Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!

Ele ia andando pela rua meio apressado
Ele sabia que tava sendo vigiado
Cheguei para ele e disse: Ei amigo, você pode me ceder um cigarro?
Ele disse: Eu dou, mas vá fumar lá do outro lado
Dois homens fumando juntos pode ser muito arriscado!
Disse: O prato mais caro do melhor banquete é
O que se come cabeça de gente que pensa
E os canibais de cabeça descobrem aqueles que pensam
Porque quem pensa, pensa melhor parado.
Desculpe minha pressa, fingindo atrasado
Trabalho em cartório mas sou escritor,
Perdi minha pena nem sei qual foi o mês
Metrô linha 743

O homem apressado me deixou e saiu voando
Aí eu me encostei num poste e fiquei fumando
Três outros chegaram com pistolas na mão,
Um gritou: Mão na cabeça malandro, se não quiser levar chumbo quente nos cornos
Eu disse: Claro, pois não, mas o que é que eu fiz?
Se é documento eu tenho aqui…
Outro disse: Não interessa, pouco importa, fique aí
Eu quero é saber o que você estava pensando
Eu avalio o preço me baseando no nível mental
Que você anda por aí usando
E aí eu lhe digo o preço que sua cabeça agora está custando
Minha cabeça caída, solta no chão
Eu vi meu corpo sem ela pela primeira e última vez
Metrô linha 743

Jogaram minha cabeça oca no lixo da cozinha
E eu era agora um cérebro, um cérebro vivo à vinagrete
Meu cérebro logo pensou: que seja, mas nunca fui tiete
Fui posto à mesa com mais dois
E eram três pratos raros, e foi o maitre que pôs
Senti horror ao ser comido com desejo por um senhor alinhado
Meu último pedaço, antes de ser engolido ainda pensou grilado:
Quem será este desgraçado dono desta zorra toda?
Já tá tudo armado, o jogo dos caçadores canibais
Mas o negócio aqui tá muito bandeira
Dá bandeira demais meu Deus
Cuidado brother, cuidado sábio senhor
É um conselho sério pra vocês
Eu morri e nem sei mesmo qual foi aquele mês
Ah! Metrô linha 743



Qual é a sua interpretação?





*



12 Comentários

Acredito que tres cabeças…foi pelo fato de Jesus ter sido crucificado com outros dois “ladrões” ou “rebeldes”….

O regime militar daquela época foi mt bem retratado por Raul,sendo que ele ainda nos deixa um aviso,pois tudo aquilo ainda star aqui presente,só que disfarçado.

“Já tá tudo armado, o jogo dos caçadores canibais
Mas o negócio aqui tá muito bandeira
Dá bandeira demais meu Deus Cuidado brother, cuidado sábio senhor
É um conselho sério pra vocês” ou seja a mensagem que ele queria passar ta na cara ta “Dando bandeira” e so prestar atençao no conselho sobre o “jogo dos canibais” a ditadura e seu sistema seus esquemas e etc

gostaria MUITO de saber duas voisas que nao entendi: por que desse titulo; e por que “tres cabecas” e nao quatro ou cinci?

“que seja, mas nunca fui tiete” Ele não fez nada para o regime miliar tê-lo caçado, mas se sente aliviado de nunca ter apoiado, ele nunca foi fã do regime, então “que seja”

trata de uma elíte que em breve irá se manifestar e cumprir o que se trata a música (dominar explicitamente) pois manipular ela já faz atravéz da mídia em geral. A saber: são uns tais de iluminattis (pesquisem)

Metrô Linha 743
Raul Seixas

Ele ia andando pela rua meio apressado
Ele sabia que tava sendo vigiado
Cheguei para ele e disse: Ei amigo, você pode me ceder um cigarro?
Ele disse: Eu dou, mas vá fumar lá do outro lado
Dois homens fumando juntos pode ser muito arriscado!
Pessoas não podiam andar livremente pelas ruas e eram sempre
vigiadas, grupos eram proibidos porque podiam fazer “planos” para derrubar a Ditadura , ou seja ficar em ambientes com outras pessoas e fumando um cigarro de origem desconhecida não era uma coisa aconselhável ali.
Disse: O prato mais caro do melhor banquete é
O que se come cabeça de gente que pensa
E os canibais de cabeça descobrem aqueles que pensam
Porque quem pensa, pensa melhor parado.
Desculpe minha pressa, fingindo atrasado
Trabalho em cartório mas sou escritor,
Perdi minha pena nem sei qual foi o mês
Metrô linha 743
Os que “pensam” são aqueles que mantinham seus ideais e combatiam a Ditadura , mas os canibais de cabeça (apoiadores da Ditadura) quase sempre censuravam e mandavam pra fora do país nossos artistas, que defendiam nossa liberdade.
O homem apressado me deixou e saiu voando
Aí eu me encostei num poste e fiquei fumando
Três outros chegaram com pistolas na mão,
Um gritou: Mão na cabeça malandro, se não quiser levar chumbo quente nos cornos
Eu disse: Claro, pois não, mas o que é que eu fiz?
Se é documento eu tenho aqui…
Outro disse: Não interessa, pouco importa, fique aí
Eu quero é saber o que você estava pensando
Eu avalio o preço me baseando no nível mental
Que você anda por aí usando
E aí eu lhe digo o preço que sua cabeça agora está custando
Minha cabeça caída, solta no chão
Eu vi meu corpo sem ela pela primeira e última vez
Metrô linha 743
Pessoas proibidas de pensar e de se expressar , era isso durante nossa querida Ditadura Militar. Os bandidos não eram quem atava e torturava, mas sim todos aqueles que pensavam. Quanto maior “o nível mental”, maior o risco que representava para aquela sociedade , e se você fosse um cantor que pudesse controlar as multidões , com certeza calariam sua boca e lhe mandariam para fora do país

