Leviatã

Natiruts

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
É o que te ensina a agir

Lobo na pele de lã
Estende a mão pra te ajudar
Vende uma idéia vã
Que vai te cegar
E sem se dar conta
Você vai concordar

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
Quem sabe a sua história
Saberá seguir

A serpente e a maçã
Estão aí pra te enfeitiçar
De uma nação vilã
Que diz te salvar
Se faz democrata e é também
A que escraviza e mata

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
É o que te ensina a agir

Nas garras do Leviatã
O teu algoz se diz redentor
Faz que te abraça e é teu fã
Mas quer te roubar
E a boca que beija
Vai te difamar

Use a inteligência agora
Pelo mundo afora
Saiba quem te adora
E quem quer te ver partir
O sentimento mora no coração
É o que te ensina a agir

0 comentário sobre “Leviatã

  • Jackson disse:

    Essa letra coloca o indivíduo a refletir sobre o que realmente tem valor em sua vida, incentivando a usar uma inteligência livre, ou seja, não manipulada por um sistema. Essa reflexão livre, resulta em não aceitar padrões que este mundo tem como certos.

    Ele cita diversos exemplos de como muitas vezes, sem saber, vivemos manipulados sem perceber “Lobo na pele de lã, A serpente e a maça, Seu Algoz se diz redentor”

    E no refrão:

    Use a inteligência agora
    Pelo mundo afora
    (Seja livre e independente em suas decisões)
    Saiba quem te adora
    E quem quer te ver partir
    (Sendo livre escolha quem e o que faz parte da sua vida)
    O sentimento mora no coração
    (Só você é capaz de saber isso)
    Quem sabe a sua história
    Saberá seguir
    (E quem realmente te conhece e anda com você sempre prevalecerá ao seu lado)

    Essa é minha interpretação.

    Abraços e positividade a todos!!!!

  • Carlos Macedo disse:

    Eu concordo em parte com o comentário de Jackson, embora eu acredite que a música é mais específica, falando dos Estados Unidos. No trecho “De uma nação vilã / Que diz te salvar / Se faz democrata e é também / A que escraviza e mata” fica mais claro isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>