito me diz:
A água um dia vai cair
Lá do céu azulzim
E com certeza vai estar
Molhadinha
E aqui vai virar um lamão
E nessa hora eu não quero nem saber
Quem foi que escolheu morar aqui
Tudo o que sei é que não fui eu,
Não fui eu, não, sim sinhô!
Por aqui o melhor e mais completo
Vamo logo ser direto:
Tá em falta, tem mas acabou…
E o meu sonho de consumo
Tem que encomendar primeiro
E esperar um ano inteiro
Ainda rezando pra chegar
Cê pode arranhar o chão, por a cabeça nas mão
Mas volta e meia eu sinto esse trem:
A água um dia…




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *