Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!

Mão pra cima da cabeça, ouça esse som antes que algo teaconteça
Dormiu no ponto caiu, caiu no conto
E não custou barato, custou meu tempo, longo
Não é conflito, não é confronto
Eu não estava perto e não estava pronto
E não custou barato, custou meu tempo, longo
Fichado, por causa de um baseado
Perdi a conta dos enquadros
Lixaram o pobre do coitado
Passa, passa os homens querem te pegar
Hum… lá vem eles lá, eles querem te levar maloqueiro, carro gringo, vão parar pra averiguar
Zum, zum, zum, pum!
Sangue bom… nosso sócio diz que não vai Ter pra já
Pra mais descolar
Pra mais tarde fazermos a cabeça, sangue bom…
( …)
Nem tudo foi confiscado!
Eu sempre ouvi dizer que a juventude hoje em dia está largada,
Drogada, parada, alienada, mas o que falta? São forçados pelo
Progresso dos mais jovens mas o que falta? São forçados pela leiou pela
Ordem mas que ordem? Se ordem é dificultar, extorquir as coisas do povo
O povo assim ficou na mão, SOS é a Swat, agindo como cão
Contem! Vão dizer para todo mundo que aqui é mate ou morra!
E os políticos querem que você se foda!
Lá vem eles lá, eles querem te pegar, maloqueiro, carro gringo, vão arar para averiguar
Zum, zum, pum!…
Mão pra cima da cabeça…
Dormiu no ponto caiu, caiu no conto
E não custou barato, custou meu tempo, longo
Olha como certo, eu vejo mano, eu vejo tudo, e vejo a vida passar
Mas, se preciso for eu fico mudo, eu fico surdo, olho o farol abrilhar
O filme da sua vida…

Eu não agüento mais
Chegar nesses lugares abarrotados
Olhar para toda aquela gente
E ficar paralizado
Eu não sou alienado, mas eu
vivo esse absurdo
Vejo vagabundo mal, prá lá do fim do mundo
Confundido a mulherada, come
até mulher barbada
Eu não sou civilizado
Mas eu sei como chegar
Rachadura não querendo,
eu não vou encomodar
Pega as mulé marvada
Hoje eu vou dar uma festa
Você vai ser meu convidado
Com mini-ramp, com gente decente
Sem Zé-Mané, sem pau-no-cú do lado
Hoje eu vou dar uma festa
Com muita erva, muita perva e muita cerva
Hoje eu vou dar uma festa
Cai na noite, manda bala
Mete a cara, tudo
fala Terça,
Quarta, Quinta-feira, na
doideira a
noite inteira
Você perde a
liberdade,
vira alvo da
cidade,
ah! uuh!
Dívida que não é minha, quando eu
nasci já existia de passa o tempo mas não esqueço não, não!
O tempo vai dizer quem tava certo
Hoje eu vou dar uma festa
Só vai Ter chegado
Com mini-ramp, com gente decente
Sem frango da Malásia do meu lado
Hoje eu vou dar uma festa
Com muita erva, muita perva e muita cerva
Hoje eu vou dar uma festa
Diferentes atrações, em diferentes direções
Diferentes promessas, diferentes opções
Só que parar prá pensar é começar a morrer
Eu tenho mais o que fazer…
A verdade é que a verdade não é pra todos não
Tem muita gente fazendo promessa com a
corda no pescoço
Se a verdade é necessária mas
te põe prá baixo  
Pode falar mau que eu assino embaixo
Hoje eu vou dar feston
Com muita erva, muita bazon
Sou raça ruizon
Meu mano Tron, meu Mano Glaucon
Ibira boys, São Bernadon
Meus manos de Santos
Muita erva, muita perva, muita
cerva, muita bazon
Festa, direito do cidadão dever do Estado
(TCHAROLLADRÃO)

Se perguntarem prá você
O que falar sobre si mesmo o que dirá?
Dirá que sabe o que não sabe
Tudo aquilo que jurou nunca dizer, por quê? pra que?
Se perguntarem prá você
se é com a empregada ou com a patroa o que dirá?   
Se tu lucrou com a vida boa o que dirá?
Se vai mandar, se vai levar, se vai trazer
Se perguntarem prá você
o que falar sobre si mesmo o que dirá?
Dirá que sabe o que não sabe!
Tudo aquilo que jurou nunca dizer, porquê?
Você gosta de falar, falar, falar!
Então me diga sobre o que você fala bem?
Se você gosta de falar, falar, falar!
Se perguntarem prá você
quem é que sabe na verdade o que dizer
Se já falou, se vai falar, se vai fazer,
O que quer dizer: Perle, Pere, Pele, PC
Se perguntarem prá você o que falar sobre si mesmo,
o que dirá?
Certamente esconderá tudo que fez,
dirá que não mais, responde por ninguém
Se perguntarem prá você
o que falar sobre si mesmo o que dirá?
Você gosta de falar, falar, falar!
Então me diga sobre o que que você fala bem?
Se você gosta de falar, falar, falar
Vocês vão poder falar,
Vocês vão se divertir,
Só que eu não vou estar
por perto para ouvir você falar, falar, falar!

(Oh shit… is a good shit…)

(Tuf tuf tuf tuf tu…)

Charlie Brown… Santos

A vida te pede mas a vida não te dá
Devagar com meu skate um dia eu cheguei lá
Eu não sei como se escreve mas sei como se faz
Minha fé é meu escudo pra tanto leva e traz
Conceitos se dissolvem num mundo globalizado
Eu tô na fé, tô legal, menos um revoltado
Os que correram comigo continuam do meu lado
Tenho poucos amigos mas não foram comprados
O Brasil é o grande rei do “nhêm nhêm nhêm”
Que embala seu delírio num grande vai e vem
Mas eu sou cabeça forte melhor do que ninguém
Muito menos pior, o tempo prova quem é quem

Então vai, vai jogando bomba
vai pensando que tá bom que um dia eu mando a conta
Eu sou bola de Snooker, não whisky barato
Pra mordida de cobra tem veneno pra rato

Então vai, vai jogando bomba
vai pensando que tá bom que um dia eu mando a conta
Eu sou bola de Snooker, não whisky barato
Pra mordida de cobra tem veneno pra rato, então…

Eu sempre tirei onda com dinheiro, sem dinheiro
meu dinheiro, minha loucura, minha loucura, meu dinheiro
Malokeiro SK8 board que as mina pagam um pau
Eu vim de Santos, sou Charlie Brown

