Cai, cai

Cai cai, cai cai 
Eu não vou te levantar 
Cai cai, cai cai 
Quem mandou escorregar (bis)

Cai a chuva no telhado, 
Teu olhar caiu no meu 
Cai a cinza do passado 
Sobre um sonho que morreu 

Cai cai, cai cai 
Eu não vou te levantar 
Cai cai, cai cai 
Quem mandou escorregar (bis)

Muita gente cai à toa, 
Outros caem com razão 
A saudade é uma garoa 
Dói em tudo, coração  

Cai cai, cai cai 
Eu não vou te levantar 
Cai cai, cai cai 
Quem mandou escorregar (bis)

Cai a rosa da roseira, 
Cai do bonde o passageiro, 
Pra morena mais faceira, 
Do meu bolso cai dinheiro 

Cai cai, cai cai 
Eu não vou te levantar 
Cai cai, cai cai 
Quem mandou escorregar

Aurora

Se você fosse sincera
Ô ô ô ô Aurora
Veja só que bom que era
Ô ô ô ô Aurora

Se você fosse sincera
Ô ô ô ô Aurora
Veja só que bom que era
Ô ô ô ô Aurora

Um lindo apartamento
Com porteiro e elevador
E ar refrigerado
Para os dias de calor
Madame antes do nome
Você teria agora
Ô ô ô ô Aurora

Pierrô Apaixonado

Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando
Acabou chorando

A colombina entrou num botequim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: Pierrô cacete
Vai tomar sorvete
Com o arlequim

Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim
Levando esse grande chute
Foi tomar vermute
Com amendoim