Moraes Moreira

Lá vem o Brasil descendo a ladeira

Quem desce do morro
Não morre no asfalto

(BIS)

Lá vem o Brasil,
Descendo a ladeira

Na bola, no samba,
Na sola, no salto

Lá vem o Brasil,
Descendo a ladeira

Da sua escola é passista
De primeira

Lá vem o Brasil,
Descendo a ladeira

No equilíbrio da lata
Não é brincadeira

Lá vem o Brasil,
Descendo a ladeira

E toda a cidade
Que andava quieta

Naquela madrugada
Acordou mais cedo
Arriscando um verso
Gritou o poeta
Respondeu o povo
Num samba sem medo

E enquanto a mulata
Em pleno movimento
Com tanta cadência
Descia a ladeira

A todos mostrava
Naquele momento
A força que tem a mulher brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>