7 Vezes

Deixa o mundo avisar de teu nome, Sete vezes escrevi o seu nome, Deixa o mundo avisar de teu nome. Num mundo assim bem grande, sete vezes escrevi seu nome. Num mundo assim bem grande, sete vezes escrevi. Será que é é, fato necessário diz que é é, insistir e repetir que é é, todas… Read More 7 Vezes

A Feira

É dia de feira Quarta-feira Sexta-feira Não importa a feira É dia de feira Quem quiser pode chegar…(2x) Vem maluco, vem madame Vem Maurício, vem atriz Prá comprar comigo… Vem maluco, vem madame Vem Maurício, vem atriz Prá levar comigo… Tô vendendo ervas Que curam e acalmam Tô vendendo ervas Que aliviam e temperam…(2x) Mas… Read More A Feira

A Noite

À noite, quando o calor se mistura com a luz da tv preto e branco À noite, eu quieto dentro de casa ouvindo rajadas de bala À noite, fatos ruins do jornal se unem ao meu cansaço À noite, o mesmo corpo cansadão As vezes se perde de frente a saída Mesmo assim eu paro… Read More A Noite

Bitterusso Champagne

Um sonho… um sonho… Um brinde com taça de vinho Cheiro de asfalto no sangue Um atalho com fuzil no caminho No cardápio bitterusso champagne Um atalho com fuzil no caminho No cardápio bitterusso champagne Cordão de fé tirado do peito E uma luz no fim do presídio Mas um buraco cavado às pressas Pra… Read More Bitterusso Champagne

Catequeses do Medo

Catequese do medo Num buraco negro No fim do terceiro mundo Um sorriso assustado Uma mãe desesperada Um pai mal pago, operário e mudo Reuniões oficiais escurecendo outras salas Onde a tortura faz filho Na pele de um jovem afro-brasileiro Na pele de um jovem fudido e sem dinheiro Por isso… Podem falar o que… Read More Catequeses do Medo

Como uma Bala Perdida

Eu conheço esse tipo de raça Por trás da farda se esconde um homem cansado de ser Tirado Pra otário, perdendo e ganhando tempo Pra ter menos de um usuário Perdido nas ruas, perambulando por aí, caçando um rolo Pra ralá Um esquema que leve a mente, A mente estigada, que mais uma vez queima.… Read More Como uma Bala Perdida

Cristo e Oxalá

La La La ra ra ra ram… Oxalá se mostrou assim tão grande Como um espelho colorido Pra mostrar pro próprio Cristo como ele era mulato Já que Deus é uma espécie de mulato. Salve, Em nome de qualquer Deus, Salve Salve, Em nome de qualquer Deus, Salve Se eu me salvei, se eu me… Read More Cristo e Oxalá

Dívida (c/ Ultramen)

Não vem que não tem O Rappa e Ultramen Banda de verdade não tem pra ninguém Um homem com palavra é um homem da verdade É requisito básico pra personalidade Não importa a idade a cidade ou a nação Respeito é herança da civilização A taxa é zero o juro é alto vamos conversar Ressarcimento… Read More Dívida (c/ Ultramen)

Documento

Não se aplica a regra não tem arrego não tem explicação passei do limite, do procedimento não tem explicação não procurei veio a mim não dói de noite a fumaça o meu jornal, era só meu o meu jornal era só traça me alimentava de explosão queria ver fogo e paixão novos, renomados, juvenis queria… Read More Documento

É Preciso Mais Som

É preciso mais som Ouvir mais do que é bom Se ocupar melhor,melhor,melhor Viver é sua alegria É preciso apartar as brigas Deixar mais espaço e mais graça em minha vida Mais harpas, mais sinos mais torcidas, vários gritos Mais música em minha vida É somente o que eu preciso Enquanto não se ouvir o… Read More É Preciso Mais Som

Em Busca do Porrão

A busca do porrão não é de paz ou de abraço De grade, de foice amarelada, não é de cagaço, Não tem cor, não tem caô Nem promessa, nem fita, nem missa A busca do porrão não é missão É uma sina A busca do porrão não faz barulho E não cobra dívida A busca… Read More Em Busca do Porrão

