Natiruts

Princesa do Cerrado

Ilhabela
Um canto de paz pra ela
Que veio na primavera
Povoar seu sonho

Aquarela
Tingir de amor a tela
Que era a sua vida
Antes dela chegar

Princesa do cerrado veio lhe ensinar
Que à noite é feita só para se encantar

Ia ela
Andando na passarela é pura mandinga
O seu rico gestual
Foi com ela
No escuro, a pé, na sela
Andou na caatinga, aprendeu o que se plantar

Princesa do cerrado veio lhe ensinar
Que a noite é feita só para se encantar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>