Adoniran Barbosa

Conselho de mulher

Quando deus fez o homem
Quis fazer um vagolino que nunca tinha fome
E que tinha no destino
Nunca pegar no batente e viver forgadamente
O homem era feliz enquanto deus assim quis
Mas depois pegou adão, tirou uma costela e fez a mulher
Deis di intão, o homem trabalha prela
Mai daí, o homem reza todo dia uma oração
Se quiser tirar de mim arguma coisa de bão
Que me tire o trabaio, a muié não!

Pogressio, pogressio
Eu sempre iscuitei falar, que o pogressio vem do trabaio
Então amanhã cedo, nóis vai trabalhar

Quanto tempo nóis perdeu na boemia
Sambando noite e dia, cortando uma rama sem parar
Agora iscuitando o conselho das mulheres
Amanhã vou trabalhar, se deus quiser, mas deus não quer!

Pogressio, pogressio
Eu sempre iscuitei falar, que o pogressio vem do trabaio
Então amanhã cedo, nóis vai trabalhar

Quanto tempo nóis perdeu na boemia
Sambando noite e dia, cortando uma rama sem parar
Agora iscuitando o conselho das mulheres
Amanhã vou trabalhar, se deus quiser, mas deus não quer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>