Eu sempre tirei onda com dinheiro e sem dinheiro
meu dinheiro, minha loucura, minha loucura, meu dinheiro
Malokeiro SK8 board que as mina pagam um pau
Eu vim de Santos, sou Charlie Brown

Uh! huhuhu… olha só, eu não quero conversar
Se você quizer uma coisa então vai ter que liberar
Uh! huhuhu… olha só, eu não quero conversar
Vou direto até o assunto, eu vou fazer você pirar

Aqui quem menos corre, voa, aqui não tem marcha lenta
Aqui só tem cientista, o que não existe nós inventa

(oh sheet… aHa… Charlie Brown… Skate board na veia… na veia dos irmão…)

Eu sempre tirei onda com dinheiro e sem dinheiro
meu dinheiro, minha loucura, minha loucura, meu dinheiro
Eu vim de Santos, sou Charlie Brown
Que as minas pagam um pau

Eu sempre tirei onda com dinheiro e sem dinheiro
meu dinheiro, minha loucura, minha loucura, meu dinheiro
Malokeiro SK8 board que as minas pagam um pau
Eu vim de Santos, sou Charlie Brown…

Eu sempre tirei onda com dinheiro e sem dinheiro
meu dinheiro, minha loucura, minha loucura, meu dinheiro
Eu vim de Santos, sou Charlie Brown
Eu vim de Santos, sou Charlie Brown

Eu vim de Santos, sou Charlie Brown
É só no que acredito
E se tiver do meu lado pode crer que é boa gente

Quase todo aquele luxo te deixou confuso
E aquela vida fútil comprou mais um inútil… wwwooo!

Foi você quem colocou eles lá
mas eles não estão fazendo nada por vocês
Enquanto o povo vai vivendo de migalhas
Eles inventam outro imposto pra vocês
Aquela creche que deixaram de ajudar está por um fio
E a ganância está matando a geração 2000
E a sua tolerância está maior do que nunca agora

Dormem sossegados os caras do senado
Dormem sossegados os que fizeram este estrago
Dormem sossegados os caras do senado
Dormem sossegados os que pintaram este quadro

Só você vai saber lidar com o mal que há em você
E o bem que há em você, toda a miséria
Que gera a insegurança imposta à você, que oprime você

(…)

Deixe de ser covarde homem
Deixe de ser covarde
Deixe de ser covarde homem
Seja homem de verdade

Você devia dar uma importância maior
Pras coisas corriqueiras da vida
Você devia dar uma importância maior
Pro que realmente tem valor na sua vida

Dormem(dormem) bem despreocupados os caras do senado
Dormem(dormem) sossegados os que fizeram este estrago

Mais vale a liberdade
E o bem que ela te faz
Liberdade é tudo aquilo, liberdade é muito mais!
Vem, vem e me traz, mais paz quero, vem, vem, vem e me traz mais…
Paz, eu quero mais paz…
Vem e me traz mais paz…

Pensei que você fosse mais um descendente, Que você fosse mais inteligente, Representasse melhor o lugar! woow! Viver assim já te deixou pra trás Ser um daqui é ser bem diferente! wwoo!  Quem corre atrás, corre atrás É que faz a coisa acontecer… Quem corre atrás Não deixa estar 1, 2 Deixar estar 1, 2  Pra revolucionar Pra lutar, pra conquistar Por quem ficou pra trás Nunca deixar o mau tempo Te levar pra trás  Pensei que você fosse mais um descendente, Que você fosse mais inteligente, Representasse melhor o lugar! woow! Viver assim já te deixou pra trás Quem é você pra ser tão diferente Ser um daqui é ser bem diferente  Quem corre atrás, corre atrás É que faz a coisa acontecer… Quem corre atrás Não deixa estar 1, 2 Deixar estar 1, 2 Deixa estar 1, 2 Deixa estar!  wwwooo…  A chuva nunca adentra a sua sala Se as cores estiverem dentro de você O sol já não queima o seu rosto E só é quem é de miliano é que vai entender A chuva não adentra a sua sala Se as cores estiverem dentro de você O sol já não queima o seu rosto E só é quem é de miliano é que vai entender  Estar perto do mar Rodar por aí Ver você também se divertir Estar perto do mar Rodar por aí… Estar perto do mar Rodar por aí Ver você também se divertir Estar perto do mar Rodar por aí…  A chuva não adentra a sua sala Se as cores estiverem dentro de você O sol está disposto ao seu rosto E só é quem é de miliano é que vai entender  Estar perto do mar Rodar por aí Ver você também se divertir Estar perto do mar Rodar por aí…

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fértil me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar…

Ela não é
Do tipo de mulher
Que se entrega na primeira
Mas melhora na segunda
E o paraíso é na terceira
Ela tem força
Ela tem sensibilidade
Ela é guerreira
Ela é uma deusa
Ela é mulher de verdade…

Ela é daquelas
Que tu gosta na primeira
Se apaixona na segunda
E perde a linha na terceira
Ela é discreta
E cultua bons livros
E ama os animais
Tá ligado, eu sou o bicho…

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fértil me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar…

Deixa eu te levar
Prá ver o mundo, baby
Deixa eu te mostrar
O melhor que eu posso ser…(2x)

Ela não é
Do tipo de mulher
Que se entrega na primeira
Mas melhora na segunda
E o paraíso é na terceira
Ela tem força
Ela tem sensibilidade
Ela é guerreira
Ela é uma deusa
Ela é mulher de verdade…

Ela é daquelas
Que tu gosta na primeira
Se apaixona na segunda
E perde a linha na terceira
Ela é discreta
E cultua bons livros
E ama os animais
Tá ligado, eu sou o bicho…

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fértil me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar…

Fazer da vida
O que melhor possa ser
Traçar um rumo novo
Em direção ao sol
Me sinto muito bem
Quando vejo o pôr-do-sol
Só prá fazer nascer a lua…

Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fértil me deu a voz
Minha mente
Nem sempre tão lúcida
Fez ela se afastar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar
Mas ela vai voltar…