Eu Quero Ver Gol

Batuque, balanço, swing, praia e carnaval Hoje no pé do morro tem ensaio geral Eu quero ver gol eu quero ver gol Não precisa ser de placa eu quero ver gol Dois dias sem dormir chega domingo de manhã, Fica difícil passar sem um banho de mar Tem a distância lotação, tumulto então, Tô no… Read More Eu Quero Ver Gol

Farpa Cortante

Não falta a marca da crise O pé incomoda, incomoda com o furo Eu quase encosto, encosto no muro No lado de cá, no lado de cá da vitória No escuro, o teto é a laje Acende e apaga, apaga a fogueira No charco molhado de papelão Coberto de fogo da brasa da fogueira Na… Read More Farpa Cortante

Favela

Vá dizer pra ela que o curral do samba é a passarela, vá dizer pra ela que o rio de janeiro todo é uma favela, senhor, candeia, noel, cartola, adoniram vá dizer pra ela que o rio de janeiro todo é uma favela, vá dizer pra ela que o som que eu faço vem lá… Read More Favela

Fininho da Vida

Na parede onde se brinca No chapisco encarpado A parede que escora O fininho da vida Os verdadeiros heróis são os guerreiros da lida Por entre as trincheiras, barracos Passam num sopro da vida Subindo e descendo em silêncio No caminho apertado que tem É o fininho da vida Disciplina de trem, virtuose na vida… Read More Fininho da Vida

Fogo Cruzado

Fogo Cruzado Eu tô no fogo cruzado Vivendo em fogo cruzado E eu me sinto encurralado de novo No Gueto o medo abala quem ainda Corre atrás Do fascínio que traz o medo da Escuridão Que é a vida No Gueto o medo ilude e seduz Com o poder da cocaína Quem comanda o sucesso… Read More Fogo Cruzado

Hey Joe

Hey joe Onde é que você vai Com essa arma aí na mão Hey joe Esse não é o atalho Pra sair dessa condição Dorme com tiro acorda ligado Tiro que tiro trik-trak boom Para todo lado Meu irmão, é só desse jeito Consegui impor minha moral Eu sei que sou caçado E visto sempre… Read More Hey Joe

Homem Amarelo

O Homem Amarelo do Samba do Morro Do Hip Hop do Santa Marta Agarraram um louro na descida da ladeira Malandro da baixada em terra estrangeira A salsa cubana do negro oriental Já é ouvida na central Que pega o buzum, que fala outra língua Reencontra subúrbios e esquinas É o comando em mesa de… Read More Homem Amarelo

Homem Bomba

Requebrando a consciência Na fumaça das vaidades Humilhadas envenena As conclusões… Como meu sangue nunca vai Nunca vai, vai virar vinho No final do mês Se acende o pavio Então… Bum! Bum! Bum! O Homem Bomba Bum! Bum! Bum! O Homem Bomba Ataque bom! Bum! Bum! Bum! O Homem Bomba Bum! Bum! Bum! O Homem… Read More Homem Bomba

Hóstia

Os que sobravam encostados no balcão Ali permaneciam nos trabalhos Em meio ao ar parado Não se ouve tiros não há estardalhaço Bicho-gente, bicho-grilo, quero que se dane Olhos de injeção Gatos humanos espreitam Choram mimados meu rango (2x) Não dividiria com qualquer animal Meu prato de domingo a carne assada É o principal Mesmo… Read More Hóstia

Ilê Aye

Oh oh oh oh oh oh oh oh oh oh Oh oh oh oh Soul Power Oh oh oh oh Soul Power Oh Oh Oh Oh Essa história começa mais ou menos assim: Que bloco é esse? Eu quero saber. É o mundo negro que viemo mostrar pra você (pra você). Que bloco é esse?… Read More Ilê Aye

Instinto Coletivo

Quadras e quadras e quadras e quadras cirandas, cirandas, cirandas “b boys” e capoeiristas Velhos sonhos, novos nomes, velhos sonhos, novos nomes na avenida O folclore é hardcore, e ataca o nosso momento Abre a roda quem tá fora e quem tá dentro participa, O folclore é hardcore, instiga alegria Em respeito do homem ao… Read More Instinto Coletivo

