Amar sem ser amado

Amar sem ser amado é melhorMorrer pois finalmente o que dá prazerÉ o amor e muita compreensãoAmor palavra doce que inspira, seduz, também traduz magiaE no entanto maltrata, destrata e também cruciaSe o amor então resolve ferir ou matar um dos coraçõesO que estava no auge tremente de sua paixãoMas só quem ama é que […]

Cantando sem saber cantar

Ah! Eu tenho medoDe fingir que sou felizMedo de levar as noitesSem poder dormirMedo até de esquecerAqueles dias lindosQue vivi cantandoSem saber cantarAh! Ah! Ah! Eu não posso me humilharA ponto de choraNem pedir perdãoPorque eu sei nada fizQuem quiser viver em pazE tudo esquecerÉ só viver cantandoSem saber cantarAh! Ah! Ah! Quantas almas vivemNeste […]

Sempre no meu coração (Always In My Heart)

Sempre no meu coraçãoPerto ou longe estarásE ao cantar esta cançãoSei que jamais me esquecerás Sempre no meu coraçãoNa alegria e na dorLembrarei com emoçãoQue um dia tive o teu amor Sempre no meu coraçãoO teu nome guardareiE na minha solidãoEm minhas preces rezarei E se nunca mais voltaresPra ter fim os meus pesaresGuardarei teu […]

Sem terror (participação: Gloria Groove)

[Gloria Groove] Gloria Groove! Apuke no beat! [Murillo Zyess] Que-brada Sem terror, pode chegar mexendo ombrinho Que-brada Sem terror, pode chegar mexendo a raba Que-brada Sem terror, pode chegar mexendo ombrinho Que-brada Sem terror, pode chegar mexendo a raba Tô no baile, 1 drink, tô pleno Avistei bem de longe o moreno Só nas troca […]

Se Eu Morrer Sem Gozar Do Seu Amor, A Minha Alma Lhe Persegue De Pau Duro

Quando você me deixou, eu me lembro… Como se fosse amanhã de manhã bem cedinho, eu me lembro… Naquele dia eu seria capaz de “cair de anel” por você, eu me lembro… Que em frente à sua casa tinha um poste, você gostava de um tal de Renato Russo – e eu de xote. Quando […]

Mulher Nova, Bonita e Carinhosa Faz o Homem Gemer Sem Sentir Dor

Numa luta de gregos e troianos Por Helena, a mulher de Menelau Conta a história de um cavalo de pau Terminava uma guerra de dez anos Menelau, o maior dos espartanos Venceu Páris, o grande sedutor Humilhando a família de Heitor Em defesa da honra caprichosa Mulher nova, bonita e carinhosa Faz o homem gemer […]

Fim De Semana No Parque

 A TODA COMUNIDADE POBRE DA ZONA SUL"Chegou fim de semana todos querem diversãoSó alegria nós estamos no verão, mês de JaneiroSão Paulo Zona SulTodo mundo a vontade calor céu azulEu quero aproveitar o solEncontrar os camaradas prum basquetebolNão pega nadaEstou à 1 hora da minha quebradaLogo mais, quero ver todos em pazUm dois três carros […]

O vento a chuva o teu olhar

Vento, a chuva, o teu olhar O frio, o medo de não te ver mais Quando a tarde me encontra triste Nem sei de um lugar pra ir Um silêncio azul me envolve Num desejo de te encontrar Voltando no tempo pra te esperar Num dia perdido em algum lugar Sempre lembro te ver chegando Com jeito de quem se vai Se entregando no […]

Conversando no bar (Nas Asas da Panair)

Lá vinha o bonde no sobe-e-desce ladeiraE o motorneiro parava a orquestra um minutoPara me contar casos da campanha da ItáliaE do tiro que ele não levouLevei um susto imenso nas asas da PanairDescobri que as coisas mudamE que tudo é pequeno nas asas da Panair E lá vai menino xingando padre e pedraE lá […]

Orgulho, Hipocrisia (Quem Espera Sempre Alcança)

Orgulho, hipocrisia, vaidade e nada maissão três coisas que em menos de um segundo se desfazo mundo é mesmo assim, cheio de ilusãoa arte de convencer meu coração a vida mal vivida é ilusãovaidade nunca fez bem a ninguémé tudo hipocrisia, orgulho e nada maisa vida que passou não volta atrás

Cartinha cor de rosa

A cartinha que eu ontem acheiNa janela do meu bangalôEra tua, eu logo adivinheiPorque meu coração palpitouPequenina de róseo matizPerfumada tal qual uma flor E me fez um instante felizPensando em teu amorMas quando a li, a palpitarQue tristeza, que desilusãoEu vim a saber que infelizmenteJá não é só meu, teu coração A cartinha que […]

