Natiruts

Eu Eternamente Cantarei a Paz

Quando surgir um tempo de esperança
Não vá pensar, não vá pensar
Que ao virar a esquina haverá mudança
Brilharemos pelos que virão por causa de nós
E da intervenção divina
Que abençoou a claridez da nossa sina
Canções ao violão libertando o coração
Deus perdoe a pobreza da nobreza
Deus proteja a vida de quem quer que seja
Eu eternamente cantarei a paz
Eu eternamente cantarei amor[
Eu etenamente cantarei para você mãe natureza
E quando o amor bater não vou deixar fugir
E a luz da esperança vai reacender
Do infinito a força para reagir e sumir com a dor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>