Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!

Eu não posso fazer amor com você
Porque eu tenho meu compromisso
Se acaso eu resolver te fazer mulher
Vou pôr o meu casamento em risco
Se a canoa virou, no embarque do amor
Confundiu os meus sentimentos
Amo minha mulher, mas sabe como é
Desejo é mais forte que os mandamentos

Pra se dar e se deixar levar
Por um amor em que possa confiar
Não vou trocar o que é certo pelo o que há de ser
O ideal é deixar acontecer
( refrão )
Libera o seu coração pra outra pessoa

Você não pensou, você abusou
Da mulher que muitos querem e não têm
E extrapolou, causando ardor
Mas há males na vida que vêm para o bem
Você não pensou, você abusou
Da mulher que muitos querem e não têm
E extrapolou, causando ardor
Mas há males na vida que vêm…
Se você pedisse e soubesse agradecer
Iria fazer alguém feliz
Mas teu egoísmo não deixou acontecer
O destino é quem não quis
Ontem mesmo eu vi a tua “ex” passar por mim
Com um sorriso bem maior
O oposto do dia que encontrei você
Chorando aos prantos e só
Você não pensou, você abusou
Da mulher que muitos querem e não têm
E extrapolou, causando ardor
Mas há males na vida que vêm para o bem
Você não pensou, você abusou
Da mulher que muitos querem e não têm
E extrapolou, causando ardor
Mas há males na vida que vêm…
Realmente agora sei o que é ter alguém
Não me sinto mais tão nu
Estou valorizando cada qual que me convém
Colorindo mais azul
Hoje, ao lado dela
Pois você não soube amar
Certo é dar pra receber
Não estou feliz
Com teu jeito de sofrer
Mas fizestes por merecer
Você não pensou, você abusou
Da mulher que muitos querem e não têm
E extrapolou, causando ardor
Mas há males na vida que vêm para o bem…

Deixa eu sonhar o teu sonho
E viajar no arco-íris da paixão
Você é inspiração
Doce ilusão do meu coração

Quando vi você a primeira vez
Surgiu um raio de luz primavera
Tive medo, eu não vou negar
Mas eu sei, tô amando
De agora em diante
Todo mundo vai me ver feliz

Razão da minha vida
Imensidão do amor
Tudo que eu peciso
Você tem pra dar
Carinho, paixão, compreensão
Motivo pra sonhar
De amor, de amar

Deixa eu andar sobre as terras
E viajar nos limites da emoção
Levitar na garoa das serras
Curtir São paulo, fonte de inspiração
Vou á casa verde, onde conheci
Vários amigos de fé
Belém, Tucuruvi, Campo Limpo
Santo Amaro, Mooca, Chapadão
Vim da Praça da Sé
Lapa, Consolação

Tanto quis ir onde moram os Racionais
Sabe como é, outros ideais
Estava precisando de um pouco de paz
Cohab, Tatuapé, Nakamura e Brás
Socorro, Vila Sônia, Jardim ângela
Tiradentes, São Miguel, Penha e Itaquera
Morumbi, Vila Maria, Cachoeirinha e Grajaú
Jardim Paulista, Brasilândia e Moema
Vila Formosa, Embú, Paruqe São Jorge
Matarazzo, Guarulhos, Santos e Santo André
Cangaíba, Diadema e Osasco
Água Branca e Sumaré

Eu juro que não vou jurar
E juro que não juro mais
Juramento é engano, instinto humano
Ih! Tô jurando momentos banais
Que fazem valer, mais fazem sofrer
Na jura de amor, jurar quem jurou
Se a jura é a fraqueza na dor
Você jura que é racional
Juramentos me fazem tão mal
Olha à frente quando pisar
Com os pés no chão
Que eu vou viajar, junto com você
Só pra revelar que eu amo você
Assoviar de forma acústica
Se você quiser, eu canto aquela música

Jura de amor, lembra paixão e dor
Canção sem valor, arco-íris sem cor
A jura é a fraqueza na dor

Eu quero teu sabor
Meu Deus, mas que calor
Parece até fogo,
Um incêndio de amor

Gostosa, vai à praia de biquini cavadão
Só anda rebolando pra chamar toda atenção
Eu fico amarrado,
Nem olho pro lado
O coração dispara,
Bate acelerado
(2x)

Chamei pra dixavar a bela sereia
Meti meu blá blá blá, joguei a teia
(2x)

Ela é gostosa, sabe disso e abusa
Eu fico a sonhar e ela me usa
Tento disfarçar, mas a fé ainda é verdade
Ela sabe que é a melhor da cidade

Gostosa, gostosa
Faz desse jeito pra eu devorar você
Rebola, dengosa
Vem pro seu preto brincar de prazer
(2x)

Eu quero teu sabor
Meu deus, mas que calor
Parece ate fogo,
Um incendio de amor

Gostosa vai a praia de biquini cavadão
So anda rebolando pra chamar toda atenção
Eu fico amarrado,
Nem olho pro lado
O coração dispara,
Bate acelerado
(2x)

Chamei pra dixavar a bela sereia
Meti meu bla bla bla, joguei a teia
(2x)

Ela é gostosa, sabe disso e abusa
Eu fico a sonhar e ela me usa
Tento disfarçar mas a fé ainda é verdade
Ela sabe que é a melhor da cidade

Gostosa, gostosa
Faz desse jeito pra eu devorar você
Rebola, dengosa
Vem pro seu preto brincar de prazer
(3x)

É linda a nossa união
Fusão de um só querer
Motiva a exalar essa ilusão
Sintetizar nosso fuzuê
É rara a cor,
Debaixo d’água a gente faz amor
Eu vou tomar uma gelada
Pra acalmar o calor
Comemorar dez anos de amor
Te ouvindo falar
Só eu te quero, só eu te adoro
Só eu te amo, só eu, só eu
Quero colo, amor
Quero colo
Colo no seu corpo