A galera grita quando eu mostro skateboard
O pai dela é milionário e não está em casa hoje
Sou skatista canibal
Viciado em comer gente
Minha parada é muito dela
Ela não sai da minha mente
(3x) É quente
Complo bateu de frente e então ficou pequeno
A cobra venenosa se engasgou com seu veneno
Diga à todo mundo que o Chorão tá na parada
Chorão não é fraco não, pesa varias toneladas
(3x) É quente
Trabalho, corro atras, o que Deus trás eu digo amém
Rico é o cara que com pouco vive bem
É quente
(4x) Falem bem, falem mal, mas falem de mim
Chamei minha galera, minha galera é gente boa
Aqui todos trabalham mais ninguém tá rindo a toa
Bacana também chora mas bacana vive bem
A gente só se rala, a gente quer gozar também
(3x) É quente
(4x) Falem bem, falem mal, mas falem de mim

Eles falam em crescimento e não fortalecem o povo
Num país sem dente é feliz quem come um ovo
Manda um alô pra Santos, Rio, São Paulo, São Vicente
Pra proxima eleição Chorão pra presidente
(3x) É quente
(3x) Falem bem, falem mal, mas falem de mim

A vida te pede mas a vida não te dá
Devagar com meu skate um dia eu cheguei lá
Eu não sei como se escreve mas sei como se faz
Minha fé é meu escudo pra tanto leva e traz
Conceitos se dissolvem num mundo globalizado
Eu tô na fé, eu tô legal, menos um revoltado

Quem me conhece de verdade continua do meu lado
Eu tenho loucos amigos que não foram comprados
Mas o brasil é o grande reino do “nhém nhém nhém”
Que embala seu delírio num grande “vai-e-vem”
Mas eu sou cabeça forte, melhor do que ninguém
Muito menos pior, o tempo prova quem é quem

Eu vim aqui pra vadiar tomar uma breja com os amigos
Na coletividade, todo mundo unido
Sangue bom é sangue bom
Direto e reto sempre
Se tiver do meu lado
Pode crê que é boa gente

Eu vim aqui pra vadiar tomar uma breja com os amigos
Na coletividade, todo mundo unido
Sangue bom é sangue bom
Direto e reto sempre
Se tiver do meu lado
Pode crê que é boa gente

Perante ao povo eu não me acho
Pois, sim, sei o que faço
Hoje eu estou no clima mas eu vim de lá de baixo
Aí, anos de trabalho eu não vou jogar no lixo
Me passa o microfone que esse aqui eu não ligo

Pensar é bom, mas o melhor é fazer
E se você não faz com a vida
A vida faz com você, então
O tempo é rei
Temos muito o que aprender
O tempo é rei
O tempo é rei

Eu vim aqui pra vadiar tomar uma breja com os amigos
Na coletividade, todo mundo unido
Sangue bom é sangue bom
Direto e reto sempre
Se tiver do meu lado
Pode crê que é boa gente

Eu vim pra vadiar tomar uma breja com os amigos
Na coletividade, todo mundo unido
Sangue bom é sangue bom
Direto e reto sempre
Se tiver do meu lado
Pode crê que é boa gente

Canto minha vida com orgulho!

Na minha vida tudo acontece
Mas quanto mais a gente rala, mais a gente cresce
Hoje estou feliz porque sonhei com você
E amanhã posso chorar por não poder te ver
Mas o seu sorriso vale mais que um diamante
Se você vier comigo aí nós vamos adiante
Com a cabeça erguida,e mantendo a fé em Deus
O seu dia mais feliz vai ser o mesmo que o meu

A vida me ensinou a nunca desistir
Nem ganhar, nem perder mas procurar evoluir
Podem me tirar tudo que tenho
Só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz pra quem eu amo
E eu sou feliz e canto e o universo é uma canção eu vou que vou!

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória (4x)

Oh minha gata, morada dos meus sonhos
Todo dia, se pudesse eu ia estar com você
Já te via muito antes nos meus sonhos
Eu procurei a vida inteira por alguém como você

Por isso eu canto minha vida com orgulho
Com melodia, alegria e barulho
Eu sou feliz e rodo pelo mundo
Sou correria mas também sou vagabundo

Mas hoje dou valor de verdade, pra minha saúde, pra minha liberdade
Que bom te encontrar nesta cidade
Esse brilho intenso me lembra você

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória (4x)

Hoje estou feliz, acordei com o pé direito
E vou fazer de novo, vou fazer muito bem feito

Sintonia,
telepatia,
comunicação pelo cortéx
Bum,Bye-Bye.

Di sk8 eu vim, di sk8 eu vou… é desse jeito que eu sou
É o que tenho, é o que quero, é o que sei, é o que faço
Meu estilo de vida, liberta a minha mente

Di sk8 eu vim, di sk8 eu vou… é do jeito que eu sou
É o que tenho, é o que sei, é o que quero, é o que faço.

Tamo aí vivendo a vida, seguindo o meu instinto,
Protegendo a minha família
Skate é minha cara, musica é minha vida.
Me deu tudo o que eu tenho, e o que eu tenho tem valor
Pode crer que o bom malandro, também foi meu professor

E eu não sou otário, eu aprendi a lição
A sintonia faz o sangue, o sangue faz o irmão,
Vem comigo, então, não liga pra ele, então,
Nóis somo tudo maloqueiro, eles são tudo cuzão.

Eu sou do tempo do skate, do nem fama nem glória,
Quem não conhece o passado, não tá ligado na história
Tenho skate no sangue, tenho skate na memória, aee… som…

Meu estilo de vida é que liberta a minha mente
Completamente louco mas um louco consciente
(Eu sempre tirei onda com dinheiro, sem dinheiro,
Meu dinheiro, minha loucura, minha loucura, meu dinheiro…)

Di sk8 eu vim, di sk8 eu vou… é desse jeito que eu sou
É o que tenho, é o que quero, é o que sei, é o que faço…
Di-sk8 eu vim, di-sk8 eu vou…

Quem deu entrada pra subir?
Qual é primo nós tamo aí 
Quem deu entrada pra subir? 
Tamo aí pra decidir 
Quem deu entrada pra subir? 
Deu entrada pra subir 
Quem deu entrada pra subir? 
Tamo aí pra decidir 

Pulei!!! 
Pulei de ódio e agonia, 
Vou começar, não gostei daquele dia 
Fico pensando se eu cato um 
minha cabeça 
POW! 
Fico pensando em matar um 
e ainda te digo mais, pode cuspir bala de gato 
A tua hora vai chegar vou sacudir aqui 
Filha da puta 
eu trabalhei a vida inteira 
Por causa de um cuzão não vou morrer na beira

