Dick Farney, Norma Bengell

Você


Você, manhã de todo meu
Você, que cedo entardeceu
Você, de quem a vida eu sou
E sei, mas eu serei
Você, um beijo bom de sol
Você, de cada tarde vã
Virá sorrindo de manhã

Você, um riso rindo a luz
Você, a paz de céus azuis
Você, sereno bem de amor em mim

Você, tristeza que eu criei
Sonhei, você pra mim
Vem mais pra mim, mais só

Você …
Você …
“Voxê” …

Você …
Você …
Você …

Você, um riso lindo a luz
A paz de céus azuis
Você, sereno bem de amor em mim

Você, tristeza que eu criei
Sonhei, você pra mim
Vem mais pra mim, mas só

Vem mais pra mim,
Vem mais pra mim, mas só

Mas só …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>