No Fundo de Quintal, Só Pra Contrariar
Vem Vento Katinguelê, Deita e Rola e Samba K
Na Raça e na Malícia eu Sambalanço
Nossos corpos Morenos, que Delícia eu danço
Pagode e Papo 10, Cardápio Brasileiro
Minha Karametade e o Tchan do meu tempero
O seu Molejo, sua Negritude é Só Bamba
Você Fora de Série Exaltasamba

Festa na favela, baile no morro
Gente de novela, clima gostoso

Eu vo mandar o meu salve
Para os manos que tem a paz
Como parte dos teus planos
Graças a Deus na favela
É tranquilão
Chega na fé com amor no coração

Não vem com essa de dizer que a chapa é quente
O nosso bonde tem conceito diferente
Aí neguim vão parar com essa cachaça
Tú não é trem pra querer fazer fumaça

Festa na favela, baile no morro
Gente de novela, clima gostoso

E no esquema eu já mando meu recado
sem problema, onde vou sou bem chegado
visto a camisa do lugar que eu vou cantar
sem capaxice para não simpatizar
e os filé sempre dão a condição
ja é, ja é.. se gostou já ta na mão
na zueira vou curtir com a liberdade
o nosso funk é o canto da cidade

Festa na favela, baile no morro
Gente de novela, clima gostoso

é pra geral.. curtir na paz
só na moral.. é bom demais

Censurado, eu agonizei
Outras faces do olhar
Quando em outros laços
Te encontrei
Você nem pra disfarçar

Ou talvez eu misturiei de mias
Me arrisquei, não quis voltar atrás
Desenhei você sempre pra mim
Não pensei, você pedir o fim

Se eu arriscasse tudo
Talvez eu poderia salvar
E se nós tentassemos um baby
É, você não iria me deixar
Meu amor

O ciúme, nossas brigas, sei
Foi o que nos separou
Tantas agressões, eu enjoei
Coração se machucou

Quer saber
Meu mal é amar de mais você
Me entrego e é fatal
Enjoou do meu thuru, ru, ru
Meu amor, ainda I love you

Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
O que é meu, é teu amor está no ar
Com você encontrei valor pra amar
A vida é na verdade plenitude como ela é
Erguer a mão covarde na atitude pra tudo que der e vier
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
Você é tão serena e meiga no olhar
Com seus lábios de mel, me beija estou no mar
Desperta o meu desejo juventude, sabe como é
Enfim quando me vejo na saúde
Faço tudo o que você quer
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
A vida é na verdade plenitude como ela é
Erguer a mão covarde na atitude pra tudo que der e vier
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz
Descobri que você é minha diretriz
E só contigo que eu posso ser feliz

Bem melhor do que ninguém
Você sabe muito bem
Que eu te amo de verdade
Passo um dia sem te ver
E esse amor vem me fazer
Quase morrer de saudade

O destino preparou
Você pra ser meu amor
E me dar felicidade
Não me negue o seu calor
Você sabe muito bem
Que eu te amo de verdade

Feliz ao teu lado quero ser
Feliz, eu sou louco por você
E fico encantado
E um desejo me vem
O seu beijo molhado
Me arrepia e faz bem
Melhor que você não tem
Pelas ruas da cidade
Mas vem pra matar minha saudade

Hoje tudo tem que ser legal
E o super-homem que se dane
Vai virar noticia de jornal
Hoje que o Tarzan casa com a Jane

Tudo tem que ser bem natural, ooo
Hoje a noite é nossa grande estréia
E aquela cena forte no final
Só o cupido fica na platéia

Nossa história vai virar cinema
E a gente vai passar em Hollywood, mas
Se ninguém gostar não tem problema
Meu bem um grande amor
Não há quem mude

Yeah, yeah, yeah, yeah,
Yeah, yeah, yeah
Tudo com você,
Tudo com você
Yeah, yeah, yeah, yeah,
Yeah, yeah, yeah

Tudo com você,
Tudo com você
Cena de romance na TV
E eu aqui assim nessa fissura

Eu quero um vídeo-clip com você
Original sem corte, sem censura
Clima de efeito especial,
Já louco pra tirar o pé da lama
Se eu ganhar Oscar no final
Seu nome vai pra calçada da fama

Nossa história vai virar cinema
E a gente vai passar em Hollywood, mas
Se ninguém gostar não tem problema
Meu bem um grande amor
Não há quem mude

Ressurgiu, reacendeu pra mim sua imagem
Descobriu que ainda penso assim
Não é bobagem
Usufruir das circunstâncias no amor
Você me faz perder o medo
Então vou
Vou me dar ao calor
Me entregar com fervor
Amor, star, amor
E só chamar que eu vou

Vou mandar um alô
De todo coração
Pra massa alí da praça São João

Subi, Fegê, Acari, Pavão
Meu faixa, esculacha o alemão
Se ele é vacilão
Se pisou no teu pé
O cara é cheiradão
Mexeu até com a tua mulher

Solta ele
Deixa ir embora
Conduza o cidadão até lá fora (2x)

Se ele é vacilão
Se pisou no teu pé
O cara é cheiradão
Mexeu até com a tua mulher

Vou mandar um alô
pra massa de Xerém
Divinéia, Parapedro e Avintém
Tijuca, Belfort Roxo, Santa Marta e BC
Pedreira e Barata, Alussono e CT
Complexo do Alemão
Cajueiro, Jorge Turco e Vila São José

Solta ele
Deixa ir embora
Conduza o cidadão até lá fora (2x)

Se ele é vacilão
Se pisou no teu pé
O cara é cheiradão
Mexeu até com a tua mulher

Vou mandar um alô
Pro meu professor
Henrique do Salgueiro tem valor
Márcio e Goró, Tando e Taffarel
Naldo e Lulu, Willy e Duda do Borel
Sinistro e Leão, Rogério e Romani
Renê e Mascote e o Ricardo e o Marcondes

