3 x 4

Diga a verdade
Ao menos uma vez na vida
Você se apaixonou
Pelos meus erros

Não fique pela metade
Vá em frente, minha amiga
Destrua a razão
Desse beco sem saída

Diga a verdade
Ponha o dedo na ferida
Você se apaixonou
Pelos meus erros

E eu perdi as chaves
Mas que cabeça a minha
Agora vai ter que ser
Para toda a vida

Somos o que há de melhor
Somos o que dá pra fazer
O que não dá pra evitar
E não se pode escolher

Se eu tivesse a força
Que você pensa que eu tenho
Eu gravaria no metal da minha pele
O teu desenho

Feitos um pro outro
Feitos pra durar
Uma luz que não produz
Sombra

Somos o que há de melhor
Somos o que dá pra fazer
O que não dá pra evitar
E não se pode esconder

0 comentário sobre “3 x 4

  • José Augusto disse:

    essa é uma das poucas do engenheiros que fala sobre o amor.

    A letra ali do lado ta bastante errada, o certo é:

    Diga a verdade
    Ao menos uma vez na vida
    Você se apaixonou
    Pelos meus erros

    Não fique pela metade
    Ponha o dedo na ferida
    Destrua a razão
    deste beco sem saída

    Diga a verdade
    ponha o dedo na ferida
    voce se apaixonou
    pelos meus erros

    E eu perdi as chaves
    mas que cabeça minha
    agora vai ter que ser
    para toda a vida

    Somos o que há de melhor
    Somos o que dá pra fazer
    o que não dá pra evitar
    e não se pode esconder

    Se eu Tivesse a Força
    Que Você Pensa,
    Que Eu Tenho,
    Eu Gravaria no Metal.
    Dá Minha Pele!
    o teu Desenho…

    Feitos um pro outro
    feitos pra durar
    uma luz que não produz
    sombras

    3×4 é uma brincadeira com o rítmo da musica

  • Judson Coelho disse:

    O título ñ tem a ver c o rítmo da música, mas sim c a dimensão da foto mesmo, 3×4 seria a proporção perfeita aludindo a um amor perfeito “uma luz que não produz sombras”

  • essa musica ele fez em 1999 para sua mulher a musica fala sobre o inevitavel, Humberto acredita q as melhores coisas da vida simplesmente acontecem são inevitaveis como o amor dele com Adrine Sesti.

  • Amar alguém não significa achar a pessoa perfeita e admirar suas qualidades.. Afinal, qualidades boas todos admiram. O q nos torna um ser único são as nossas imperfeições. E são justamente por esses “erros” q nos apaixonamos.. muitas vezes, temos de admitir, o amor nos prega uma peça e amamos um carinha q não eh lá esse príncipe q vc tinha sonhado.. mas, eh o cara q vc gosta, cm akeles defeitos q só ele tem.. Então, admita, diga a verdade, rompa a barreira da razão, perca as chaves e viva um amor pra vida toda!!
    ‘uma luz q não produz sombra’ – luz infinita, sem obstáculos.. lembre, só há sombra qndo há uma barreira’
    3×4 – Acho q tem a ver com identidade.. parece idiota, mas ao falar dos defeitos q nos fazem únicos.. faz algum sentido, não acha?!

    17
  • Alexander disse:

    Putz.. não sei se to viajando mas ai vai minha interpretação:

    Diga a verdade
    Ao menos uma vez na vida
    Você se apaixonou
    Pelos meus erros (ele fala pra ela ser sincera e engolir o orgulho confessando que ama ele daquele jeito mesmo)

    Não fique pela metade
    Ponha o dedo na ferida
    Destrua a razão
    deste beco sem saída (diz pra ela não se segurar e dizer tudo que sente, falando dos erros dele para acabar de vez com esse impecilho entre eles)

    Diga a verdade
    ponha o dedo na ferida
    voce se apaixonou
    pelos meus erros

    E eu perdi as chaves
    mas que cabeça minha
    agora vai ter que ser
    para toda a vida (ele é irônico quando fala que perdeu as chaves “do coração”, dando entender que ama ela e não vai desirtir por nada)

    Somos o que há de melhor
    Somos o que dá pra fazer
    o que não dá pra evitar
    e não se pode esconder (eles juntos são tudo de bom, seriam perfeitos “o q da pra fazer”, e mesmo que queiram não conseguem esconder)

    Se eu Tivesse a Força
    Que Você Pensa,
    Que Eu Tenho,
    Eu Gravaria no Metal.
    Dá Minha Pele!
    o teu Desenho… (ela acha que ele não ta nem ai pro amor dos dois e sendo assim faz coisas que machucam ele de verdade)

    Feitos um pro outro
    feitos pra durar
    uma luz que não produz
    sombras (como disse antes, são perfeitos um pro outro, e quando ele diz: “uma luz que não produz sombra”, fala que entre os dois não tem o lado do mal (escuridão, trevas, coisas ruins) é um amor que só gera o bem.