Quem deu entrada pra subir?
Qual é primo nós tamo aí
Quem deu entrada pra subir?
Tamo aí pra decidir
Quem deu entrada pra subir?
Quem deu entrada pra subir?
Quem deu entrada pra subir?
Tamo aí pra decidir

Quem deu entrada pra subir?
Qual é primo nós tamo aí
Quem deu entrada pra subir?
Tamo aí pra decidir
Quem deu entrada pra subir?
Quem deu entrada pra subir?
Quem deu entrada pra subir?
Tamo aí pra decidir

Pulei!!!
Pulei de ódio e agonia,
Vou começar não gostei daquele dia
Fico pensando se eu cato um
minha cabeça
POW!
Fico pensando em matar um
e ainda te digo mais, pode cuspir bala de gato
A tua hora vai chegar vou sacudir aqui
Filha da puta
eu trabalhei a vida inteira
Por causa de um cuzão não vou morrer na beira
Ae

Assuma esse risco,
o vale é assumir
Pra que se flexar deu entrada pra subir 
Então, só me digam então, 
quem são, pra onde vão, se vão voltar 
quem são, quem são, quem são vocês? Pra onde vão vocês?
Então quem são vocês, pra onde vão vocês?

Assuma esse risco,
o vale é assumir
Pra que se flexar deu entrada pra subir
Então, só me digam então,
quem são, pra onde vão, se vão voltar
quem são, quem são, quem são vocês? Pra onde vão vocês?
Então quem são vocês, pra onde vão vocês? yeah!…

Numa sessão com meus irmãos,na ladeira a um milhão
Eu vou a muito mais de mil,sou Curva de Hill
Sou um louco do asfalto,adrenalina a todo alto
Maloqueiro quando tem estilo rouba cena de assalto

Somos de uma geração que já rompeu barreiras
Nós tivemos que nos criar
Somos de uma geração que já rompeu muitas barreiras
Nós tivemos que nos criar

WOWW!!!

WOOOWWW!!!!

Tudo que tenho nessa vida são as ruas para andar
Na morada do sossego,ali é o meu lugar
Uma amizade a mais,uma saudade a menos
Se liga na responsa e toma conta do que temos

O universo é uma canção e osom não tem fronteiras
Nosso surto vai nos guiar
O universo é uma canção e o som não tem fronteiras
Nosso surto vai nos guiar
WOOOOWWWWW!!!!!!

WOOOOOOOOOWWW!!!!!!!!!

HAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!!!

Cruzei uma doida, 
investi até o sol comê 
Não consigo mais parar sou viciado em 
come, comer, comê! 
Mulher tu que é doida, vem cá que eu faço a boa em 
você 
É chapa doida preta cara, é chapa rara tá na cara 
Que ela quer me dar, se ela quer dar eu meto sol, eu traço tudo 
vou com ela lá pro fundo 
Eu vou comê, comê, comê! 
Ô velha chata sai prá lá! 
Skate na veia dos irmãos… 
Traga todo mundo que encontrar, 
foda-se se a velha reclamar 
Além do que essa zorra é toa 
Têm um montão de xota boa 
velha chata sai prá lá! 
Eu vou cruzar uma doida, 
eu vou investir até o pau comê… 
Não consigo mais parar sou viciado em
come, comer, comê!
Mulher tu que é doida, vem cá que eu faço a boa em
você

Não me diga o que fazer 
Não me diga o que falar 
Não me diga quem comer 
Ô velha chata sai prá lá! 

Sai pra lá velha chata, 
aqui ninguém quer te comer 
se você chamar a polícia 
quem vai presa é você! 
Go, go, go… 
Go, go, go…
Go, go, go…
Go, go…

Sai pra lá velha chata,
aqui ninguém quer te comer
se você chamar a polícia
quem vai presa é você
Go, go, go…
Go, go, go…
Go, go, go…
Gooooooo…

Corra vagabundo olha a polícia aí!
Porque eu não quero ficar na cadeia
o dia inteiro a noite inteira
o dia passa na doideira também passa do ponto
Chegamos onde deveria ser
Vagabundo deitado, mão na cabeça, identidade
Não minta não porque, se não vai ser pior pra você!

Corra vagabundo olha a polícia aí!
Corra vagabundo olha a polícia aí! yeah…

Come on… Charlie Brown Junior!

Dez horas da manhã, a campainha tocou
O oficial de justiça logo ele avistou

“Eu tenho aqui uma intimação,
o Sr. saia daqui!
Mas antes eu vou confiscar o que tiver aqui.
Eu quero essa TV, eu quero o som e
Isso aqui, e o que mais você tiver,
Hoje vou até dormir aqui.
Tu não me enrola não! Tu faz orgia aqui!
Tenho até pena de você,
Tu tem três horas pra sair!”

“Eu tô aqui pra te mostrar
o dia D, o dia D, o dia D, o dia D
Eu confisco! Eu confisco!
Esse é o meu trabalho, Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu sou da lei seu trouxa, eu confisco!”

Eu vou pra onde? Pra onde eu devo ir?
Monumentos com um cheiro que ninguém agüenta
Multidão de solitários que a cidade alimenta.

Dez horas da manhã, a campainha tocou
O oficial de justiça logo ele avistou

“Eu tenho aqui uma intimação,
o Sr. saia daqui!
Mas antes eu vou confiscar o que tiver aqui.
Eu quero essa TV, eu quero o som e
Isso aqui, e o que mais você tiver,
Hoje vou até dormir aqui.
Tu não me enrola não! Tu faz orgia aqui!
Tô até com pena de você,
Tu tem três horas pra sair!”

Eu confisco! Eu confisco!
Esse é o meu trabalho, Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu sou da lei seu trouxa, eu confisco!”

Eu tô aqui pra te mostrar
o dia D, o dia D, o dia D, o dia D!
Eu confisco! Eu confisco!
Esse é o meu trabalho, Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu sou da lei, seu trouxa, Eu confisco!

Eu vou pra onde? Pra onde eu devo ir?
Monumentos com um cheiro que ninguém agüenta
Multidão de solitários que a cidade alimenta

Eu vou pra onde? Pra onde eu devo ir?
Monumentos com um cheiro que ninguém agüenta
Multidão de solitários que a cidade alimenta

Eu tô aqui pra te mostrar
o dia D, o dia D, o dia D, o dia D!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!
Eu confisco! Eu confisco!!