Respeita Januário

Quando eu voltei lá no sertãoEu quis mangar de JanuárioCom meu fole prateadoSó de baixo, cento e vinte, botão preto bem juntinhoComo nêgo empareadoMas antes de fazer bonito de passagem por GranitoForam logo me dizendoDe Taboca à Rancharia, de Salgueiro à Bodocó, Januário é o maior!E foi aí que me falou meio zangado o véi […]

No Ceará não tem disso não

Tenho visto tanta coisaNesse mundo de meu DeusCoisas que prum cearenseNão existe explicaçãoQualquer pinguinho de chuvaFazer uma inundaçãoMoça se vestir de cobraE dizer que é distração Vocês cá da capitalMe adesculpe esta expressão (Refrão)No Ceará não tem disso não,Não tem disso não, não tem disso nãoNo Ceará não tem disso não,Não tem disso não, não […]

Rock da barata

Pisei numa barataCom o meu pé direitoHaha, haha, haha, haha, hahaEla estava enchendo –Era o único jeito! Matei minha barata de estimaçãoAgora quando olho pro tapeteDói, dói, dói, doiDoi no coração!Ahh! Pisei numa barataCom o meu pé direitoHaha, haha, haha, haha, hahaEla estava enchendo –Era o único jeito! Pisei com tanta vontadeDepois me arrependiAgora já […]

Cantar

Se numa noite eu viesse ao clarão do luarCantando e aos compassos de uma cançãoTe acordarTalvez com saudade cantasses tambémRelembrando aventuras passadasOu um passado feliz com alguém Cantar quase sempre nos faz recordarSem quererUm beijo, um sorriso, ou uma outra ventura qualquerCantando aos acordes do meu violãoÉ que mando depressa ir-se embora saudade que mora […]

Lumiar

Anda, vem jantarVem comer, vem beber, farrearAté chegar LumiarE depois deitar no serenoSó pra poder dormir e sonharPra passar a noiteCaçando sapo, contando casoDe como deve ser Lumiar Acordar, Lumiar, sem chorarSem falar, sem quererAcordar em lumiarLevantar e fazer caféSó pra sair caçar e pescarE passar o diaMoendo cana, caçando luaClarear de vez Lumiar Amor, […]

Bachianas Brasileiras No. 5 – Dança (Martelo)

Irerê, meu passarinhoDo sertão do cariri,Irerê, meu companheiro,Cadê viola?Cadê meu bem?Cadê maria?Ai triste sorte a do violeiro cantadô!Sem a viola em que cantava o seu amô,Seu assobio é tua flauta de irerê:Que tua flauta do sertão quando assobia,A gente sofre sem querê! Teu canto chega lá do fundo do sertãoComo uma brisa amolecendo o coração. […]

João de Barro

O João-de-barro pra ser feliz como euCerto dia resorveu arranjá uma companheiraNum vai e vem com o barro da biquinhaEle fez sua casinha lá num gaio da paineira Todas as manhã o pedreiro da florestaCantava fazendo festa pra aquela que tanto amavaMas quando ele ia buscar um raminhoPara construir seu ninho o seu amor lhe […]

A sementinha

Lá na casa da fazenda onde eu viviaNuma manhã de garoa e de céu nubladoAchei no chão do terreiro uma sementinhaPensei logo em plantá-la no chão molhadoO tempo passou depressa e a mocidadeChegou como chega a noite ao cair da tardeVeio morar na fazenda uma caboclinha graciosaBela e meiga e na flor da idade Iniciou-se […]

Recife, cidade lendária

Eu ando pelo recife, noites sem fimPercorro bairros distantes sempre a escutarLuanda, luanda, onde está?É alma de preto a penarRecife, cidade lendáriaDe pretas de engenho cheirando a banguêRecife de velhos sobrados, compridos, escurosFaz gosto se verRecife teus lindos jardinsRecebem a brisa que vem do alto marRecife teu céu tão bonitoTem noites de lua pra gente […]

Sonho de Maria

Tanta roupa pra lavarTodo o barraco pra arrumarTanta coisa pra esperar Todo o morro a sambarTanta gente pra invejarNenhum sonho pra sonhar Maria parou de trabalharNo ar uma voz chamouMaria olhou o céuMaria desejou o céu A vida é uma canção para se cantarMas é tarde pra voltarMaria deixou a criança chorarE uma estrela deixou […]

Faixa amarela

Eu quero presentearA minha linda donzelaNão é prata nem é ouroÉ uma coisa bem singelaVou comprar uma faixa amarelaBordada com o nome delaE vou mandar pendurarNa entrada da favela (2x) Vou dar-lhe um gato angoráUm cão e uma cadelaUma cortina grená para enfeitar a janelaSem falar na tal faixa amarelaBordada com o nome delaQue eu […]

Maringá

Foi numa leva que a cabocla MaringáFicou sendo a retirante que mais dava o que falarE junto dela veio alguém que suplicouPra que nunca se esquecesse de um caboclo que ficouMaringá, MaringáDepois que tu partisteTudo aqui ficou tão tristeQue eu garrei a imaginarMaringá, Maringá Para haver felicidade É preciso que a saudadeVá bater noutro lugarMaringá, […]

Barulho de trem

Banco de estaçãoLugar de despedida e emoçãoComigo é diferente, apenas vimPra ver o movimento que temBarulho de trem Parte um de cáChegando um expresso, vem de láE para completar o originalHá sempre a despedida fatalAbraço normal Feliz de mimNão venho despedir de ninguémFeliz de mimSou livre desse tal vai e vem De banco, de estaçãoLugar […]

Barulho de trem

Banco de estaçãoLugar de despedida e emoçãoComigo é diferente, apenas vimPra ver o movimento que temBarulho de trem Parte um de cáChegando um expresso, vem de láE para completar o originalHá sempre a despedida fatalAbraço normal Feliz de mimNão venho despedir de ninguémFeliz de mimSou livre desse tal vai e vem De banco, de estaçãoLugar […]

Por te amar assim (Por Amarte Asi)

Você ficou em mimDentro de minha almaFeito uma tempestadeQue nunca se acalmaAmor que me pegouDe um jeito inesperado… Teu nome é um gritoPreso na gargantaTe vendo acompanhadaParecendo santaE eu querendo serQuem está do seu lado… Será!Do jeito que você quiserAssim seráMesmo que toda vidaTenha que esperarEu ficarei guardadoNeste sentimento… Por te amar assimA felicidadeÉ o […]

Pra sempre

Vai, longe muito longeVai, nem me diz pra ondeVai, faz sua vontadeA saudade um dia vai passarVai, segue o horizonteVai, onde a dor se escondeVai, que a felicidadeDeve ser apenas um lugarFaz, te desfaz, finge que você já não me ama maisNada mais, vou ficar olhando as madrugadas A esperar você voltar;Não importa o lugar pra […]

Pra mudar a minha vida

Queria tanto te dizer que eu já não te amoQue seu amor em minha vida foi mais um enganoAté quando tenho que fingir?Se a minha boca morre de vontade do seu beijo Queria esquecer você apenas um momentoMas nunca consegui tirar você do pensamentoQuando eu digo que não devo te amarO meu coração me diz […]

Vai passar

Vai passarNessa avenida um samba popularCada paralelepípedoDa velha cidadeEssa noite vaiSe arrepiarAo lembrarQue aqui passaram sambas imortaisQue aqui sangraram pelos nossos pésQue aqui sambaram nossos ancestrais Num tempoPágina infeliz da nossa históriaPassagem desbotada na memóriaDas nossas novas geraçõesDormiaA nossa pátria mãe tão distraídaSem perceber que era subtraídaEm tenebrosas transações Seus filhosErravam cegos pelo continenteLevavam pedras […]

Vou festejar

ChoraNão vou ligar (não vou ligar)Chegou a hora, vais me pagarPode chorar, pode chorar Mas chora! ChoraNão vou ligar (não vou ligar)Chegou a hora, vais me pagarPode chorar, pode chorar É o teu castigoBrigou comigo sem ter porquêEu vou festejar, vou festejarO teu sofrer o teu penar Você pagou com traiçãoA quem sempre lhe deu […]

Arrombou a festa

Ai, ai, meu DeusO que foi que aconteceuCom a Música Popular Brasileira?Todos falam sérioTodos eles levam a sérioMas esse sério me parece brincadeira Benito lá de Paula com o amigo Charlie BrownRevive em nosso tempo o velho e chato SimonalMartinho vem da Vila lá do fundo do quintalTornando diferente aquela coisa sempre igualUm tal de […]

Uma Vida Só (Pare de Tomar a Pílula)

Já nem sei há quanto tempoNossa vida é uma vida sóE nada mais Nossos dias vão passandoE você sempre deixandoTudo pra depois Todo dia a gente amaMais você não quer deixar nascerO fruto desse amor Não entende que é precisoTer alguém em nossa vidaSeja como for Você diz que me adoraQue tudo nessa vida sou […]

Começar de novo

Começar de novo e contar comigoVai valer a pena ter amanhecidoTer me rebelado, ter me debatidoTer me machucado, ter sobrevividoTer virado a mesa, ter me conhecidoTer virado o barco, ter me socorrido Começar de novo e contar comigoVai valer a pena ter amanhecidoSem as tuas garras, sempre tão segurasSem o teu fantasma, sem tua molduraSem […]

Paralelas

Dentro do carroSobre o trevoA cem por horaOh! Meu amor!Só tens agoraOs carinhos do motor… E no escritórioOnde eu trabalhoE fico ricoQuanto mais eu multiplicoDiminui o meu amor… Em cada luz de mercúrioVejo a luz do teu olharPassas praças, viadutosNem te lembras de voltarDe voltar, de voltar… No CorcovadoQuem abre os braços sou euCopacabana esta […]

O trovador de Toledo (L’Arlequin de Tolède)

Nas noites enluaradas / Na formosa ToledoAlguém esconde segredo / Um amor proibidoE uma janela apagada / É o que restou, mais nada!Dentre as lembranças que a noite / Consigo guardou um diaE nas trovas de amor / Que então vai dizendoFala de um coração cheio de ternura / Que esquecer procuraUm amor negado / […]

No mesmo colar

O ondular do mar no quintalÉ o passo carioca, oi maré-carnaval!Canavial de João CabralRodas de viver: baianas de São SalvadorO estandarte eu fiz do luarNas igrejas de Ouro Preto ao relampejarE eu vou beber mas sem desabarCravo as mãos no arQue nem faz a Serra do MarNo PantanalAs constelaçõesSão irmãs das revoadasEstrelas são ararasEm debandada […]

Jardins de infância

É como um conto de fadas tem sempre uma bruxa pra apavorarO dragão comendo gente, a bela adormecida sem acordarTudo o que o mestre mandar e a cabra cega roda sem enxergarE você se escondeu, e você esqueceuPic-papos tem distância, pés pisando em ovos veja vocêUm tal de pular fogueira, pistolas, morteiros, vejam vocêsPega malhação […]

Carta De Pedra (Igreja Da Penha)

Prezado amigo, escrevo para esclarecerQue, mesmo antes de nascer,Meu coração se fez humano por ser suburbanoE o HIVDeu positivo porque meus irmãosPadecem de doença igualE um degrau atrás de outro degrauMe leva de joelhos à igreja onde deus me dizQue o humano é estranho, sim,Porque é meu pai e, ai de mim,Nós nos desentendemos sempreE […]

De cigarro em cigarro

Vivo só sem vocêQue não posso esquecerUm momento sequerVivo pobre de amorÀ espera de alguémE esse alguém não me quer Vejo o tempo passarO inverno chegarSó não vejo vocêSe outro amorEm meu quarto baterEu não vou atender Outra noite espereiOutra noite sem fimAumentou meu sofrerDe cigarro em cigarroOlhando a fumaçaNo ar se perder Vivo só […]

Farinhada

Tava na peneira, eu tava peneirandoEu tava num namoro, eu tava namorando(Bis) Na farinhada, lá da Serra do TeixeiraNamorei uma cabôca, nunca vi tão feiticeiraA mininada descascava macaxeiraZé Migué no caititú e eu e ela na peneira Tava na peneira, eu tava peneirandoEu tava num namoro, eu tava namorando(Bis) O vento dava, sacudia a cabilêraLevantava […]

A pequenina cruz do teu rosário

Agora que eu não te vejo ao meu ladoA segredar apaixonadas jurasBusco, às vezes, o nosso amor de outroraA recordar nossas íntimas loucurasFaz tanto tempo, não me lembro quandoA vida é longa, o pensamento, várioTu me mostravas vil, no idílio santoA pequenina cruz de teu rosárioE sempre que eu a via, recordavaDo nosso amor, a […]

À luz do luar

À suave e meiga luz desse luar,Iluminando com doçura esta mansão,Acordar vem sem querer o coração,Que já cansado ele se achava de sonhar,Vem depressa me escutar,A mágoa ouvir de um coração,Que está ferido,Está perdido por te amar!Vem ver este luar, o canto meu sentir,O meu amor vibrar, o meu amor vibrar,Com o peito irradiar,Sentir, gozar […]

A vida é um jardim onde as mulheres são as flores

Ao ver o céu estrelas sem sapatoOuvindo o mar tão belo tão profundoSuponho ver num astro debruçadoDeus me apotento jóias deste mundoAlém aponte triste romoreicaCortando os ares cruzam passarinhosPorém minh’alma que também dardejaEnveredou feliz noutros caminhos Deus por certo bem conheceUma jóia que floresceSem a luz do sol sequerSim eu juro com firmezaQue o tesouro […]

Se você viajar

Acho, se você viajarTalvez eu fique na fossatalvez ninguém possa me consolarAcho, se você viajartalvez eu quebre a louçaE atravesse a Rebouças sem olhar pra lado algum E eu que tantos fuiTalvez não seja nenhumComo agora sou, sou, sou (4x)  Amor que não se medeAmor que não se pedeNão se repete, amor! Acho, se você […]

Samba de Maria

Quem não tem sua Maria,Trate logo de arrumar.Porque um homem sem Maria,É uma noite sem luar. Maria pra fazer sofrer,Maria pra fazer chorar.Maria pra se querer bem,Maria pra se maltratar. Maria das dores; Maria,Maria da Consolação.Maria da minha alegria,Maria da minha paixão; Maria. Maria pra gente querer,Maria pra gente gostar.Maria pra gente morrer,Maria pra gente […]

Maria, carnaval e cinza

Nasceu Maria quando a foliaPerdia a noite, ganhava o diaFoi fantasia seu enxovalNasceu Maria no CarnavalE não lhe chamaram assimComo tantas Marias de santasMarias de flor, seria MariaMaria somente, Maria sementeDe samba e de amorNão era noite não era diaSó madrugada, só fantasiaSó morro e sambaViva Maria Quem sabe a sorteLhe sorriria e um dia […]

Memórias de Marta Saré

A casa lá na fazenda A lua clareando a porta Deixando um brilho claro Nas pedras dos degraus Cristal de lua Pra dentro, Marta Saré Pra dentro, Marta Saré Pra dentro, Marta Saré Pra dentro… O rosário obrigatório O jantar, lá na cozinha Todo dia à mesma hora As histórias de Dorinha Pra dentro, Marta Saré Pra dentro, Marta Saré Pra dentro, Marta Saré Pra dentro Pra dentro A lanterna azul […]

Arrastão

Eh! tem jangada no marHei! hei! hei!Hoje tem arrastãoEh! todo mundo pescarChega de sombra João… Jovi, olha o arrastãoEntrando no mar sem fimEh! meu irmão me trazYemanjá prá mim…(2x) Minha Santa BárbaraMe abençoaiQuero me casarCom Janaína.. Eh! puxa bem devagarHei! hei! hei!Já vem vindo o arrastãoEh! é a Rainha do MarVem!Vem na rêde João Prá […]

E Por Falar Em Saudade (Caprichosos de Pilares – Samba-enredo 1985)

Oh! Saudade, ôMeu carnaval é vocêCaprichosamenteVamos reviver, vamos reviver…“Saudadeando” o que sumiu no dia-a-diaNa fantasia de um eterno foliãoO bondeO amolador de facasO leite sem águaA gasolina barataAquela Seleção NacionalE derreteram a taça na maior cara-de-pau Bota, bota, bota fogo nisso (bis)A virgindade já levou sumiço (Quero votar!)Diretamente, o povo escolhia o presidenteSe comia mais […]

No dia em que parti

No dia em que parti você chorou quase morreuJurou que seu amor era só meu era só meuAcreditei no que ouvi você falarAté pensei que seu amor não fosse acabarAgora percebi que seu amor para comigoNão passou de uma mera ilusão Porque estou sentindoQue você já tem alguém no coraçãoE só me deu desilusãoEu sempre […]

Alza Manolita (As Cartas Não Mentem Jamais)

Era uma tarde em Sevilha,Quando uma dama, formosa eu vi,Era a mais graciosa filha, daquela terra que estava ali,Ao seu lado um garboso rapaz,Que belo tipo de toureador,Que dizia-lhe, em chama voraz,Coisas bonitas, frases de amor. E a bela escutava com todo o prazer,As frases do guapo rapaz a dizer. Alza, alza, Manolita !, meu […]

Maringá

Foi numa leva que a cabocla maringá,Ficou sendo a retirante que mais dava o que falá,E junto dela veio alguém que suplicou,Pra que nunca se esquecesse,De um caboclo que ficou. Maringá, maringá,Depois que tu partiste,Tudo aqui ficou tão triste,Que eu garrei a imaginá,Maringá, maringá,Pra haver felicidade,É preciso que a saudade,Vá bater noutro lugá.Maringá, maringá,Volta aqui […]

Pra você gostar de mim (Taí)

Taí, eu fiz tudo p’rá você gostar de mimAh! meu bem, não faz assim comigo não! (est.)Você tem, você tem que me dar seu coração! Meu amor não posso esquecerSe dá alegria faz também sofrerA minha vida foi sempre assimSó chorando as mágoas que não têm fim Essa história de gostar de alguémjá é mania […]

O astronauta de mármore (Starman)

A Lua inteira agora é um manto negroO fim das vozes no meu rádioSão quatro ciclos no escuro deserto do céu Quero um machado pra quebrar o geloQuero acordar do sonho agora mesmoQuero uma chance de tentar viver sem dor Sempre estar láE ver ele voltarNão era mais o mesmoMas estava em seu lugar Sempre […]

Luis Inácio (300 Picaretas)

Luís Inácio falou, Luís Inácio avisouSão trezentos picaretas com anel de doutorLuís Inácio falou, Luís Inácio avisouLuís Inácio falou, Luís Inácio avisouSão trezentos picaretas com anel de doutorLuís Inácio falou, Luís Inácio avisou Eles ficaram ofendidos com a afirmaçãoQue reflete na verdade o sentimento da naçãoÉ lobby, é conchavo, é propina e jetonVariações do mesmo […]

Fogo no Paraná

– é, toda hora vem gente dizeno fulano viajou– foi pro sul– é isso aí– mais cedo ou mais tarde, todo mundo vai– mas num é pra “enricar” não– é só pra viver Seu Zé Paraíba, Seu “Zé das Criança”foi pro Paraná, cheio de esperançalevou a “muié”, e seis “barriguidin”Pedro, Joca e ManéCeverina, Zefa e […]

Mulher sem alma

Fui tão bom pra elaDei meu nome a elaTudo no princípio eram floresSema saber que eu era demaisEntre seus amoresQuase passei fomePara honrar seu nomeTropecei nos errosDe uma mulher sem almaMas eu não perdi a calmaEu não sei por que isso aconteceEm minha vidaMais uma feridaNo meu peito a sangrarSó a minha féÉ que me […]

Maria Moita

Nasci lá na BahiaDe Mucama com feitorMeu pai dormia em camaMinha mãe no pisadorMeu pai só dizia assim, venha cáMinha mãe dizia sim, sem falarMulher que fala muito perde logo seu amorDeus fez primeiro o homemA mulher nasceu depoisPor isso é que a mulherTrabalha sempre pelos doisHomem acaba de chegar, tá com fomeA mulher tem […]

Descansa, coração (My Foolish Heart)

Cansei de tanto procurarCansei de não acharCansei de tanto encontrarCansei de me perder Hoje eu quero somente esquecerQuero o corpo sem qualquer quererTenhos os olhos tão cansados de te verNa memória, no sonho e em vão Não sei pra onde vouNão seiSe vou ou vou ficarPensei, não quero mais pensarCansei de esperarAgora nem sei mais […]

Maria Betânia

Maria Bethânia tu és para mim a senhora do engenhoem sonhos te vejoMaria Bethânia és tudo que eu tenhoquanta tristezasinto no peitosó em pensarque o meu sonho está desfeito Maria Bethânia te lembras ainda daquele São Joãoas minhas palavras caíram bem dentro do teu coraçãotu me olhavascom emoçãoe sem quererpus minha mão em tua mão […]

Brincar de viver

Quem me chamouQuem vai querer voltar pro ninhoRedescobrir seu lugarPra retornar e enfrentar o dia a diaReaprender a sonhar Você verá que é mesmo assimQue a história não tem fimContinua sempre que você responde “sim”À sua imaginaçãoÀ arte de sorrir cada vez que o mundo diz “não” Você verá que a emoção começa agoraAgora é […]

Partir, andar

Partir andar, eis que chegaEssa velha hora tão sonhadaNas noites de velas acesasNo clarear da madrugadaSó uma estrela anunciando o fimSobre o mar sobre a calçadaE nada mais te prende aquiDinheiros, grades ou palavras… Partir Andar, Eis que chegaNão há como deter a alvoradaPra dizer, um bilhete sobre a mesaPara se mandar, o pé na […]

Pra você guardei o amor

Pra você guardei o amorQue nunca soube darO amor que tive e vi sem me deixarSentir sem conseguir provarSem entregarE repartir Pra você guardei o amorQue sempre quis mostrarO amor que vive em mim vem visitarSorrir, vem colorir solarVem esquentarE permitir Quem acolher o que ele tem e trazQuem entender o que ele dizNo giz […]

Até quando esperar

Não é nossa culpaNascemos já com uma bênçãoMas isso não é desculpaPela má distribuição Com tanta riqueza por aí, onde é que estáCadê sua fraçãoCom tanta riqueza por aí, onde é que estáCadê sua fração Até quando esperar E cadê a esmola que nós damosSem perceber que aquele abençoadoPoderia ter sido vocêCom tanta riqueza por […]

