O Rappa

A Noite

À noite, quando o calor se mistura com a luz da tv preto e branco
À noite, eu quieto dentro de casa ouvindo rajadas de bala
À noite, fatos ruins do jornal se unem ao meu cansaço
À noite, o mesmo corpo cansadão
As vezes se perde de frente a saída

Mesmo assim eu paro e agradeço
Por eu não fazer do rancor minha vida
Por eu ainda acreditar no poder
Do amor revolucionário e salvador
Amor que me tirou a arma da mão
E me deu mais essa canção

Um comentário sobre “A Noite

  • ”À noite, quando o calor se mistura com a luz da tv preto e branco.. À noite, eu quieto dentro de casa ouvindo rajadas de bala”
    Acho que diz sobre um cidadão que vive na favela, pois no meu ponto de vista a maior parte das pessoas que vive na favela nao tem condiçoes de comprar uma tv colorida e nem um ventilador ..

    ”À noite, fatos ruins do jornal se unem ao meu cansaço À noite, o mesmo corpo cansadão
    As vezes se perde de frente a saída”
    Acho que ele passa uma critica a midia, pois nela passa muitas reportagens de assassinato, tragedia entre outras coisas, e tem as novelas sempre passando uma mensagem ruim pra sociedade, e não passa reportagens para nossa paz de espirito…

    ”Mesmo assim eu paro e agradeço
    Por eu não fazer do rancor minha vida
    Por eu ainda acreditar no poder
    Do amor revolucionário e salvador
    Amor que me tirou a arma da mão
    E me deu mais essa canção”

    Acho que aqui é uma coisa que todos nós deveriamos fazer, acreditar no amor revolucionario e salvador, um amor que faz voce andar pra frente sem passar por cima de ninguem.. sempre ajudando o proximo a ir pra frente tambem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>