Fagner

Difícil Acreditar

A vida ensinou-me a ser forte
Na hora em que eu mais devia ser
Venci montanhas, raios e moinhos
Sem me abater

Fui aprendendo a ser destemido
Vivendo além do que se pode ser
E resistindo a mares tão bravios
Querendo viver

Assim eu fui em frente, sem me perder jamais
E mesmo indo embora ficava muito mais
Você me ensinava a não querer fugir nem mais um dia

E mesmo indo em frente, sem ter onde chegar
Com tudo diferente no mesmo lugar
Você me esperava e sempre estava assim como eu queria

Cruzei três vezes o mesmo horizonte
Não te perdi de visto nem aí
Na volta é que se acha o caminho que tem que seguir

A vida me deixou bem mais sincero
E tu que me fizeste não mudar
E mesmo olhando assim, a vida é diferente
Não era tão difícil acreditar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>