Kell Smith

Mudei

Eu achava coisas que eu não acho mais 
Cabia em roupas, sentimentos que já não me servem mais 
O tempo corria e eu me sentia sempre um passo atrás 
Na pressa, em busca do que me traria paz 
Preencher vazios, tornar sonhos reais 
Mas o medo é sim meu inimigo de outros carnavais

Tudo muda, até as estações 
Serve de esperança aos corações

O ontem passou 
E o amanhã ainda não é meu 
Tudo que mudou 
Me transformou no que hoje sou eu

Eu achei que nunca fosse superar 
A dor que é perder alguém e ter de continuar 
Mas sou bem mais forte do que eu poderia imaginar 
Pensei mais de um milhão de vezes em parar 
Em desistir de mim por não acreditar 
E hoje eu sou o meu melhor motivo pra comemorar

Tudo muda, até as estações 
Serve de esperança aos corações

O ontem passou 
E o amanhã ainda não é meu 
Tudo que mudou 
Me transformou no que hoje sou eu

O ontem passou 
E o amanhã ainda não é meu 
Tudo que mudou 
Me transformou no que hoje sou eu 
E o presente é o presente que a vida me deu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>