Menina oxigenê

Menina

menina Oxigenê

o teu cabelo preto menina

virou marrom glace

teus olhos meu bem

mudaram de cor e de formato tambem

ficaram azuis e seu namorado azulou

e nunca mais voltou

menina……

tua boca de rouge

com a falta de cor

ficou da cor de ferrugem

parece metal

seu namorado que é pobre

foi quem gastou os cobres

menina……

seus braços meu bem

com tanto sinal

faz me lembrar a Central

e lá na Central seu namorado menina

fugiu com a Leopoldina

menina……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>