Sonho Médio

Dead Fish

Álbum da letra: SONHO MÉDIO

Ano de lançamento: 1999

7 comentários

Amanheceu mais uma vez
É hora de acordar para vencer
E Ter o que falar
Alguém para mandar, uma vida pra ordenar
Poder acumular e ai então viver
Viver e prosperar, mais nada a pensar
Me myself and I, e assim permanecer
Credicard e status quo que é tudo que penso ser
Ilusão é questionar

O sonho médio vai, vai te conquistar
E todo dia iremos juntos ao shopping pra gastar

Ter e sempre acreditar, princípio meio e fim
A hipocrisia vai vencer, vou sorrir pra você
Será uma festa em meio ao caos e as pessoas feias pagarão
Pois somos os eleitos, pelo menos achamos ser
Nossa raça é superior, mas vou fingir ser daquela cor

Roberto Campos é o nosso gurú
E para sempre seremos liberais pra trabalhar, pra viver!
Não me importa se meus filhos não terão educação
Eles tem é que Ter dinheiro e visual
O sonho médio vai, vai te conquistar
Mentalidade de plástico e uma imagem a zelar




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 comentários para a letra “Sonho Médio

  1. Digo disse:

    Esse som é um dos mais fodas que já ouvi. O SONHO MÉDIO seria o padrão de vida que as pessoas buscam, movidas principalmente pelo espírito capitalista que consiste em TER e não SER…

    2
    1
  2. J E H disse:

    O Sonho Médio seria o padrão de vida introjetado nas nas pessoas, pessoas estas que faço a suposição de serem classe trabalhadora, buscando reproduzir um modo de vida faustoso similar ao da classe dominante .
    “Amanheceu mais uma vez
    É hora de acordar para vencer
    E Ter o que falar
    Alguém para mandar, uma vida pra ordenar”

    Esse trecho tem um sentido de critica de que as formas de trabalho em nosso sistema levam a uma hierarquização e relações de dominação.

    Poder acumular e ai então viver
    Viver e prosperar, mais nada a pensar
    Me myself and I, e assim permanecer
    Credicard e status quo que é tudo que penso ser
    Ilusão é questionar

    Como em outros trechos o individualismo/egoísmo leberal é críticado de forma ironica. No trecho abaixo também ressalta a relação trabalho / liberalismo. Liberal, a grosso modo, a favor do mercado em detrimento com o da socieadade.
    E para sempre seremos liberais pra trabalhar, pra viver!
    Roberto Campos era o ministro planejamento na época da ditadura, foi deputado e senador também, além de economista liberal.

    • Giu disse:

      Na parte que ele diz: “ter o que falar”, ele critica também a forma como as pessoas se relacionam. Diz que tudo é baseado em “fofoca”, ou seja, como se fosse mais importante o que se fala do que o que se é, realmente. Inclusive, faz alusão a questão do visual e o que as pessoas mostram ser para os outros, como se o objetivo fosse esse.
      A questão do status quo e o capitalismo, faz menção a necessidade de manter essa situação, sem questionar. Como se o modo de vida fosse esse e não existisse alternativa. Até pq as pessoas não querem uma alternativa. Elas querem prosperar nesse estado.

  3. Angelo Rocha disse:

    Uma coisa que não ficou claro pra mim na letra e quando ele menciona Roberto Campos, nesse caso, ele trata como sarcasmo?

  4. Suelen disse:

    Como o neoliberalismo é representada na música?

  5. boa a representatividade da letra, bem elaborada