É bonito teu conceito
Zoar com o galerão no dom perfeito
Se essa de alemão
Aqui nao tem josé
Guerreiros são guerreiros
Mas funkeiro é pai de fé

Se essa de alemão
Aqui nao tem mané
Guerreiros são guerreiros
Mas funkeiro é pai de fé

Solta ele
Deixa ir embora
Conduza o cidadão até lá fora (2x)

Se ele é vacilão
Se pisou no teu pé
O cara é cheiradão
Mexeu até com a tua mulher

Vou mandar um alô
Pra galera do samba e pagode também, hein!
Alô, Molejão!Obrigado aí pela homenagem!
Valeu, Jorge Aragão, obrigado pela moral, hein!
Alô, rapaziada dos Morenos, Grupo Só Lóve, lá de São Gongaço!
Aí, valeu Waguinho, Dudu Nobre! Aquele abraço, irmão!
Alô, rapaziada do Negritude, muito obrigado!
Robson, caiu geral!

Hoje o tempo tende mais a avaliar os erros
Quem não tem medo é capaz de seguir
O seu destino a sorrir
Eu queria tanto, tanto ver
A felicidade invadir meu ser com você, com você

Laços de felicidade
Amor de ilimitável eternidade
Faz sorrir e chorar, misturando os sentimentos
E em nosso caso, só restaram alguns momentos
Mas na verdade, com total sinceridade
Aprendi a lidar com tamanha crueldade

Sei que errei e você também errou
Te dei tanto amor, será que acabou?
Hoje eu sinto que não deu em nada
Hoje eu sinto que não deu em nada, nada
Eu queria tanto, tanto ver
A felicidade invadir o meu ser com você, com você

O tempo me fez entender, que a minha vida é você
Só consigo sorrir se estiver ao seu lado
Então vamos arquivar todos os erros do passado
E tem que ser agora, quem sabe faz a hora,
Não espera acontecer pra chance não ir embora
Sei que errei e você também errou
Te dei tanto amor, será que acabou
Hoje eu sinto que não deu em nada
Hoje eu sinto que não deu em nada, nada

Hoje o tempo tende mais a avaliar os erros
Quem não tem medo é capaz de seguir
O seu destino a sorrir
Eu queria tanto, tanto ver
A felicidade invadir o meu ser com você, com você

Você não tem motivo,
De me dar castigo…
Eu já to a perigo, ie ie ie
É teu meu ombro amigo…
Eu te amo te dou prazer,
vou até o fim…
O teu gozo é meu jeito de querer,
Você clama por mim!!!
Ueue thuru, ueue thuru, ie ieeeee…
Ueue thuru, ueue thuru, ie ieeeee…

Você é um sonho e eu me reponho,
Se você beijar…
O meu corpo sua,
Sobe lá pra lua…
Quero te abraçar!!!
Você é um sonho e eu me reponho,
Se você beijar…
O meu corpo sua,
Sobe lá pra lua…
Quero te abraçar!!!
Ueue thuru, ueue thuru, ie ieeeee…
Ueue thuru, ueue thuru, ie ieeeee…

E é bom te amar,
É só você se dar…
Que eu vou mergulhar,
Piscar!!!
Quero te apertar,
Te fazer sonhar…
Você vai gostar,
Gamar!!!
Ueue thuru, ueue thuru, ie ieeeee…
Ueue thuru, ueue thuru, ie ieeeee…

Você é um sonho e eu me reponho,
Se você beijar…
O meu corpo sua,
Sobe lá pra lua…
Quero te abraçar!!!
Se você beijar, se você beijar,
Thuru…
Se você beijar, se você beijar….
O meu corpo sua,
Thururu…
Se você beijar…!!!

Pretinha quero ver você mexer com o Salgueiro
Morena tô vizando você o baile inteiro
Segura a força, Mutuapira e o Salgueiro
Quero ver, quero ver, quero ver você mexer
Então liberta Dj.

Hoje nós iremos sorrir e cantar
ouir o som do funk e dançar
Solto pelo ar livre pra voar
Navegar pelas ondas do mar
Nós viemos ao baile p’ra nos divertir
A paz no salão, tem o dom de nos unir
E faça valer a gata quer te ver zuar
Está rebolando para Ihe impressionar
Cheia de emoção, requebra até o chão
Oô musa do verão
Vem morena, vem no balencê
A massa está zuando eu tô de olho em você
Pretinha me namora quero Ihe conhecer
Voce não me dá bola, mas um dia irá ceder
Pois o coração, não resiste a tentação
De ilimitar os resíduos da Paixão
Amar é viver e eu pude perceber
Que o baile Funk e o encontro de lazer
Vem numa boa, vem p’ra dançar
Faça como a gente olê, olá
A paz se faz presente na imaginação
Andando pelo céu num carrossel de emoção
E na fortaleza de um mundo de ilusão
Cria a fantasia na magia da Canção
Voa liberdade com as asas da emoção
Eu peguei carona pr’uma nova dimensão
Viajei então p’ra um outro lugar
Longe da visão e de alguém imaginar
Onde as pessoas curtiam p’ra valer
Zuando em hamonia de um lazer

Refrão

Ieê, ieê, a magia chegou
Quero a paz, liberdade e amor
Dançar, dançar um break voador
Zoa com a Força, Mutuapira e o Salgueiro
E para as galeras vou mandar o meu abraço
Fazenda Botafogo, Cavalo de Aço
Fauna, Faz-Quem-Quer e o Morro do Alemão
Vila Operária, Vidigal e o Vaz Lobão
A massa da Mineira, Adeus e oUrubú
Santa Cruz, Oswaldo Cruz, e o Morro Azul
Campinho, Pombal, Borel, Morro do Galo
E vai um alô p’ro mulão de São Gonçalo
Jóquei, Boa Vista, Buassú, Catarinão
O Coz e o Paraíso, Fazenda e o Chumbadão
Rodo e Martins, Lindo Parque, Camarão
Cruzeiro, Marimbondo, a Estrela e o Escadão
Viana e Madama, Carecas do Canal
Pecado e Feijão, Mutuá e a Central
Menino de Deus e a massa da favela
Eram as mais visadas na imagem de uma tela
Sorrir era tão legal, ver o mulão
Zuando no trenzinho, acenando com a mão

