Veja Bem, Meu Bem

12 comentários

Los Hermanos

Veja bem, meu bem
Sinto te informar que arranjei alguém
pra me confortar.
Este alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você
nestes braços tais.

Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel, mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.

Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.

E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.

Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado saudade.


12 comments on “Veja Bem, Meu Bem

  1. Mariana disse:

    a música fala de uma pessoa que fica muito sozinha sem seu conjuge, e que encontra alguém para confortá-la, mas no fim da música explica que esse alguém é a saudade.

  2. Alberto Hafid disse:

    Fala de alguém que está longe do se Cônjuge(somos no papel), que viajou, provavelmente volta, fala que a traiu porém na última, revela que a traição foi sutil, apenas a trocou pela saudade, a saudade é o alguém falado na composição.

  3. Bianca disse:

    Belíssima composição!

  4. Arianne disse:

    A letra da música relata um relacionamento que desgastou , e um dos dois ,não se doa para a relação dar certo , durante a musica ele relata vários motivos , por ele ter abandonado a pessoa ..
    No final ele diz :- Veja bem além destes fatos vis.( de tudo que ele se referiu no inicio da musica )
    Saiba, traições são bem mais sutis.(ele diz , que se ela tivesse traido , seria mas aceitável , seria mas simples )
    Se eu te troquei não foi por maldade.
    Amor, veja bem, arranjei alguém
    chamado saudade.( ele a trocou nao por outra pessoa ,mas pelo sentimento )

  5. Dany disse:

    Quando ele cita em um trecho que as traições são mais sutis não creio que ele queira dizer que são mais aceitáveis, e sim que costumam ser tratadas de forma mais direta, menos poetizada, por serem mais ‘dolorosas, então devem ser tratadas da forma mais simples possível.

  6. João Augusto disse:

    Na minha opinião, essa musica fala sobre um relacionamento que acabou por culpa e falta de compromisso da pessoas a quem a letra se refere.
    A pessoa que narra a musica que pra mim parece muito com uma carta deixou bem claro que não queria terminar e que ainda a ama por isso não buscou outra pessoa e se confortou na saudade.

  7. Brenda disse:

    O eu-lírico tá falando pra alguém que tá longe. Mesmo gostando, a ausência do outro (“somos no papel, mas não no viver.”) deixa ele confuso (deixa o coração neste leva e traz.)
    Ele faz um jogo com a mente da outra pessoa, deixando ela acreditar que houve uma traição e, só no último parágrafo, revela que não houve traição, que o 3º da história é na verdade a Saudade.

  8. jasiel disse:

    Tem muito haver com a modernidade e as vidas corridas, mal vividas, relações técnicas com prática evasivas e fúteis ( oi quero fazer amor); em que até as teorias de um casal normal aceitável foram ignoradas , sem espaço pra improvisos, como Ariane falou… esse foi um relacionamento desgastado, e como ninguém fica só nessa vida, a solidão fez da saudade algo confortável, foi alguém aceitável pra fazer companhia.

    “E eu nunca vou te esquecer amor,
    Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.
    Veja bem além destes fatos vis.
    Saiba, traições são bem mais sutis.
    Se eu te troquei não foi por maldade.
    Amor, veja bem, arranjei alguém
    chamado saudade.”

  9. Margarida. disse:

    A interpretação dessa música significa um término de um relacionamento, onde que a moça/moço da história arranja alguém para suprir a sua ”carência” sua necessidade de receber amor. Porém ela ainda o ama, e esse alguém é só pra substituir, por isso ela fala ”Arranjei alguém chamado saudade”… Mas ela não o esqueceu, e o trocou por uma necessidade de ter alguém.

  10. Mariana disse:

    Acredito que essa letra se refere a um relacionamento desgastado pelo tempo. O eu-lírico revela em seu sofrimentom, que vê claramente como o sentimento de seu parceiro por ele diminuiu (ou perdeu a cor). Com isso, ele sente dor, por amar demais seu cônjuge e ver que isso não é mais recíproco. Há um uma inquietude em apenas se conformar e se confortar no fato de “ser deixado” (entre aspas mesmo) pelo seu parceiro; sentindo saudades ao comparar o passado com o que vive no presente, resolve se reconhecer e se assumir dentro da saudade, até mesmo para se aproximar de forma imaginária de seu amado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.