Ana Carolina

Personagem

Você se vê
Por trás de um personagem
Ele não cabe em você
Não leve a mal te entender
Quem sabe eu sei
Quem sabe eu sei
Sempre ouvindo
Todas as outras pessoas
Mas quase nunca você
Não leve a mal, mesmo sem te conhecer
Eu posso ver

Tudo que vivi marcou a minha estrada
Mesmo numa festa assim
Me sinto só, só, me sigo só
Hoje, ao menos, me despi daquela farsa
Ninguém pode escolher um caminho por você

Deixa, deixa eu mudar a sua vida
Seja, na minha, bem-vinda
Porque nem sei
Quem sabe eu sei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>