Lado B Lado A

"Força, quando mete o pé É com força Força, força Quando mete o pé, é com força Força, força Quando mete o pé na porta É com força Força, força, quando mete o pé É com força" Se eles são Exu Eu sou Iemanjá Matam o bicho Eu tomo banho de mar Com o corpo… Read More Lado B Lado A

Lei da Sobrevivência

Que diferenca faz ficar sentado e não olhar pra trás esquecer o passado olhar o futuro e não se magoar Que diferenca faaaz ficar sentado e não olhar pra trás esquecer o passado olhar o futuro e não se magoar Agora é verdade deixo de ser novidade as mãos estão machucadas e o sangue a… Read More Lei da Sobrevivência

Levante a Cabeça

Get up, stand up stand up for your rights Get up, stand up Don’t give up for the fight (bis) Sem trabalho eu não sou ninguém, vou além o dia seguinte é diferente pra quem tem Não é mole, é muito mais de mil, ouviu? Mesmo assim eu tento a sorte no sufoco, meu dinheiro… Read More Levante a Cabeça

Linha Vermelha

Fecharam a Linha Vermelha Fecharam a Linha Amarela Fecharam Avenida Brasil Grajaú – Jacarepaguá e também o Anil Alto da Boavista, Vista Chinesa, Paineras mandaram esperar Sentido Lagoa – Barra Niemeyer Tem que recomeçar Tem que construir Tem que avaliar E ter hora pra agir O tempo todo O tempo todo agir Vou me benzer… Read More Linha Vermelha

Mar de Gente

Aiôa ê ê, Aiôa é Aiôa ê ê, Aiôa é Aiôa ê ê, Aiôa ôa Aiôa ê ê, Aiôa é… Brindo à casa Brindo à vida Meus amores Minha família…(2x) Atirei-me ao mar Mar de gente onde Eu mergulho sem receio Mar de gente onde Eu me sinto por inteiro… Eu acordo com uma Ressaca… Read More Mar de Gente

Maria

Noves fora a lógica Se bateria é a nossa mágica Eu escolho o juízo Da alegria, do céu ao precipício Minha canção é coisa séria Um verdadeiro comício Se o suingue é meu vício Bato tambor, desde o início Nosso som não tem cor Nosso som não tem briga Vejo as favelas todas elas unidas… Read More Maria

Me Deixa

Larararala, larararararara Podem avisar, pode avisar Invente uma doença que me Deixe em casa pra sonhar Pode avisar, podem avisar Invente uma doença que me Deixe em casa pra sonhar Com o novo enredo outro dia de folia Com o novo enredo outro dia de folia Eu ia explodir, eu ia explodir Mas eles não… Read More Me Deixa

Meu Mundo é o Barro

Moço, peço licença Eu sou novo aqui Não tenho trabalho, nem passe, eu sou novo aqui Não tenho trabalho, nem classe, eu sou novo aqui Eu tenho fé Que um dia vai ouvir falar de um cara que era só um Zé Não é noticiário de jornal, não é Não é noticiário de jornal, não… Read More Meu Mundo é o Barro

Meu Santo Tá Cansado

Meu santo tá cansado Não vou dizer que tenho saldo sobrando Não tô devendo, mas a vida de homem é assim mesmo Uma lona de freio aqui Um motor fazendo um barulho ali Não vou dizer que não menti Meu santo tá cansado Que sou todo direito e sei a hora de ser covarde Não… Read More Meu Santo Tá Cansado

Milagre

Ao redor dos maiores prédios que eu já vi, No final de um dia cheio de engolir Cada um tem seus milagres pra insistir Cada um tem seus milagres , pra fugir pra não ouvir Cada um tem seus milagres O som dos dias que distanciam A nossa melhor metade Que vai ficando de lado… Read More Milagre

Miséria S/A

Senhoras e senhores estamos aqui Pedindo uma ajuda por necessidade Pois tenho irmão doente em casa Qualquer trocadinho é bem recebido Vou agradecendo antes de mais nada Aqueles que não puderem contribuir Deixamos também o nosso muito obrigado Pela boa vontade e atenção dispensada Vou agradecendo antes de mais nada Bom dia passageiros É o… Read More Miséria S/A