Já era…

Um belo sonho veio então despertar minha vontade,
Tudo vale apena pra te reencontrar,
Me livrei de tudo aquilo e consegui mudar,
Tudo que foi feito em troca de uma amizade mas,
Felicidade é poder estar com quem você gosta em algum lugar,
É foda ser louco, advogado do mundo mas,
Como tudo deve ser?
É foda ser taxado de doido, vagabundo mas,
Como tudo deve ser?

Foi quando te encontrei, ouvindo um som e olhando o mar,
Foi quando te encontrei, ouvindo o som do mar rolar…

Eu não nasci ontem, nem quando, como por onde mas,
Como tudo deve ser, com as balizas do nosso sistema
Sigo imprimindo meu sonho na história, como tudo deve ser.
Um belo sonho veio então despertar minha vontade,
Tudo vale apena pra te reencontrar, me livrei de tudo aquilo e consegui mudar,
Tudo que foi feito em troca de uma amizade mais…

Foi quando te encontrei, ouvindo o som e olhando o mar,
Foi quando te encontrei, ouvindo o som do mar rolar…

Eu não preciso de promessas e acho que você também,
Eu não tento ser perfeito e acho que você também.
Dias e noites, pensando no que fiz,
Eu sou um vencedor, eu lutei pelo o que eu quis,
Mas quando não se pode mais mudar tanta coisa errada,
Vamos viver nossos sonhos, temos tão pouco tempo.

Foi quando te encontrei, ouvindo o som e olhando o mar,
Foi quando te encontrei, ouvindo o som do mar rolar…

Foi quando te encontrei, ouvindo o som e olhando o mar,
Foi quando te encontrei, ouvindo o som do mar rolar…

Foi quando te encontrei, ouvindo o som e olhando o mar,
Ouvindo o som e olhando… ouvindo o som e olhando o mar…
O mar…

Escrevi seu nome no meu braço,
Eu não te esqueço mais,
E bom cuida dessa responça,
Cuida de mim se não te largo e eu não volto mais,
Comigo ninguém tira onda.

Eu quero alguém que va comigo além,
Me fortaleça encarar a vida,
A vida e minha eu tenho fãs tambem,
Eu quero aproveitar a brisa.

Domingo eu volto com uma sede de leão pra matar,
E voce vai pagar a conta,
Não vou perdoa se voce não estiver la não,
Comigo ninguém tira onda.

Eu quero alguém que va comigo além,
Me fortaleça encarar a vida,
A vida e minha eu tenho fãs tambem,
Eu quero aproveitar a brisa.

Eu quero alguém que va comigo além,
Me fortaleça encarar a vida,
A vida e minha eu tenho fãs tambem,
Eu quero aproveitar a brisa.

Eu mergulhei fundo, tomei de tudo pra tentar chegar
Ao fim de um poço de um mundo sujo
Que só me impõe princípios, objetos, valores falidos
Princípio, objetos de valores falidos

Manipulam pessoas, colecionam inimigos
Demorei a enxergar por conta das respostas
Que eu não tinha naquela hora
Mas se eu pudesse enxergar há muito tempo
Eu já estaria na boa como estou
Como estou agora
Como estou agora…

As flores são bonitas em qualquer lugar do mundo
Muita gente tem forma mas não tem conteúdo
Eu não sou alienado, eu não vivo esse absurdo
Eu conheço o fim da linha, eu renasci no submundo
Quando eu jogo, eu jogo mesmo
Quando eu ganho, eu ganho muito

Demorei a enxergar por conta das respostas
Que eu não tinha naquela hora mas
Se eu tivesse enxergado há muito tempo
Eu já estaria na boa como estou
Como estou agora
Como estou agora…

O tempo todo a vida mostra
Como quero estar feliz,
Como devo estar feliz
Como devo estar feliz…

Tudo estava num momento bom
Eu só pensava em me divertir
Tudo estava num momento bom
Mas começaram a me seguir
Dez horas com o gosto amargo
Com o punhal no meu coração
Os olhos dela são da cor do mar
Mas são gelados como a solidão

Fui eu quem consumi ela até o fim
Fui eu quem amava ela tanto assim

O poço da loucura é muito fundo
O jardim da insanidade, cabe eu, você e todo mundo
Quando você não mais servir, eles vão te esquecer
Mais ai ganha quem sabe perder

Tudo estava num momento bom
Eu só pensava em me divertir
Tudo estava num momento bom
Mas começaram a me seguir

Dez horas com o gosto amargo
Com o punhal no meu coração
Os olhos dela são da cor do mar
Mas são gelados como a solidão

Fui eu quem amava ela tanto assim
Fui eu que consumi ela até o fim

Sem neurose, cada um sabe o dom,
E o dom é o tamanho da dose
Não tenho explicações a fazer
Quem sabe de mim sou eu
Quem sabe de você, é você
Quem foi que ficar vai ficar
Quem foi de correr, vai correr

Você não pode se fechar para o mundo
Por medo de se machucar
Se não você vai se machucar por não viver
Viva todo dia, viva devagar
Ande pelo submundo, mas saiba voltar
Viva pela vida, viva pra mudar
Viva pelo mundo, o valor só ali está

Fui eu que consumi ela até o fim
Fui eu que matei ela no jardim
Sem medo do preço que tenho que pagar
Sem medo de eu ter me tornado um alvo
No fim da colheita, sim, eu serei salvo
Hoje eu só procuro a minha paz
uma alma sem sonho se torna objeto do incerto
Hoje eu só caminho pelo certoHoje eu só procuro a minha paz
Hoje eu só caminho pelo certo

Fui eu quem amava ela tanto assim
Que consumi ela até o fim

Hoje eu só procuro a minha paz
Paz
Paz….

As coisas foram acontecendo 
sem que eu pudesse perceber 
o desapego do maior interessado que era eu,
Perdi tudo que era meu 
de repente o mundo inteiro me esqueceu 
o groove é a lenda, 
não, não quero que me entenda 
mas quero que respeite o que foi feito com suor 
a história foi feita, a rua é minha seita 
e isso quer dizer que hoje eu me sinto 
bem melhor

Sem pensar, sem imaginar 
no que viria a ser melhor, yeah
Cidade grande, eu só vi gesticular, mas não deu 
pra escutar não
Vidas distantes, yeah

As coisas foram acontecendo
sem que eu pudesse perceber
o desapego do maior interessado que era eu,
Perdi tudo que era meu
de repente o mundo inteiro me esqueceu
o groove é a lenda,
não, não peço que me entenda
mas quero que respeite o que foi feito com suor
a história foi feita, a rua é minha seita
e isso quer dizer que hoje eu me sinto
bem melhor

Sem pensar, sem imaginar
no que viria a ser melhor, yeah

Cidade grande, eu só vi gesticular, mas não deu
pra escutar não
Vidas distantes, yeah…

Não somos poucos e somos muitos loucos.
Guerreiro é guerreiro de noite e de dia, mv bill, charlie bronw jr. Conexão Rio-Santos. Mexeu com a família, agora se vira, segura a seqüência, segue a quadrilha.