Refrão

Alguns se encomodam , em standy by
Comigo é diferente , não cola , nem vai
Você esta achando que sou qualquer um
Mas eu pensei em coisa séria
Não quero ser mais um
Surgiram suicidios por causa de amor
Dos mais desprotegidos que você usou
Não quero outra vez
A disputa é a arma do carma chinês
Melhor ficar assim
Não vou permitir que você use a mim
Pra se divertir
Preciso decidir
Não vou me retrair
Eu não vou deixar
Você me usar
Da maneira que você planejou
Se tudo que eu quis
Foi viver feliz
Na esperança de um lindo amor

Berreco abre o seu olho
Para outro não tomar sua sopa
Mantenha sua barba de molho

Sua mina anda quase sem roupa
e sai por aí dando bolada
Ela so quer zoar
Ela nem quer saber
É um pegadão na madrugada
Tem gente te botando uma antena de tv

REFRÃO

Você é boi garantido
Puxa o rabo dela
Esta correndo perigo
Vai segurar vela
É duplo sentido
Na giria da favela

Um caprichoso a insistir
Conversa prá boi dormir
Berreco não durma no ponto
Vai lá ver se ela está na caxanga
Você está se passando por tonto
Humilhado na mão dessa baranga
Usando chapéu de couro cabeludo

Se sai pra trabalhar
é aquele fusuê..
ainda pergunta se é chifrudo
ai não leve a mal
mas eu vou ter que responder

OOÔ Paz União
Dança, chama a gata e aperta a minha mão
OOÔ Paz e Amor
Eu sou a luz que não se apagou
Galeras abram caminho que o mulão vai passar
Todos no barco da paz, vamos juntos navegar
Quero ver você, repicar na emoção
Reviver momentos de prazer em um telão.
Estilo diferente, nós viemos Ihe mostrar
Exemplar com disciplina a alegria no ar
Unir em grande arco sentir um novo prazer
E fazer do baile funk um bom motivo pra viver
Porque em todos os bailes, zuamos na moral
O Salgueiro e a Coronel é um bamba legal
Você precisa ver p’ra poder acreditar
Que um balanço envolvente, faz a massa agitar,
Como é lindo Salgueiro e Coronel
Fazer da vida em paz, o seu único troféu
Aproxima gatinha vem com a gente sangue bom.
Abrir as portas ocultas da nossa Imaginação
As equipes fazem tudo pra melhorar
Lutam pela paz, para o show continuar
As gatas vem ao baiie, e só querem amor
Mas alguns vacilões, vem brigar Botar terror
Para concluir é preciso a razão
Veja essas galeras agitando no salão

Refrão

É lindo ver a coronel
vindo em Carrossel, abalou
Gata linda, doces lábios de mel
Lá na nossa área tudo é amor
Todos jovens vem com carinho e Alegria
Num mundo de sonhos, amizade e fantasia.
Se você pensar direito, não irá se arrepender
De zuar o baile inteiro, se divertir pra valer
Pode ser do Caramujo, Pimba e Morro do céu
Cubango, alô Estado, vem zoar com a Coronel
Palmeira, Bernardino e a favela do Sabão.
Palácio e a Vila Ipiranga, é sangue bom
Mando p’ra Brasília, Riodades e Coréia
Pare de violência, se liga em nossa idéia
Otto, Boa Vista, Santo Cristo e Cavalão
Tenente Jardim, Viçoso, e o Boi é sangue bom
Vamos dar um tempo com essa marra de guerreiro
Mandamos mil abraços pra galera do Salgueiro

Refrão

Hoje temos tudo p’ra curtirmos tão bem
Se você quer ser feliz, vem unir o Nosso trem
Que esta seguindo uma nova direção
E cada momento uma outra emoção
Onde o desafio que teremos que cumprir
E tornar maior a sinfonia de MCs.
Então dê as mãos, faça o que diz o seu olhar
E curtir o baile Funk é mais um jeito de brincar

Refrão

Hoje estou feliz, com emoção
Pois a Coronel só me traz satisfação
Siga o meu exemplo dançando com uma mulher
E curta o som do Funk, dando aulas de Ballet
Gosto de morena, me amarro em pretinha
Eu estou me ligando que ela parou na minha
Quero ver toda rapeiz, com a Coronel cantar
Solte o grito na garganta, faz meu Rap ecoar

Refrão

Avião sem asa, fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-Piu sem Frajola
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem abraço
Sou eu assim sem você

Tô louco pra te ver chegar
Tô louco pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê? Por quê?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê?

