Categorias
Cyro Monteiro

Falsa baiana

Baiana que entra na roda, só fica parada
Não canta, não samba, não bole nem nada
Não sabe deixar a mocidade louca

Baiana é aquela que entra no samba
De qualquer maneira
Que mexe e remexe, dá nó nas cadeiras
E deixa a moçada com água na boca

A falsa baiana quando cai no samba
Ninguém se incomoda, ninguém bate palma
Ninguém abre a roda, ninguém grita ôba
Salve a Bahia, Senhor

Mas a gente gosta quando uma baiana
Quebra direitinho, de cima embaixo
Revira os olhinhos e diz
Eu sou filha de São Salvador
Eh, eh meu Senhor