Chico Buarque

A Foto da Capa

O retrato do artista quando moço
Não é promissora, cândida pintura
É a figura do larápio rastaqüera
Numa foto que não era para capa
Uma pose para câmera tão dura
Cujo foco toda lírica solapa

Era rala a luz naquele calabouço
Do talento a clarabóia se tampara
E o poeta que ele sempre se soubera
Claramente não mirava algum futuro
Via o tira da sinistra que rosnara
E o fotógrafo frontal batendo a chapa

É uma foto que não era para capa
Era a mera contracara, a face obscura
O retrato da paúra quando o cara
Se prepara para dar a cara a tapa

0 comentário sobre “A Foto da Capa

  • Mauro Wunderlich disse:

    Essa música, composta nos anos 90, fala da juventude do autor, em que na adolescência, participou, em 1961,junto com amigos, de uma molecagem, como furtar carros, e sair dirigindo pela madrugada paulista. Mera brincadeira de adolescentes, sem intenção de apropriação indébita.
    Numa dessas vezes, porém, foi pego pela polícia e fichado.
    Já na idade adulta, a foto que foi tirada pela polícia nos anos 60 foi recuperada, e o artista ilustra a capa de seu disco “Paratodos” com ela e compôs a música que faz parte do disco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>