Mv bill- Toda vez é a mesma história, criança correndo, mãe chorando,
Chapa quente,tiro pra todo lado, silêncio na praça, um corpo de um
Inocente, chega a maldita polícia, chega a polícia o medo é
Geral, armado, fardado, carteira assinada com ódio na cara
Pronto para o mau, mais um preto que morre, ninguém me
Socorre, a comunidade na cena, a arma dispara, o pânico
Aumenta, parece até cinema não é real, as armas não são de
Brinquedo, quando a polícia invade a favela espalha terror e
Medo, é gente da gente que não nos entende e usam de
Violência um corpo estendido no chão, ao lado de uma poça de
Sangue, consequência do desespero daqueles que eram para dar
Segurança, que ganham aumento de cobradura quando tudo
Termina em matança, refém do medo, guerreiro do inferno
Guiado por jesus, na escuridão tentando buscando, achar uma luz,
E por falar, fazendo uma curva, uma viatura, vou ter que dar
Uma parada porque agora vou ter que levar uma
Dura, como sempre acontece tapa no saco me chamam de preto
Abusado, documento na mão, vinte minutos depois eu tô liberado,
É complicado ser revistado por um mulato fardado, que acha
Que o preto favelado é um retrato falado, sempre foi assim (sim)
Covardia até o fim(sim), a porrada que bate na cara não dói no
Playboy burguês, só dói me mim, programado pra matar(pá-pá)
Atira e depois vai perguntar se ele trabalhava ou se traficava, só
Sei que deitado no chão ele tá, e gera a revolta na cabeça da
Comunidade que é marginalizada pela sociedade, que se cala
Escondida no seu condomínio, na favela ainda impera a lei do
Genocídio, noventa por cento da população anda com arma na
Mão, não confia na proteção, vindo de camburão, vê cacete na
Mão, fica jogado no chão

Quando o ódio dominar não vai sobrar ninguém, o
Mal que você faz reflete em mim também… respeito é pra
Quem tem… pra quem tem

(2x)

Chorão- Autoridade vem e invade sem critério
Nenhum, som na sirene, cheiro de morte, derrubaram mais um,
Na frente do filho eles quebraram o pai, o zé povinho fardado
Vem entra mata e sai…sem ser julgado, corrompido, alienado,
Revoltado, fracassado vai pintando esse quadro, o quadro do filme da sua
Vida, o quadro de vidas e vidas da maioria esquecida..
Decorrente do descaso e da corrupção, muleque cresceu não
Tinha emprego então virou ladrão, menor bolado por aki tem de
Montão, morre um nasce um monte com maior disposição…

E o pensamento de todos aqueles que as leis das favelas são fiéis..
A revolta de consome da cabeça aos pés
(2x)

É a falta de perspectiva, sem a possibilidade de escolher o que é melhor pra. Sua vida, e que gera a revolta na cabeça da comunidade que é
Marginalizada pela sociedade, que se cala escondida no seu
Condomínio, na favela ainda impera a lei do genocídio…

Sua dura vida lhe ensinou a caminhar com as próprias
Pernas, resta agora você se livrar do mal que te corrói e te
Destrói…
Porque o crime não é o creme bota a cara mister m
Qualé mané o que que há vacilou virou munrra
(2x)

Quando o ódio dominar não vai sobrar ninguém, o
Mal que você faz reflete em mim também.. respeito é pra
Quem tem.. pra quem tem
(2x)

Mv bill- Não é somente favela que é condenada a viver a luz de
Vela, tática de guerra, tiro, lama e terra, capitão do mato seco
Pra atirar e não erra, depois que descobre que o cara
Deitado no chão era inocente, revolta na mente, favela que sente, ódio
Que toma conta de muita gente, todo mundo pra rua querendo
Botar fogo no pneu, querem se manisfestar porque alguém
Morreu, só a mãe que vai chorar, sabe o que perdeu, tem rua
Fechada, carro parado, camisa na cara, piloto assustado,
Relógio robado, busão tá quebrado, neguinho bolado,
Caminhão saqueado, batalhão de shoque de porrete na mão,
Tiro pro alto para assustar a multidão, tira o pino da granada de efeito moral,
Nessa hora todo mundo apanha igual marginal, e chega o pobre de preto
Botando geral pra correr sai voando se não quer
Morrer, se pegar te esculacha, bomba de gás, bala de borracha,
A manisfestação que era para ser contra a violência, deixa mais
Ferido como consequência, bota a mulecada para casa, tira a
Barricada, pista liberada não acontece nada, multidão se cala,
Um já foi pra vala, tudo o que acontece na favela não abala a
Ninguém, pedir ajuda a quem, veja o que tem, o povo tá sem,
Somos do bem, faltando alguém, só resta o choro e lamento da
Família e dos amigos, que perderam um ente querido procura a
Deus e diga amém, de boca fechada para o seu próprio bem,
Teve um menor de camisa na cara, que deu uma pedrada no
Guarda do guarda que tava baixando a porrada, e quem não
Aceitava que aquilo rolava, o morro chorava, mais um episódio
Que não deu em nada, só mais uma confusão e gente
Machucada, favela ocupada, medo dominando, quem é
Trabalhador que fica em segundo plano, seguem matando, o
Povo enterrando, imposto pagando, desacreditando, justiça
Clamando por deus implorando, por almas orando, com a vida
Jogando,

Chorão- Favela ocupada por uma semana vivendo em clima de
Tensão, quem tenta esquecer não consegue se lembra quando
Vê o sangue no chão, a comunidade ainda assustada
Aos poucos retorna ao seu dia-a-dia, a lágrima seca e a mente
Prepara o corpo para a próxima covardia

Quando o ódio dominar não vai sobrar ninguém, o
Mal que você faz reflete em mim também.. respeito é pra
Quem tem.. pra quem tem!
(2x)

Muita gente riu de mim
Quando eu disse que podia fazer o que quisesse da minha vida
Foram muitos anos de vivência,
Muitos baldes de água fria na cabeça
Muitos goles a mais, alguns passos para trás
Só flagrando a cena
Eu aprendi o bastante pra poder sorrir
Pois ainda estou aqui, tentando conquistar o meu espaço
Com muito pouca condição
Mas a cabeça não abaixo
Sou Charlie Brown, meu irmão
(TCHAROLLADRÃO)

E o que tenho de bom é do melhor
Sou o que sou, sei porque sou
Aonde estou e o que quero
Sei com quem devo estar
E o que da vida espero
Tribo que não tem medo do perigo skatista,
vagabundo, batizado, favelado
muitas vezes culpado sem ser julgado
Passei por isso, da vida sei o que espero, yeah

Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente

Quer falar, já falou, vou falar, já falei
Quer falar com o pai véio, fala agora
Pai véio quer ir embora!

Muita gente riu de mim
Quando eu disse que podia fazer o que quisesse da minha vida
Foram muitos anos de vivência,
Muitos baldes de água fria na cabeça
Muitos goles a mais, alguns passos para trás
Só flagrando a cena
Eu aprendi o bastante pra poder sorrir
Pois ainda estou aqui, tentando conquistar o meu espaço
Com muito pouca condição
Mas a cabeça não abaixo
Sou Charlie Brown, meu irmão
(TCHAROLLADRÃO)

E o que tenho de bom é do melhor
Sou o que sou, sei porque sou
Aonde estou e o que quero
Sei com quem devo estar
E o que da vida espero
Tribo que não tem medo do perigo skatista,
vagabundo, batizado, favelado
muitas vezes culpado sem ser julgado
Passei por isso, da vida sei o que espero, yeah

Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente

ah yeah…

Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente
Deixe estar, que eu…que eu sigo em frente

Atitude a gente tem
sorte a gente tem também
de um jeito ou de outro, pode crer que elas vem
Mas não só pra um rolé, pra muito mais que isso
O que elas querem é aquilo e você tá ligado disso
Vem, vem com tudo, me leva pro seu mundo,
Toda Patricinha adora um vagabundo
Se fui pobre não me lembro, se fui rico me roubaram
Meu esporte predileto é o mesmo do Romário

Não tão complicado demais, mas nem tão simples assim
Não tão complicado demais, mas nem tão simples assim

Minha vida é tipo um filme de Spike Lee
Verdadeiro, complicado, mal-humorado e violento
Você é bonito, e eu sou feio
Sua mãe te ama, mas eu te odeio
Quem tem boca fala o que quer, só não pode ser mané
Coração de vagabundo bate na sola do pé
Zica tem monte, zóião, da até em penca
Eu tomo banho de banheira com champagne e água benta

Não tão complicado demais, mas nem tão simples assim
Não tão complicado demais, mas nem tão simples assim

Você é bonito, e eu sou feio
Sua mãe te ama, mas eu te odeio

Eu vim de skate, sou guerreiro do asfalto
Quem fecha comigo, joga a mão pro alto,
Eu vim de skate, sou guerreiro do asfalto
Quem fecha comigo, joga a mão pro alto (bem alto)

Não tão complicado demais, mas nem tão simples assim
Não tão complicado demais, mas nem tão simples assim

Sem desandar, sem humilhar ninguém
É assim que eu quero ser, sim, um cara melhor
Não melhor do que ninguém, mas o melhor que eu puder ser
O tempo passa e tudo muda e você tem que entender
Que existem vários caminhos, escolha um pra você
Você tem o dom da voz, você tem o poder
De prosperar, de evoluir e de fazer acontecer
De prosperar, de evoluir e de fazer acontecer

Entenda como se comportam os homens
Não se respeitam e não se tratam como irmãos
Pois quase tudo gira em torno de poder
E sufocado eu me liberto nessa canção

Então faça o que tiver que fazer
Busque a evolução e se liberte
Não fique aí perdido no espaço
Pois ficar só reclamando é muito fácil

Você nasceu pra brilhar, o sol está em suas mãos

Livre eu vivo, livre eu sou
Livre eu vivo, livre eu sou

Camisa 10 joga bola até na chuva
Eu não sou envolvido mas meu papo não faz curva
Sem sequer imaginar no que viria a ser melhor

Sólido na volta, por cima, eu vou com tudo
Pode anunciar e convidar todo mundo
Nessa vida eu quero amor, paz, sossego e liberdade
Charlie Brown Jr invadindo a cidade

Na vida eu quero amor, paz, sossego e liberdade
Charlie Brown Jr invadindo a cidade
Na vida eu quero amor, paz, sossego e liberdade
Charlie Brown Jr invadindo a cidade

Livre eu vivo, livre eu sou
Livre eu vivo, livre eu sou

Camisa 10 joga bola até na chuva
Eu não sou envolvido mas meu papo não faz curva
Sem sequer imaginar no que viria a ser melhor

Sólido na volta, por cima, eu vou com tudo
Pode anunciar e convidar todo mundo
Nessa vida eu quero amor, paz, sossego e liberdade
Charlie Brown Jr invadindo a cidade

Na vida eu quero amor, paz, sossego e liberdade
Charlie Brown Jr invadindo a cidade
Na vida eu quero amor, paz, sossego e liberdade
Charlie Brown Jr invadindo a cidade

Ai o rap e o rock mano vem cá pra ver
Hood, Parte Um, Charlie Brown,o coro vai come
Cara de mau parceiro qualquer um faz, difícil mesmo é ser soldado da paz
É correria nego noite e dia, na chuva, no sol, na tristeza e na alegria
Problema todos tem e eu tenho também, mas graças a Deus não devo nada a ninguém
A vida é mesmo assim metarmofose ambulante
Mas um guerreiro nessa luta constante…Chorão skatista sangue bom,
Tamo junto é mó satisfação
Assim que é a casa tá de pé
A batalha continua parceiro vai na fé
Eu vou com tudo fazendo a correria com a família nova
Humildade e atitude aqui tem de sobra, e a vida é desse jeito e a mudança faz parte
Todo movimento da roda é uma arte, se quiser corre comigo tem que correr do meu lado
O tempo voa e eu não vo fica parado, então faça o que quiser mas faça a coisa certa
E se quiser fazer pode crer que a hora é essa
Então me diz se tu vai ficar falando
Então me diz me diz se tu falando com sua boca falante e a tromba de elefante a casa aqui é pequena mas a situação é grande
Skate board na veia rock’n'roll até a alma
Quem ta comigo faz barulho e bate palma
Acho que tu caiu berço e fico com algum trauma
A cabeça tá doendo então vê se vai com calma
Eu vivo de trabalho eu não vivo de aparência
Eu so contra alienação eu so contra a decadência
Ti tibi tibi ual
Fome e guerra civil
Enganaram todo mundo e não salvaram o Brasil
Ti tibi tibi ual
Botaram fogo no pavil essa porra vai explodir e só você que ainda não viu
Então me diz se voce vai ficar falando
Então me diz me diz se tu vai fica falando com sua boca falante e a tormba de elefante a casa aqui é pequena mas a situação é grande
Então me diz se voce vai ficar falando
Então me diz me diz se tu vai fica falando com sua boca falante e a tromba de elefante a casa aqui é pequena mas a situação é grande
Charlie brown
Imunidade musical
O som de ouvir em casa,na pista, na rua, na paz aqui não pula
Dinâmica de grupo muda a faze como a lua, mas é sempre rara a rima de onde vem irmão na faixa com Chorão batuca bem
Defendo varias tezes desse microfone aberto
Na real estou mas perto da verdade, do que pensam e adimiro quem me trouxe até aqui são e ileso
O som tem que ter peso
Sim, eu sempre sou coezo na reunião
Eu sofro quando eu vejo a decadencia desse mundo injusto e imundo, cheio de guerra, gente fútil
A Babilonia loteou a Amazônia, eles dão tapa na cara de quem fuma maconha,
Ai fica complicado tu tentar entender
O que tu tem a ganhar e o que tu tem a perder
Fica complicado tu tentar entender
Mas se voce fica falando voce vai é se fuder
Então diz
Então me diz se tu vai ficar falando
Então me diz me diz se tu vai fica falando com sua boca falante e a tromba de elefante, a casa aqui é pequena mas a situação é grande
Então me diz se voce vai ficar falando
Então me diz me diz se tu vai fica falando com sua boca falante e a tromba de elefante, a casa aqui é pequena mas a situação é grande
Charlie brown
Imunidade musical
Cidadão, comum, refem, Parte Um
Charlie Brown Rapin Hood pra ficar tudo bem
Paz
Sabedoria, musicalidade

Bons aliados! 
Com tiro efeito, 
não tem fragrante, 
nem documento 
Por que viagem pra lei deve servir, 
prá deixar de experiência e vivência sobre a realidade 
conquistada 

Não tenho nada, não quero nada, então me diz 
meu irmão qual é, qual é a parada, não devo nada, não quero nada, 
não cola, não, não pega nada não! 

Bons aliados na moral, 
sem fragrantes no local 
Raimundos – Charlie Brown! 

Bons aliados! 
Quase perfeitos! De Santos no Cerrado 
Oh! Cadê o respeito lá vem os homens com fome rapaz 
e querem me levar 
… 

Charlie Brown! 
Quem são? 
Onde estavam? 
Pra onde vão? 
Tudo bem quem são? Tudo bem? Tudo bem? “Piribom”! Quem são? Tudo bem quem são? Tudo bem? Tudo bem? “Piribom”! Quem são? Esse som é mesmo que disquirisom. Esse som é mesmo que disquirisom.

Eu sou aquele cara que você descartou
Aquele braço forte que você não confiou
Aquele mortal que você sempre ignorou
E que você nunca, nunca vai conseguir superar

Cria de rua sagaz, não se deixa controlar
Arredio, pronto pra voar
Quem é real, sabe o que faz e pode até te ensinar

Incapaz de se importar com alquém
Um cara que você ignorou e desfez
Incapaz de se importar com alquém
Um cara que você ignorou e desfez

Matou a bola da vez
Matou a bola da vez
Matou a bola da vez

Eu sou aquele vento que a tua tenda derrubou
Aquela droga forte que você tomou e pirou
Aquele portal que você nunca atravessou
E que você nunca, nunca vai conseguir superar

Cria de rua sagaz, não se deixa controlar
Arredio, pronto pra voar
Quem é real, sabe o que faz e pode até te ensinar

Incapaz de se importar com alquém
Um cara que você ignorou e desfez
Incapaz de se importar com alquém
Um cara que você ignorou e desfez

Matou a bola da vez
Matou a bola da vez
Matou a bola da vez

Bocas Ordinárias, Charlie Brown, Guerrilha!!!…

Seu perfume é sua maresia
Ia pra pista andar
de skate todo dia
Com os manos de fé em boa companhia
Aquele velho carteado, minhas manobrinhas

Foi então que eu vi,
a garota ali, sentada ali no maior stile eu decidi dividir
Não sou o melhor nem pior
em se aproximar de alguém
Faço o que quero, quando quero e até que vivo bem

Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…
Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…
(Não se desespere, não)
(Não se desespere, não)
(Não se desespere, não)

Quem tá de fora me procure
A desculpa pedir, eu conheço a parada e cheguei no limite

Foi então que eu vi,
a garota ali, sentada ali no maior stile eu decidi dividir
Não sou melhor nem pior
em se aproximar de alguém
Faço o que quero, quando quero e até que vivo bem

Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…
Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” irmão…

(…)

Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” então…
Mas e aí, então não se desespere não, vá até uma banca e compre uma revista “trash” então…

Seu perfume é sua maresia
Ia pra pista andar
de skate todo dia
Com os manos de fé em boa companhia
Aquele velho carteado, minhas manobrinhas!

A vida é feita de atitudes nem sempre decentes
Não lhe julgam pela razão, mas pelos seus antecedentes

É quando eu volto a me lembrar do que eu pensava nem ter feito
Vem, me traz aquela paz,
Você procura a perfeição e eu tenho andado sob efeito,mas
Posso te dizer que eu já não aguento mais
Desencana, não vou mudar por sua causa, não tem jeito,mas
Quem é que decide o que é melhor pra minha vida agora?

Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…

Lidei com coisas que eu jamais entenderei
Ah! Se eu pudesse estar em paz
Me livrar do pesadelo de vê-lo nesse estado,
E não poder ajudá-lo, não
Mas triste é não poder mudar, porque está tão revoltado irmão?

Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…

Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…
Ouvi dizer que só era triste quem queria…

A vida é feita de atitudes nem sempre decentes
Não lhe julgam pela razão, mas pelos seus antecedentes!
Cuidado com seus passos!…