A noite, a maré e o amor (participação: Silvio da Silva Júnior)

Aldir Blanc

Compositor(a) da letra: Sílvio da Silva Júnior e Aldir Blanc

Álbum da letra: III Festival Internacional da Canção Popular

Ano de lançamento: 1968

0 comentários

Vai maré, vem maré,
E o mar reluz a luz da noite
Que é minha irmã sem lar,
A noite é capitã no mar, no mar,
E tem lições pra dar.
Noite venha me buscar!
Noite venha me ensinar
A lição de amar.
Noite vem e o sonho é sua vela,
E o vento bate nela,
E à medida que vem vindo, a noite se constela,
E é tão bonita, é tão singela, lembra a capela,
Onde nasci, me batizei, me comunguei, noivei…
Noite é minha mãe, é companheira, é minha irmã madrinha,
E vem na praia me buscar num barco de rainha.
Eu puxo a rede, enrolo a rede, puxo e enrolo a linha,
Tá na hora da partida deixo o meu adeus,
Deixo o meu adeus, deixo o meu adeus.
Ai, pra essa praia, pra morena que já me esqueceu,
Pra igrejinha, pro cachorro, pra quem como eu,
Na despedida que é a vida teve que partir,
Eu hoje parto, parto triste, mas preciso ir…
Mil marés eu vi passar,
Mil amores vi morrer,
A lição guardei.
Vai e vê
Que a maré e o amor
Começam quando cessam sem saber.
Sem saber, sem saber…




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *