Planos de Papel

3 comentários

Raul Seixas

Deus, eu passo os sete dias úteis
Traçando nove dias fúteis
Fazendo planos de papel
Em quartos cinzas de aluguel
E vou dormir
Entre as paredes do hotel do sossego
Meu amor

Sim no contracanto do meu leito
Guardo um punhal cravado ao peito
Tingindo a cama e o lençol
Por uma fresta me invade o sol
E eu vou deitar
Entre as palmeiras desenhadas nos jornais
Meu amor

Ah, mas que você espera de mim?
Que o consumado eu vá repetir, não
Não, o que me importa nesse instante
É esse não importar constante
É esse sorriso que eu guardei
Nessa gaveta a qual fechei
Pra mim dormir
Com a cabeça no lugar que eu deixei
Meu amor…


3 comments on “Planos de Papel

  1. Ico disse:

    Essa música representa uma pessoa que não busca mais nada da vida, com tendências suicidas, onde a vida virou uma simples rotina massante.

  2. Lucas disse:

    falo tudo manow

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *