Ivete Sangalo

Não Precisa Mudar

Não precisa mudar
Vou me adaptar ao seu jeito
Seus costumes, seus defeitos
Seus ciúmes, suas caras, pra que mudá-las?

Não precisa mudar
Vou saber fazer o seu jogo
Saber tudo do seu gosto
Sem deixar nenhuma mágoa, sem cobrar nada.

Se eu sei que no final fica tudo bem
A gente se ajeita numa cama pequena
Te faço um poema, te cubro de amor.

Então você adormece
Meu coração enobrece
E a gente sempre se esquece
De tudo que passou. (2x)

Oooh..

Não precisa mudar
Vou me adaptar ao seu jeito
Seus costumes,seus defeitos
Seus ciúmes, suas caras, pra que mudá-las?

Não precisa mudar
Vou saber fazer o seu jogo
Deixar tudo do seu gosto
Sem guardar nenhuma mágoa, sem cobrar nada.

Se eu sei que no final fica tudo bem
A gente se ajeita numa cama pequena
Te faço um poema e te cubro de amor.

Então você adormece
Meu coração enobrece
E a gente sempre esquece
De tudo que passou

Então você adormece
Meu coração enobrece
E a gente sempre se esquece
De tudo que passou…(3x)
De tudo que passou…

Se eu sei que no final fica tudo bem
A gente se ajeita numa cama pequena
Te faço um poema e te cubro de amor

Então você adormece
Meu coração enobrece
E a gente sempre se esquece
De tudo que passou…

De tudo que passou…

[Saulo]Não precisa mudar
[Ivete]Ah! Eu sei que não precisa mudar
[Saulo]Não precisa mudar
[Ivete]Não, não uuuhh

0 comentário sobre “Não Precisa Mudar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>