Mitologia Gerimum

Vou, vou, vou voltar Prá casa de novo Eu tivo que vir só Não pude trazer você comigo Às vezes eu me sinto Um exilado político Por ser um gabirú Não tão lesado assim Gabirú, gabirú, gabirú eh! Vou, vou, vou voltar Prá casa de novo Troquei poeira por fuligem Fiz um pacto em São… Read More Mitologia Gerimum

Monstro Invisível

Monstro invisível que comanda a horda Arrasando tudo o que é de praxe Eu tô laje acima, no cerol que traz a vida pra baixo Brilhante idéia de uma cabeça nervosa Grafitando um outro muro de raiva Eles já sabiam, mas deixaram a sina guiar a sorte Vejo a minha história com a sua comungar… Read More Monstro Invisível

Na Frente do Reto

Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! Oh! O show tá começando O show tá começando… Anote tudo que puder Anote tudo que ver Não se sabe o que sucede O que pode… Read More Na Frente do Reto

Na Palma da Mão

O negro pisou no topo do morro Pegou sua viola e tocou pro povo Pro povo do crime Que foi chegando e colocando As suas armas devagar no chão O mesmo chão que guarda o sangue O mesmo chão de correrias O mesmo chão de tantas famílias Que hoje batucam o mesmo som Na palma… Read More Na Palma da Mão

Não Vão Me Matar

Eu não quero mais saber de sofrer não Não quero não Me contam histórias diferentes Achando que eu vou acreditar Enganam o povo com promessas Tentando induzi-los a acreditar Que a consciência do ser humano De repente pode até falhar Quem bate esquece quem apanha E quem apanha quer se vingar Criticam uma raça tão… Read More Não Vão Me Matar

Nó de Fumaça

Saiu de banda serpenteando Como peixe ensaboado Nem o Rio engarrafado Foi capaz de detê-lo Nas esquinas nas favelas Não se fala de outro assunto Refrão É! Não se fala de outro assunto Na muvuca da encrenca Tem inocente tem culpado E lavadeira não têm trouxa Fumo novo é batizado Filé de osso cara inchada… Read More Nó de Fumaça

O Novo Já Nasce Velho

Enquanto a voz amena Fala de equilíbrio Um rosto é só um rosto E quem está falando Parece uma questão divina E a tv tira a atenção Na hora do culto hardcore Pois a miséria é um insulto Motiva a fé do mundo E o defunto não deve enjeitar a cova Humilde, desumano Não vou… Read More O Novo Já Nasce Velho

O Salto

As ondas de vaidade Inundaram os vilarejos E minha casa se foi Como fome em banquete Então sentei sobre as ruínas E as dores como o ferro a brasa e a pele Ardiam como o fogo dos novos tempos(2x) E regaram as flores Do deserto E regaram as flores Com chuva de insetos Mas se… Read More O Salto

Óbvio

Saia do ócio Não caia no óbvio Não quero ter um sócio Eu quero um antídoto pra viver melhor Em nome da fé acertar a si mesmo como em transe em busca de algo superior Praticando a maldade sem sentir como se estivesse certo Em busca de um desafio poderoso por um instante Cai o… Read More Óbvio

Papo de Surdo e Mudo

o nascimento de uma alma é coisa demorada não é partido ou jazz em que se improvise não é casa moldada laje que suba fácil a natureza da gente não tem disse me disse o nascimento de uma alma é coisa demorada não é partido ou jazz em que se improvise não é casa moldada… Read More Papo de Surdo e Mudo

Pára Pegador

Ele pára, pegador depois chuta matreiro campeão, matador bom de luta Abaixou, vacilou, ele passa Se Liga, se necessário, machuca, humilha, traça O seu laço é de corte, mas não aparta briga A vida é quem escolhe quem vai pra dividida jogador, partideiro desenha a linha da bola Faz o drible da vaca e muda… Read More Pára Pegador

Pescador De Ilusões

Se meus joelhos Não doessem mais Diante de um bom motivo Que me traga fé Que me traga fé… Se por alguns Segundos eu observar E só observar A isca e o anzol A isca e o anzol A isca e o anzol A isca e o anzol… Ainda assim estarei Pronto pra comemorar Se… Read More Pescador De Ilusões

R.A.M.