Lembro o dia em que você me olhou
tá aqui no pensamento
era o início do nosso amor
sonolência total no momento
eu te quis…, eu sei, e você também
numa chance pra ser feliz te amei
como ninguém
Nossos corações em união
e as emoções de uma paixão
com o azul do mar, seus passos na areia
fui p’ra te encontrar, minha doce sereia
Nosso amor, nosso amor
arde tanto quanto queima em mim
motiva uma dor
eu juro que não vai ter um fim
Hoje somos dois apaixonados
cada dia mais te amo
Sou teu coroão, teu príncipe encantado
aos delírios eu te chamo
minha princesinha linda
vou te amar pra sempre
nada nesse mundo, pode separar a gente

A paixão dominou
Sem eu perceber
Pra nos envolver, coração

A paixão dominou
Mesmo sem querer
sem eu entender, a razão

Por favor, não me faz
sofrer sem você

O tempo não pára
e a gente sofre a dor
há tantas mudanças
no campo do amor
do amor

Sou muito velho
pra me apaixonar
te quero tanto
mas estou aos prantos
você ainda tem muito para dar
e eu, só alguns anos
pra poder te amar

A gente vai e volta
Atrás do que é ou foi
Se não conseguir, revolta
Com a perda dos dois
O fã chora quando vê seu ídolo chorar
E se decepciona, na necessidade de amá-lo
Eu sei que muitos ídolos
Se envolvem com seus fãs
A amizade é verdadeira, perfeita
Quando a mente é sã
Mana, mamana, mamana… Oh, yes

Emocionou a forma com que você me escutou
Se apaixonou e é feliz, não cobra nada
Isso é amor
E o que se quis, foi ser amigos
Sempre
The end of the super friends

Emociona quando nosso público canta
Na tv os programas
Sinto minha história e então tocar também
Contribuímos nas razões pro amanhã
Os nossos seis sentidos guardamos
Como um talismã

Tudo bom?
Na paz voltei
nem vem com “breck” com quem treme nada alem
As ruas, pra responsa
Quem quer alcançar
É, tem q lutar, vamos la
essa eu vou ver
envolve logo o meu no-me
sou zona sul, sou programado pra morrer
Sei que é comum, levar alguns tombos, Va-mos!
Nada como um bom rapp no morro, que louco!
Nao vou deixar a tristeza
subir pra cabeça
tou nessas, vou comandando o som
por onde eu faço,enfim, ja sofri
nao desisti
na fe de Deus eu vou seguindo forte
quem me conhece bem
sabe so faço o que sei
naquelas de quem sempre age
(nao e viagem)
cultura cresce assim
o compromisso diz: o rap fara masi requinte!
pedindo paz pro pai do povo
nao quero ver de novo
familias rivais, armas de fogo
maloca é favela
muitos querem ser dono dela
ambos juntos a despreza
ter um bom lar é mosca branca
Se marcar, vao dizer q voce so sabe reclamar
nada mudou por aqui
Ganso ouvinte, ze povim,salve-se
um passo em falso é o fim!
ninguem resolve teu problema
é obvio que o sistema é cruel
(tem gosto de fel, el el…)

Refrão (2x)
Mas é a zica, entao
so pra valorizar nossa cultura ladrao
segura irmao
é a pura visao
1,2,3,4!
chega como eu fiz e seja respeitado

é por ai, bem assim
que um time, zona sul
rap cresce, faz parte do time
aqui no brooklyn
sigo e sou e ovu seguir feliz
me acostumei, so vou dormir
depois de um do verdinho
vai vendo, o vizinho
Ze povinho, improvisando
pra que? recebe sei que nao dorme
reage e nao se esconde
está presente, livre pra seguir
resistente, liso e sempre seje sempre humilde
devemos ser assim, a esquina e delirante
eu vi o homem que nao dorme
um cara que atira e some
ve lobisomem, destroi ate o fim
vacilou, ou! Cantou pra subir
é o mundo cão, so decepção
Esta vida: favela, nossas opçao
é so ter malicia
Talvez um desastre, o peso da maldade
nao posso viajar sem esquecer da realidade
na calma ligue o radio
da casa entao do carro
em questao de tempo, o rap ira te envolver
tera a atitude capaz de entender
mais vale aquele homem que honre sua virtude
nao preciso de capataz, dou meu sangue
minha mae se foi, meus filhos vem cresceram no veneno
No morro do Piolho, Adeus-Xambau moreno
“nono” via as coisas, se tumultoa
voce me fez lembrar, nao posso marcar toca
so vou pra arrebento se for mesmo fita boa
Nossa, em cana ainda vai, mas jaz
é roça
Peça central de Santo Amaro
Brooklyn sul
Criancas pedem pelos bairros
de um por um
e nunca esquece, quando cresce
tipo que o bem que me dizia
ardente é de repente
é envolvente, o clima
o rap no local é causa normal
quem paga um pau, quem tumutua geral
o magistral
firmou no rap
meus pivete, se diverte
reparo o jeito dele quando ouça um som do R.E.X
Esquece
é bom, tipo no Canão
rap é o som, é jão
domina as festas, treme o chao
diverte e dá dinheiro
fazendo so cultura, semeando o som das ruas
pode cre, é nos na ativa e continua
continua, continua…

Refrão….

[Sabotage]
Eu vejo ao longe o patamar constante de um sobrevivente
que compriende entende sempre fez que lembre
que o poder (eh) nada mais é q cedo ou tarde
pode cre que a justiça divina é inviolavel
o compromisso é como o povo é o x da questao
é o resgate do ladrao
a musica do irmao a recuperacao
lotada de reflexao ai jão pode (cre sabotage)
rap é o som e tenho o dom
da imaginacao trilha sonora e faccao
VPN rap nacional ponto com
bem vindo ao jogo
ao dicionario marcado
tambem é claro o caçador de embalo
que empapuçado do lixo que a fome forma com o vicio
que deixa exausto e confisco segundo as leis de um livro
total afigo
nao so dom pedro mas eu grito
pelo bem do rap eu fico embaço critico
fui chamado pro palco pelos parceiros apoiado
se ha controversa dispare reage ou fique calado
porque a cultura aqui é nossa
mexeu com nois é roça
rap é compromisso como é o missel que destroça
é coisa nostra da favela abrindo a porta
só periferia que domina tal proposta
saude mute é ter poder
viver com proceder
esqueça esse um dia eu fiz e vai fazer
tipo davi ou di coruja alex ti
na humilde um bom malandro eu sei que ira seguir
deus primeiro depois os guerreiros essa é a nossa cara
Lu esquila baianinho uráca
protege a vida a faca o fio da navalha
no extremo nunca teme lá nao deixa falha
nao muda nada (eh) tendo respeito na quebrada
a fita dominada se tem distancia dos canalhas
que quanto mais cê fala pelo crack vende a alma
pra quem secou quem jogou prá
com nois na ativa outra vez com uma vantagem porem
nao provar nada a ninguem respeito é pra quem tem
saiba você também KL jay talento é pra quem tem
Heliao um bom rap do trem tem, Raekwon do Wu-Tang Clan
todo bom rap que escreve fará livros também
todo talento tem vaidade aprendi assim