Um trem para as estrelas

São 7 horas da manhãVejo Cristo da janelaO sol já apagou sua luzasE o povo lá embaixo esperaNas filas dos pontos de ônibusProcurando aonde irSão todos seus ciceronesCorrem pra não desistirDos seus salários de fomeÉ a esperança que eles temNeste filme como extrasTodos querem se dar bem Num trem pras estrelasDepois dos navios negreirosOutras correntezas […]

Pedreiro Valdemar

Voce conhece o pedreiro Waldemar?Não conhece?Mas eu vou lhe apresentarDe madrugada toma o trem da CircularFaz tanta casa e não tem casa pra morarLeva marmita embrulhada no jornalSe tem almoço, nem sempre tem jantarO Waldemar que é mestre no oficioConstroi um edificioE depois não pode entrarVoce conhece o pedreiro Waldemar?Não conhece mas eu vou lhe […]

Maria de Verdade

Pousa-se toda Mariano varal das 22 fadas nuas lourinhasFostes besouro Mariae a aba do Pierrot descosturou na bainha Farinhar bem, derramar a cançãoRevirar trens, louco mover paixãoNas direções, programado e emolduradoEsperarei romântico Sou a pessoa MariaNa água quente e boa gente tua MariaVoa quem voa Mariae a alma sempre boa sempre vou à Maria Farinhar […]

Garotos

Garotos gostam de iludirSorriso, planosPromessas demaisEles escondemO que mais queremQue eu seja a outraEntre outras iguais… São sempre os mesmos sonhosDe quantidade e tamanho… Garotos fazem tudo igualE quase nunca chegam ao fimTalvez você seja melhorQue os outrosTalvez, quem sabeGoste de mim… São sempre os mesmos sonhosDe quantidade e tamanho… Garotos perdem tempo pensandoEm brinquedos […]

Notícias do Brasil (Os pássaros)

Uma notícia está chegando lá do Maranhão.Não deu no rádio, no jornal ou na televisão.Veio no vento que soprava lá no litoralde Fortaleza, de Recife e de Natal.A boa nova foi ouvida em Belém, Manaus,João Pessoa, Teresina e Aracajue lá do norte foi descendo pro Brasil CentralChegou em Minas, já bateu bem lá no sul! […]

Quase sem querer

Tenho andado dis…traído Impaciente e inde…ciso E ainda estou confuso Só que agora é diferente Estou tão tranquilo E tão contente Quantas chances Desper…di…cei Quando o que eu mais queria Era provar pra todo o mundo Que eu não precisava Provar nada p’ra ninguém Me fiz em mil pedaços P’ra você juntar E queria sempre […]

Sei lá (A vida tem sempre razão)

em dias que eu fico pensando na vida E sinceramente não vejo saída. Como é, por exemplo, que dá pra entender: A gente mal nasce, começa a morrer. Depois da chegada vem sempre a partida, Porque não há nada sem separação. Sei lá, sei lá, a vida é uma grande ilusão. Sei lá, sei lá, […]

Garotos II – O outro lado

Seus olhos e seus olhares Milhares de tentações Meninas são tão mulheres Seus truques e confusões Se espalham pelos pelos, boca e cabelo Peitos e poses e apelos Me agarram pelas pernas, certas mulheres Como você, me levam sempre onde querem Garotos não resistem aos seus mistérios Garotos nunca dizem não Garotos, como eu, sempre […]

Viver (participação: Lula Queiroga)

[Lula Queiroga] Viver é um sonho mutante Viver é respirar sem culpa Viver é fazer parte da família Viver é uma eterna vigília Viver é manter o coração ereto Viver é respeitar todas as leis do afeto Viver é melhor que sonhar [Marcelo Falcão] Lá, lalalalalalalalala Lá, lalalalalalalalala Viver, viver a vida que eu vivo […]

Tanto mar (2a versão)

Foi bonita a festa, páFiquei contenteE inda guardo, renitenteUm velho cravo para mim Já murcharam tua festa, páMas certamenteEsqueceram uma sementeNalgum canto do jardim Sei que há léguas a nos separarTanto mar, tanto marSei também quanto é preciso, páNavegar, navegar Canta a primavera, páCá estou carenteManda novamenteAlgum cheirinho de alecrim

Rancho da rosa encarnada

Vejam quantas coisas novas vamos contarNas cantigas mais antigasQue o mei Rancho da RosaEncarnada escolheu pra cantarPelas calçadas enfeitadas se vêTanta gente pra nos receberSomos cantoresCantamos as floresCantamos amores Trazemos tambémA notícia da grande alegria que vemPra durar mais que um diaE ficar como antigas cantigasQue não morremQue não passam jamaisComo passam sempre os carnavais.