    Flw.. abraço

  • Loreley disse:

    Na verdade, o próprio Humberto já esclareceu que a citação “perder as chaves” não é uma metáfora, mas a reprodução do que aconteceu na primeira vez em que ele foi à casa da Adriane e no fim do encontro descobriu que tinha perdido as chaves de casa, ou seja, queria causar uma boa impressão em todo o mundo e no final das coisas fez a família da moça ficar arrastando móveis para procurar um chaveiro com um personagem da Disney que agora não lembro qual, mas diz ele que naquele momento percebeu que “seria mesmo para toda a vida”… Lindo, não?

  • Narcisio disse:

    Se apaixonar pelos erros de alguem parece um “beco sem saída”. Pior, reconhecer isso é “pôr o dedo na ferida”. O eu-lirico parece jogar esse fato na cara de sua amada, porque esse alguem talvez esteja chateado com algum erro seu. Mas ela vai além: pede pra que ele mude, ao que ele rebate: “Se eu tivesse a mesma força que você pensa que eu tenho”. O locutor ainda para se justificar diz que dá o melhor dele. Apesar dessa versao destoar um pouco diferente daquela que conheço, entendo que o autor quer dizer que somos o que há de melhor em nós, “somos quem podemos ser”. Nesse caso tal argumento justificaria nossas falhas.

  • É dedicada a esposa de Humberto,Adriane.
    que pra ele é “uma luz que não produz sombra”, ele perdeu as chaves na primeira vez que foi a casa dela, fato que toma como uma premonição que não teve na hora do “para toda vida”, o que mais eles são, ele conta cantando.

  • ah, “você se apaixonou pelos meus erros” é relacionado com a perda das chaves…
    é tudo uma coisa só, se apaixonar pelos erros, perder as chaves, é tudo uma luz que não produz sombra, é tudo Adriane.

  • Daniella Souza disse:

    3×4 é simplismente o tipo de fotografia que usamos para documentos, como RG e Carteira de Trabalho (que agora é digital). Nesse tipo de foto, às vezes, não gostamos de como elas ficam (feias, com um perfil não muito bom, muito pálido, etc) e não há como mudar, é algo ”permanente”. É como se nossos defeitos estéticos ficassem à mostra, não podendo esconder. Gostando ou não, esse é Você na imagem.
    E resto já foi dito: a música foi feita para a sua esposa, que logo no primeiro encontro conheceu um de seus defeitos (descuidado) e que esses mesmos defeitos conquistaram-a (qual mulher não acharia engraçado o homem perder as chaves cujo o chaveiro era de um personagem infantil?). Conta, simplismente, detalhes da vida do casal. Detalhes esses que constroem a relação.
    Linda canção, linda declaração.

  • Bruno Martelli disse:

    Há um tempo analisando essa letra escrevi uma interpretação, espero que gostem e entendam;

    ‘3×4’

    Certo dia estava separando alguns documentos e vi o quanto as fotos 3×4 são feias, é impossível estar bonito em uma foto de identidade.

    Fotos 3×4 são as únicas que apontam nossos defeitos verdadeiros, por elas podemos ver detalhes que muitas vezes passam sem importância, o olho mole, a ruga nova, o queixo pra dentro, o nariz torto. Por elas conhecemos a fundo nossas imperfeições físicas, por elas vemos que até o mais perfeito ser humano possui falhas.

    Através das fotos 3×4 também vemos qualidades que se perdem na rotina do dia-a-dia, detalhes como a cor dos olhos, o brilho do cabelo, o tom da pele, a delicadeza dos traços.

    Portanto devemos dar o devido valor a quem conhece a nossa 3×4, pois conhece nossos defeitos e enxerga nossas qualidades.

    Se alguém se apaixona por sua 3×4 dê valor, pois é algo muito mais complexo que uma foto manipulada de perfil.

  • Monalisa disse:

    3×4 = Quer dizer amor de verdade, alguém que ama com todos os defeitos, erros e qualidades que a pessoa possui. Afinal, a foto 3×4 é a única em que podemos ver como realmente somos, com nossas imperfeições. Umas das melhores deles..!

  • Ana Clara Luz disse:

    “Uma luz que não produz sombra”. Acredito que pode haver mais de uma interpretação. Uma delas é de que essa luz mostra como realmente somos, nossas imperfeições no perfil fotográfico 3×4, nossos defeitos e qualidades como pessoa. E de que quando há amor verdadeiro, não há sombra, não há maldade, nem obscuridade. E sim clareza, e verdade.

  • Letícia disse:

    Eu perdi as chaves, mas que cabeça a minha: No primeiro encontro dele com sua atual esposa ele perdeu as chaves de casa e teve de dormir na casa dela. Po isso o ” Agora vai ter que ser para toda a vida”, e em “Umanluz que não produz sombra” quer dizer que o amor deles é tao radiante que não há nada de maldade e ilusão.

  • Essa música uma das mais belas canções compostas por 1berto gessinger nos faz viajar nas entrelinhas de uma estória em que muitas vezes ‘ perder as chaves” parece algo que nos deixa tando do lado de dentro como do lado de fora de um ambiente, se trancados somos escravos se do lado de fora estamos livres porém longe de quem queremos vê, então, mesmo com os nossos defeitos tentamos ser o que há de melhor para o outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>