A Verdade a Ver Navios

Engenheiros do Hawaii

7 comentários

na hora "h"
no dia "d"
na hora de pagar pra ver
ninguém diz o que disse
(não era bem assim)

na hora "h"
no dia "d"
na hora de acender a luz
ninguém dá nome aos bois
(tudo fica pra depois)

na hora "h"
no dia "d"
ninguém paga pra ver
tudo fica prá trás
(querem mais é esquecer)

mas é impossível repetir
o que só acontece uma vez
é impossível reprimir
o que acontece toda vez
que alguém acorda
porque já não aguenta mais
e a corda arrebenta
no lado mais forte

é muito engraçado
que todos tenham os mesmos sonhos
e que o sonho nunca vire realidade

é muito engraçado
que estejam do mesmo lado
os que querem iluminar
e os que querem iludir

é muito engraçado
que todo mundo tenha
armas capazes de tudo
de todo mundo acabar
no dia "d", na hora "h"

mas é impossível repetir
o que só acontece uma vez
é impossível reprimir
o que acontece toda vez
que alguém acorda
porque já não aguenta mais
e a corda arrebenta
no lado mais forte

é impossível repetir
o que só acontece uma vez
é impossível reprimir
o que acontece toda vez
que chega a hora
de dizer chega…

…a hora…
…de dizer chega…

não pagar pra ver
a verdade a ver navios
onde já se viu?




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 comentários para a letra “A Verdade a Ver Navios

  1. Marcos Villas-Bôas disse:

    Para mim entender o que se diz na música, eu comparei com um fato quase atual: o mensalão.
    na estrofe:
    “na hora “h”
    no dia “d”
    na hora de pagar pra ver
    ninguém diz o que disse
    (não era bem assim)”
    os políticos quando estão como réus, prestes a serem cassados, muitas vezes renunciam ou desmentem o que está provado dizendo “não era bem assim”.
    já nesses versos:
    “porque já não aguenta mais
    e a corda arrebenta
    no lado mais forte”
    mostra o poder que as autoridades tem de nos fazerem fracos diante deles.

  2. A letra fala da posição de omissão que muitos preferem adotar quando se tem que falar algo ou tomar alguma posição.
    Também fala que é impossivel ficar isento quando percebemos como as coisas são. Quando o tempo da revolta chega e a pessoa desperta, não dá pra voltar atrás.
    Depois de perder a ingenuidade, não tem mais volta.

    Claudio Machado
    claudio.machado.2008@hotmail.com
    http://direitosautoraiseregistrodeobras.blogspot.com

  3. Marcos disse:

    A música fala da relação povo/poder. Quando o Humberto fala que a corda arrebenta do lado mais forte, ele diz que o povo é sim o lado mais forte, é quem dá o poder aos governantes, mas a corda sempre arrebenta do seu lado, e seguem os absurdos políticos no nosso país. Depois Humberto ironiza essa “fragilidade” do povo, afinal é muito engraçado que todos tenhamos os mesmos sonhos, sonhos de ter um país melhor, e que o sonho nunca vire realidade.

  4. Marcelo Reis disse:

    Acho que a música tem um fundo político sim, mas fala sobre a hipocrisia de maneira geral. Mesmo em nossos atos cotidianos, professamos ideais que nós mesmo não temos capacidade e nem vontade de concretizar – todos temos os mesmos sonhos, mas o sonho nunca vira realidade. A hipocrisia é impossível de reprimir, por mais que se queira fazer diferente. E de vez em quando damos a desculpa que “é só dessa vez”; ironicamente, a letra fala que é impossível repetir o que acontece “só uma vez”. O jogo da hipocrisia envolve iluminar (no sentido de dar uma aparência, uma imagem) e iludir (ocultar os problemas). No fim, ninguém paga pra ver, todos aceitamos tacitamente o jogo de conveniências e conivências, e a verdade fica a ver navios.

  5. Marcos Lupp disse:

    A letra fala sobre a forma de fazer política, sobre essa politicagem surreal e como os governos funcional. É engraçado que todo mundo tenha armas capazes de tudo mas ninguém inicie uma guerra nuclear. É muito engraçado que petistas e tucanos, por exemplo, tenham o mesmo sonho, façam as mesmas promessas, mas os deputados e senadores do partido perdedor na eleição presidencial fiquem barrando projetos de interesse social por simples interesse político. E nesse contexto todos querem te iluminar te iludindo.

  6. Marcos Lupp disse:

    Me esqueci de comentar na análise anterior. A corda arrebenta do lado mais forte. As pessoas que tem o poder de fazer acontecer os sonhos de todo mundo, “dão pra trás” na hora h no dia d

  7. Nathan disse:

    Essa canção resume toda a hipocrisia politica praticada neste país, desde sua formaçao como republica.
    O verso – “e a corda arrebenta no lado mais forte” – deixa isso evidente. Toda a literatura trata o POVO como o dono do poder e o estado submisso ao povo e trabalhando para ele. Portanto o povo é o lado mais forte. E é esse lado que infelizmente enxerga a verdade a ver navios desde sempre