Nação não é bandeira Nação é união Família não é sangue Família é sintonia Novos satélites nos aproximam Mais e mais Então a gente se vê nos telejornais Agora mesmo pedras estão voando Na direção certa Confie nisso “véio” Ritmos, ações e manifestos (refrão) Atirados em passeatas Ou em casos solitários Como batuques diferentes Numa… Read More R.A.M.

Respeito Pela Mais Bela

Perguntar porque, eu não vou fazer, perdemos você, mas nós temos que aceitar. Triste sem saber como me conter, não posso te ver mas ainda resta recordar. (2x) Foi, foi, eu digo que foi, foi com um tempo, e nos abandonou, e uma enorme saudade aqui dentro, aqui dentro do peito, do peito ficou. (2x)… Read More Respeito Pela Mais Bela

Reza Vela

Larara…. A chama da vela que reza Direto com santo conversa Ele te ajuda te escuta Num canto coladas no chão as sombras mexem Pedidos e preces viram cera quente Pedidos e preces viram cera quente A fé no sufoco da vela abençoada no dia dormido O fogo já não existe ali saíram do abrigo… Read More Reza Vela

Rodo Cotidiano

Ô Ô Ô Ô Ô my brother (4x) É… A idéia lá corria solta Subia a manga amarrotada social No calor alumínio nem caneta nem papel E uma idéia fugia Era o rodo cotidiano (2x) O espaço é curto quase um curral Na mochila amassada uma quentinha abafada Meu troco é pouco, é quase nada… Read More Rodo Cotidiano

Tribunal de Rua

A viatura foi chegando devagar E de repente, de repente resolveu me parar Um dos caras saiu de lá de dentro Já dizendo, ai compadre, cê perdeu Se eu tiver que procurar cê ta fodido Acho melhor cê i deixando esse flagrante comigo No início eram três, depois vieram mais quatro Agora eram sete os… Read More Tribunal de Rua

Tumulto

Eu sempre penso duas vezes Antes de entrar Mas tem certos momentos Que atingem o inconsciente popular Inconsciente popular Tumulto, corra que o tumulto está formado Vem cá, vem vê, vem cá, vem vê-ê Que dentro do tumulto pode estar você Panela batendo, toca fogo no pneu, põe barricada Velhos, senhoras e crianças A mulecada… Read More Tumulto

Uma Ajuda

Wah…, wah…, wah…, wah…, wah… Wah…, wah…, wah…, wah…, wah… (4x) Como é bom te ver, é uma ajuda, se é (4x) Refrão Meus olhos não aguentavam mais admirar o comprovado Encarar tantas verdades cruas é ver o céu pela metade No teu abraço contente algo ficou diferente Pude sentir a poeira das coisas caindo… Read More Uma Ajuda

Vapor Barato (O Rappa)

Uauau! Uauauauau! Uauau! Uauauauau! Sim! Eu estou tão cansado Mas não prá dizer Que eu não acredito Mais em você Minhas calças vermelhas Meu casaco de general Cheio de anéis… Eu vou descendo Por todas as ruas E vou tomar aquele Velho navio E vou tomar aquele Velho navio Aquele velho navio… Eu não preciso… Read More Vapor Barato (O Rappa)

Vários Holofotes

Haaaaa heeeee haaaaaa heeeeee Vários holofotes ligados aqui, A água do banho já aqueceu, Crianças correm para fora do campinho Quem sabe aqui dentro o que acontece sou eu É o estado de sítio diário e o muro é alto e contém a inchente. Um limite de arame farpado não acaba com a fome, com… Read More Vários Holofotes

Verdade de Feirante

Onde está? Onde está minha parte da verdade Meio suja,meio suja Meio de achaque Calafate de arame,calafate de arame De plastik Casa pequena de pau, casa pequena de pau De rebite Tá no grito, tá no sol que bate Tá no rito, tá no sol que arde Tá na rua em desespero No choro, no… Read More Verdade de Feirante