Rancho da rosa encarnada

Vejam quantas coisas novas vamos contar Nas cantigas mais antigas Que o mei Rancho da Rosa Encarnada escolheu pra cantar Pelas calçadas enfeitadas se vê Tanta gente pra nos receber Somos cantores Cantamos as flores Cantamos amores Trazemos também A notícia da grande alegria que vem Pra durar mais que um dia E ficar como […]

Futebol da bicharada

Lá no arraiá das coruja formaro dois cumbinado, O time do quebra-dedo, e o time do pé-rapado. A bicharada reuniu, formaro logo seu quadro, Nóis fumo vê esse jogo, por sê um jogo faladu. A bicharada pediu pro jogo sê irradiadu, Na estação du lugá, PRJ-Bichadu, O “ispriqui” era o jumento, rapaizinho apreparadu, As quinze […]

Camisa amarela

Encontrei o meu pedaço na avenida De camisa amarela Cantando a Florisbela, oi, a Florisbela Convidei-o a voltar pra casa Em minha companhia Exibiu-me um sorriso de ironia Desapareceu no turbilhão da galeria Não estava nada bom O meu pedaço na verdade Estava bem mamado Bem chumbado, atravessado Foi por aí cambaleando Se acabando num […]

Amor sem preconceito

Ciúmes, despeito, Me deixaram esse ressentimento, A que tenho direito, Meus olhos, nem choram mais, Pelas ruas caminho buscando, Um pouquinho de paz. Meu pecado foi te amar demais, Esquecendo de mim, Sem amor próprio a vida de gente acaba sempre assim, Me coloquei à teus pés, Entreguei amor, sem preconceito, E hoje guardo e […]

Camisa amarela

Encontrei o meu pedaço na avenida De camisa amarela Cantando a Florisbela, oi, a Florisbela Convidei-o a voltar pra casa Em minha companhia Exibiu-me um sorriso de ironia Desapareceu no turbilhão da galeria Não estava nada bom O meu pedaço na verdade Estava bem mamado Bem chumbado, atravessado Foi por aí cambaleando Se acabando num […]

Maria fumaça

Essa Maria Fumaça Devagar quase parada Oh, seu foguista Bota fogo na fogueira Que essa chaleira Tem que tá até sexta-feira Na estação de Pedro Osório Sim, Senhor! Se esse trem não chega a tempo Vou perder meu casamento Atraca, atraca-lhe carvão nessa lareira Esse fogão é que Acelera essa banheira O padre é louco […]

Adeus escola (Adoniran Barbosa, Ari Machado e Nilo Silva)

Enganado eu vou partir Neste mundo jamais viverá Adeus minha escola do samba Eu vou para nunca mais voltar Adeus companheiros do samba Perdão, se algum dia te ofendi sem ter razão Adeus escola Adeus escola, eu levo você no coração Enganado eu vou partir Neste mundo jamais viverá Adeus minha escola do samba Eu […]

Aquele frevo Axé (Caetano Veloso e César Mendes)

Que fazer? Meu pensamento está preso àquele carnaval Volto a pisar este chão Enceno um drama banal Tento refazer a trama Mas o desfecho é igual E você? Será que canta calada aquele frevo axé Que não me deixa dormir Ou terá perdido a fé No que ficou prometido Sem nos falarmos sequer Meu amor […]

Clarice

Há muita gente Apagada pelo tempo Nos papéis desta lembrança Que tão pouca me ficou Igrejas brancas Luas claras nas varandas Jardins de sonho e cirandas Foguetes claros no ar Que mistério tem Clarice Que mistério tem Clarice Pra guardar-se assim tão firme, no coração Clarice era morena Como as manhãs são morenas Era pequena […]

Vou Ter Que Superar (part. Marília Mendonça)

Fui bobo Imaturo demais, deixei escapar entre meus dedos Seu amor, nosso apartamento, futuro perfeito Se eu pudesse, tentava de novo ter você aqui Quase morro Tentando encontrar o contato novo dela agora Eu sei que ela já tá em outra e que vai embora Mas se existe consideração, eu sei que vai me ouvir […]

Rugas (Nelson Cavaquinho; Augusto Garcez e Ari Ribeiro)

Se eu for pensar muito na vida Morro cedo, amor. Meu peito é forte, Nele tenho acumulado tanta dor. As rugas fizeram residência no meu rosto Não choro pra ninguém Me ver sofrer de desgosto. Eu que sempre soube Esconder a minha mágoa. Nunca ninguém me viu Com os olhos rasos d’água. Finjo-me alegre Pro […]