Sociedades Humanóides Fantásticas

Júpiter Maçã

1 comentários

Eu já nasci desencarnado
Com o corpo e a alma lado a lado
Do mesmo jeito que eu e você
São todos robôs KYZ

Somos humanóides programados
Pra povoar os planetas alcançados
Cuidamos dos bichinhos dos humanos
Lagartixas, coelhinhos, pelicanos

Crianças lunáticas
Civilizações tão plásticas
Tendências mais práticas
Sociedades humanóides fantásticas

Quando o homem chegou a lua em 1969
Eu tava no saco de um robô
Um espermatozóide eletrônico
Cheio de porrinhas na cuca

Morava no laboratório Scrocktchsh
Morava no laboratório Scrocktchsh
It’s a Skylab
Skylab, Skylab, Skylab

Trabalhamos nas colônias de marte
Nos injetamos freakium em saturno
Obviamente nos amamos em vênus
Onde costumamos curtir música no MC Cactus Nightclub

Crianças lunáticas
Civilizações tão plásticas
Tendências mais práticas
Sociedades humanóides fantásticas




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Um comentário para a letra “Sociedades Humanóides Fantásticas

  1. Willian de Sousa Silva disse:

    Das doses cavalares de psicodelia e das diferentes fontes das quais Júpiter bebeu no “A Sétima Efervescência…”, essa foi uma das mais ousadas em meu ponto de vista…A música lembra o Hawkwind, banda dos anos 70, liderada por Lemmy (Mötörhead); pesada, carregada de efeitos e letra de conteúdo oniricamente astronômico; uma brincadeira com todos os humanos programados que somos desde o início da revolução industrial…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.