Jogaram minha cabeça oca no lixo da cozinha
E eu era agora um cérebro, um cérebro vivo à vinagrete
Meu cérebro logo pensou: que seja, mas nunca fui tiete
Fui posto à mesa com mais dois
E eram três pratos raros, e foi o maitre que pôs
Senti horror ao ser comido com desejo por um senhor alinhado
Meu último pedaço, antes de ser engolido ainda pensou grilado:
Quem será este desgraçado dono desta zorra toda?
Já tá tudo armado, o jogo dos caçadores canibais
Mas o negócio aqui tá muito bandeira
Dá bandeira demais meu Deus
Cuidado brother, cuidado sábio senhor
É um conselho sério pra vocês
Eu morri e nem sei mesmo qual foi aquele mês
Ah! Metrô linha 743

Resumindo , essa música era um aviso pra todos aqueles que tentavam se libertar dessa arapuca que nos foi armada. “Cuidado brother, cuidado sábio senhor” , o sistema continua aí pronto pra nos engolir. Felizmente nós conseguimos nos libertar, mas não acredite que é o fim , é apenas o começo do fim. Pode não estar mais explicito mas tudo ainda é controlado e muitas pessoas ainda tem sua opinião formada pela televisão e meios de comunicação.

Adorei o post do Phillipe André… Bem isso mesmo!

Acho que existe alguma referência com Livro “1984″ de George Orwell, a “Polícia do Pensamento”, trazido à realidade da didatura militar brasileira à época.

Raul fala da censura musical durante o regime militar.

Do perigo que representava o “pensamento” das pessoas.

” Ele ia andando pela rua meio apressado
Ele sabia que tava sendo vigiado”

Estaria sendo perseguido pela ditadura.

“Cheguei para ele e disse: Ei amigo, você pode me ceder um cigarro?
Ele disse: Eu dou, mas vá fumar lá do outro lado
Dois homens fumando juntos pode ser muito arriscado!”

Refere-se que a população unida representaria uma ameaça a ditadura.

“Disse: O prato mais caro do melhor banquete é
O que se come cabeça de gente que pensa
E os canibais de cabeça descobrem aqueles que pensam
Porque quem pensa, pensa melhor parado.”

Referencia a ditadura, e refere-se também a burguesia que financiava a ditadura na época “o prato mais caro do melhor banquete”

“Desculpe minha pressa, fingindo atrasado
Trabalho em cartório mas sou escritor,
Perdi minha pena nem sei qual foi o mês”

Muitos escritores, cantores e etc foram reprimidos, perdi minha pena referen-se que ele não pode mais nem seguir seu ofício de escritor, e faz tanto tempo que ele nem lembra mais.

“Metrô linha 743″

Para ocultar as mortes de muitas pessoas os jornais eram enchidos com notícias de obra de novas linhas de metro.
Os ditadores colocavam em jornais essas notícias na capa, assim o numero de assassinatos que apareceriam nos jornais diminuiriam.

“Eu disse: Claro, pois não, mas o que é que eu fiz?
Se é documento eu tenho aqui…
Outro disse: Não interessa, pouco importa, fique aí
Eu quero é saber o que você estava pensando”

e a ditadura nem deixava vc se defender, nem mostrar sua opinião.

O resto da música é óbivio.

Eu sempre tentei entender o que essa música queria passar.
A minha impressão ao ouvir a música é que ele se reere ao regime militar.
“comer cabeça de gente que pensa” seria tentar alienar a população e se livrar os que enxergavam tudo que a repressão fazia.
Os três homens que chegaram com uma pistola na mão seriam os militares.

Qual é a sua interpretação?

-->