[Refrão]
A cultura é nossa
A estrutura reforça
O rap é compromisso como o missel destroça (3x)

[Rappin Hood]
(É na zona sul é assim, só os filha da p*)
Rappin Hood nao se ilude tem que ter muita atitude
essa é minha virtude sempre cordial e nunca rude
a zona sul é os loucos respeita sempre os outros nao esconde o jogo
vejo a funçao entao discriminaçao é o cao
ofença nao ai respeita entao
quem é respeita só nao tem crença
só os filha da p* e nao compença
me diz o louco enfrenta
eu sei que é fodi* o inimigo
to decidido a lutar contra essa mer*
é comigo sim nao tou perdido
sabotage em potencial RZO estao comigo sim
se existe uma barreira entre coraçoes eu vou até o fim
aumento sim volume é o rap Heliopolis no radio
só som que é do cara* ah vou dizer é do caralho
a bola rola da hora ratata faz gol
quem é favela nao ignora
vejo os ladrao só na uniao
humilde entao considera irmao
assim que é ladrao atitude e uniao
potencia sabota possimente RZO é a razao
do fundo do meu coracao isso nao é ilusao

[Sabotage]
Humilde e sempre vou seguir sem querer ser “demasterpi”
aqui no broolink o sangue e o rap fazem bem enfim
cheque mais nao mate corra atraz sei que é capaz
a minha nacionalidade enxerga longe a atividade
brasil sempre pra frente a banda podre é uma serpente
delinquentemente prejudicando a nossa gente
religioes que nao sao tudo eleicoes que tumutuam
a luz no fim do tunel é o futuro eu nao me iludo
o paparazzi faz de ti o alvo da ganancia desencana a fama que matou daiana
rimanistou cambelou nobre vou se pinta em nota milhao de bebo olé
pode cre filho do vento tipo no role
conhecido e tal tipo profissional, pelé
sabotage mái nego de verdade assim que é

[Refrão]
A cultura é nossa
A estrutura reforça
O rap é compromisso como o missel destroça (3x)

Refrão(2X)
Escada serve pra subir, serve pra descer
Um degrau de cada vez, assim que tem que ser
Serve pra subir, serve pra descer
Um degrau de cada vez assim que tem que ser

Ham!
A vida na cadeia não é mole
Ajuste sua sintonia
Dê um trago, tome um gole
Cheiro de morte, cheiro de inferno
To preparado pra viver no seu mundo moderno

Mas um dia amanheceu,
Rapidamente mais um dia morreu
Aqui dentro um lamento, vingança,
Fuga no pensamento
Saudade dos manos trancado aqui dentro
Aqui eu sou mais um José Comum
Mandaram um toque lá de fora que fulano levou bum!
Muitos amigos vou deixar
Vou rezar, muitos momentos de lazer vou guardar

Angustiante é ver a vida correr pelas grades,
O sofrimento é constante, quem na sabe?
Meu destino é ter força, e segurar sem medo
Aqui sou menos um, lá fora sou mais um preto

A idéia é ganhar terreno, avançar
Criar um reino sem precisar recuar
Quinze anos em uma cela,
Saudade das ruas, dos amigos
Saudade da favela

Ontem eu li jornal do mês passado,
Espero meu almoço no meu canto calado
A hora da visita ta chegando
Sera que tem alguém lá embaixo me esperando?

Sinceramente eu não sei…

Meu pai que Deus o tenha em paz,
Presença física infelizmente nunca mais
Minha mãe já sem saúde
No fundo sei, que quebrei, parte da sua juventude

Cansei desta vida de artista
Vou me preparar pra poder sair desta lista
Um cigarro aqui vale uma vida
Uma vida, uma moeda
Uma moeda, várias intrigas

Esse é o esquema, olha o dilema
Se o Escada ta preso,
O rio vive sem nenhum problema

Quero ter meus direitos, já paguei o meu preço
Não vejo a hora de poder, mudar meu endereço
O poder puniu minha atitude,
Puniu minha família, puniu meu lado rude

Essa estrada só dá mão pra que atira a esmo,
O meu saiu pela culatra, e acertei em mim mesmo
Mais de um terço já cumpri, tudo bem e daí?
A lei é clara, já é hora de sair

Eu sabia que não era o céu
Mais cedo ou mais tarde, teria que provar desse fel
Todo lucro era prejuízo
Diziam que eu não tinha juízo
Mas só agora penso nisso

Sem relógio, sem futuro, sem amor
Só me resta o ódio, só me resta sofrimento e dor
Agora to sossegado, não vou fazer feio
Não vou me transformar naquilo que mais odeio

Graças a Deus mão sou mais escravo do ópio
To firme e forte, escapei do óbvio
O Estado ta decepcionado com a falta do meu óbito
A vingança é a minha mudança de hábito

Pedindo paz, a todas as quebradas, Cl Aparecida, Cl a minha
área.
Tem que saber chegar, Cl aparecida,tem que saber chegar, Cl a
minha vida.
Pedindo paz, a todas as quebradas, Cl Aparecida, Cl a minha
área.
Tem que saber chegar, Cl aparecida,tem que saber chegar, Cl a
minha vida.

É trem que sobe, é trem que desce.
É trem que fala,faz e acontece.
Que trem é esse descendo a montanha, Entinerário Aparecida à
Goiânia.
Várias mulheres, vários sacrifícios.
Sou um chefe de família, sozinha e seus filhos.
Paga, sou um louco não. Segurou o peito, viu que a coisa é
feia,
parou, teve medo.
O escritor, tão raro e marginal, mais que para muitos não vale
1
real.
A elite não, não desconfia o que brota no gueto da ilha na clã
periferia.

Eu sinto frio, o clima do serrado, troncos retorcidos, rifasso
preparado,
Então peço mais não caio, viatura indisparada, fuga de um
assalto, BR 153, saída
pra São Paulo.
O gueto é aqui, homem de preto estão em cima, as grades por
afisso, que é feitos como imã.
Onde a fé de Deus tem estrutura de concreto, aquele que
plantou,
vigiou, foi esperto.
Muito dismereços é da bíblia quando chega, trombei com ele à
noite no terminal do Veiga.

As vezes eu paro e penso, o que acontece na minha quebrada.
Vejo que nada mudou, o sangue escorre na calçada.
Aqui tem gente sofrendo, aqui tem gente morrendo.
Eu olho essas pessoas, todo dia é um tormento.
A polícia atirando de um lado, bandido revida do outro.
No outro dia escuto notícia, sumiu com o corpo.
Na favela que mora minha droga, destruiu as famílias então.
Todo dia tem um mano dentro do caixão, fumando com um tiro na
testa,
eles atiram pra matar.
Os gambé aqui só sabe exterminar.
Quando o dia acorda, põe pra arrebentar.
Eles fazem de tudo para nos calar.
Mais a minha voz, vai te alcançar. Pq a minha arma é saber
cantar.
Cl Aparecida, este é o meu lugar, tem que colar na banca e ver
o
proceder,
a união aqui é firmeza pra valer.
44 P, mensageiros da verdade. Queremos construir a nossa
irmandade.
Aqui é a lição, no canto pra cuzão.
Aparecida agora vai extremer o chão. A posse da Cl, só tem
neguim de fé.
Aqui não tem caó e nem musica pra mané.
Eu to do lado certo, quero vc tb.
Larga de ser zói, inveja que não tem.
Aqui tem 4 Pretos que rrepa muito bem.
(Muito bem)

Tem que saber chegar, só mano de responsa.
Tem que saber chegar, e assim cola na banca.
Tem que saber chegar, só mano de responsa.
Tem que saber chegar, e assim não desanda.

Nego Taíde chega já, só pra arrepiar,
sem assuviar, sem respirar, só no blá blá blá.
Os vagabundos sai pra lá, os colado vem pra cá.
Aqui não dá, o que é bom chegou, o que é ruim ficou, demorou,
mais aí o que é ruim fica, não atravessa a pista,
nao é só aqui, em qualquer lugar, no salão, no quartel, no meio
do mato ou na cidade ou na prisão, robozinho de cela.
Vai morrer pela guela, não adianta me olhar de lado, ficar de
4,
ouve o recado, fraco, pato, sinta entrar, só não vai sentir
sair.
Entra aí demorou um pouco mais estamos aqui, pra fazer vc
chorar, pra fazer vc sentir, o
que é ruim, vai ter que me ouvir, se ligar que vagabundo aqui
não cola.
Se parar na nossa frente patola, patola.
Pq coisa ruim, não cola, embora você não seja uma bola, vou te
chutar pra fora.
Pra bem longe daqui, aonde eu não possa te ver, aonde eu não
possa te ouvir.
Se liga aí no que é ruim, desprezado pela banca toda,
considerado um vício como atoa.
Passarinho de gaiola, não voa, não voa…

Tem que saber chegar, e assim cola na banca.
Tem que saber chegar, e assim não desanda.
Só mano de responsa, aqui cola na banca, 44 Pretos, MDV ninguém
desanda.
Só louco de atitude, malandro velho e não se ilude.
Um belo morro, um lindo horizonte. Na Cl tem vários becos onde
os malas corre,
e as polícias se esconde.
Me diz quem tu és que eu direi com quem tu andas.
Muleque se não é louco se é fraco não cola na banca, então
desanda.
Se não acredita, cai pra ver, se não acredita, cai pra ver.

A banca ta formada a cola aí p ver. Só louco de atitude de um
correto proceder.
Se não é inimigo então pq correr. Falar de mim pelas costas e
tremi quando me ver.
Ninguém melhor do que ninguém pagar sugesta p você. Você q não
deu valor no seu recado , e sua luta. Você que não entende de
rap ouça e me escuta. Aqui ninguém esta pagando de ameaça, aqui
ninguém usa máscara, se a carapuça serviu põe e encaixa. Põe e
encaixa…

Pedindo paz, a todas as quebradas, Cl Aparecida, Cl a minha
área.
Tem que saber chegar, Cl aparecida,tem que saber chegar, Cl a
minha vida.
Pedindo paz, a todas as quebradas, Cl Aparecida, Cl a minha
área.
Tem que saber chegar, Cl aparecida,tem que saber chegar, Cl a
minha vida….

Não adianta escapar
Tentar fugir
Pois eu sei que você não vai resistir
Eu tenho um troço doido pra você
Pega leve meu irmão pra não enlouquecer
Se entrar de cabeça não há mais como parar
Pois é inevitável você não provar
Pulsação alterada, batidas fortes e descompassadas
A sua viagem é uma porrada
Cheia de efeitos colaterais
Você não agüenta mais?
Então venha, venha
Arregace as mangas e venha

Como faz eu vou te ensinar
Como faz pra injetar
Se você quer esquecer essa vida cheia
Esqueça e aplique então hip-hop na veia

Até quando você vai se segurar
Sabendo que não há fuga desta teia
Se você quer esquecer desta vida cheia
Esqueça e, aplique então hip-hop na veia
Não adianta você negar a fugir
Não há lugar neste mundo que você possa ir!

Como faz eu vou te ensinar
Como faz pra injetar
Se você quer esquecer essa vida cheia
Esqueça e aplique então hip-hop na veia

Vacilo,você sabe quem eu sou, desse veneno já provou,
Não vou ficar lamentando, explicando o acerto que
faltou,
Não de grana ou de drogas, vacilão eu não sou,
Chegado sabe como é que é, xérox de zé mané, tô fora,
Não sou mais esperto que os outros pra ficar dando
Péle.
Minha barra é outra mais pesada do que se pensa homem
ou mulher,
Se não consta meu amigo, comigo é tiro e benção.
Não preciso de nada, mais corro atrás de tudo,
Quem tem língua comprida sempre age feito um burro,
Merece um murro na cabeça pra sintonizar a mente,
Assim expulsa o bicho que ataca a neurose, e te deixa
doente,
Tem vida curta quem se julga valente,
E ainda é enterrado como indigente.
Sou de tudo um pouco, mais também não sou nada,
Sigo o azar em minha reta, pra abraçar a sorte na
virada,
Se esse caminho não me leva a nada, mesmo assim
insisto,
Bato as asas me viro e vou.
Sempre cometo pecado mesmo falando ou calado,
Sempre estou certo e errado,
Você sabe quem eu sou.

Digo você sabe quem eu sou 2X

Não gosto daqueles que finge, isso não é um teste,
Nem mesmo um treino como dizem.
Confirmo tudo que você pensa de mim,
De mais ou de menos, de bom ou de ruim.
Não tenho tudo que amo, mais amo tudo que tenho,
Minha vida foi traçada desde o tempo do engenho.
Compenso minha ignorância com conhecimento,
A preguiça não impede o meu desempenho.
Odiado por muitos, admirado por alguns,
Enquanto entre dez amigos do peito só tem um,
Sou filho do pai de todos, não sou um excomungado,
Se for preciso costuro seu nome na boca do Sapo.
Enfoco espíritos tocando meu atabaque,
Mais também necessito da benção do padre.
Não sou o pior do mundo como você pensou,
Então pense mais um pouco, você sabe quem eu sou!

Digo você sabe quem eu sou 2X

Saiba que estou sempre na área,
Se derrubar é pênalti, por isso nunca deixo falhas.
Juiz é o que não falta pra julgar,
Você já voltava quando eu ia, só que não tem nada por
lá.
Tenho a consciência limpa, nunca tô com o ferro em
cima,
Pois estou sempre tentando manter o clima,
Mais também o dia em que precisar,
Vou lá embaixo ou lá encima buscar.
Graças a Deus até hoje isso não foi necessário,
Sou sujeito com todos, não dou motivo para otários.
As quebradas são os meus lugares,
Não bebo mais estou sempre tirando um barato pelos
bares.
O errado é o certo ao avesso, pode falar de mim muitas
vezes eu mereço.
Tenho cara de mau, e sou pior que minha cara,
Mais sou piedoso, minha maldade é rara.
Não aperto, mais ascendo, pois quem aperta mata,
tô sempre fervendo quando esquenta a parada,
Já te disse maninho violência não tá com nada,
Sou bicho pequeno tenho sangue de barata.
Fagulha que provoca incêndio, pingo que traz chuva,
Ratoeira humana que não mata mais machuca.
Já te disse meu nome, mais parece que você não me
escutou,
Não importa você sabe quem eu sou!

Digo você sabe quem eu sou 2X

rapaziada naum aguento mais esse clima a gente batalha
batalha e o ato mercenario nunca
termina e ainda por cima tenho que aturar certos
otarios que nos apunhalam com seus
comentarios ordinarios eh lamentavel a falta de
carater de certos individuos que chegam
na banca botam panca dizendo que são malandros que
metem bronca, haha eu tenho que rir
nunca vi um malandro se apresentando assim só se de
uns tempos pra cá decidiu mudar de
estinto apetitoso pra malandro ganancioso maquina de
vacilar ai naum dá ai naum dá pra
seguir o caminho numa boa todo esforço que vc fizer
vai ser atoa o pilantra eh o inverso
de tudo que a de bom e naum tem o dom de ser um
sujeito de respeito parece que naum tem mais

jeito o mundo inteiro sofre dessa mesma doença, eh
desavença das mais violentas

maquina de vacilar onde vc quer chegar?
eu tenho que rir!
maquina de vacilar onde vc quer chegar?
nunca vi um malandro se apresentando assim
maquina de vacilar onde vc quer chegar?
eu tenho que rir!
maquina de vacilar onde vc quer chegar?

Pior que caranguejo soh anda em marcha ré sempre cola
na minha e fica de olho na minha mulher
qualé que eh leva e trás otario da banca suja nosso
bairro entre os pais de familha que
voltam do trabalho ve se ti manca, passa pra frente
coisas que naum são suas tipos
como vc tem um fim horizontal no meio da rua soh
adianta seu lado depois de atrasar muitos
outros naum atravesse meu caminho inimigo comigo eh
bicho solto todos merecem perdão mais vc
eh exceção se estiver morrendo de sede derramo o resto
d’agua no chão essa eh a lei
do cão vacilão naum me chame de irmão por favor

maquina de vacilar onde vc quer chegar?
eu tenho que rir!
maquina de vacilar onde vc quer chegar?
nunca vi um malandro se apresentando assim
maquina de vacilar onde vc quer chegar?
eu tenho que rir!
maquina de vacilar onde vc quer chegar?

incoviniente ineficiente tipo caro fina chuva miuda
muito percistente quando quer
atrasar um lado destinto safado se vale das piores
coisas do mundo mero vagabundo sem
competencia pra vencer sozinho na vida, amizades são
cortadas por pequenas intrigas
onde eu te encontrar pego em sua mão olho nos seus
olhos sinto a vibração logo me vem
a cabeça imagem do bicho e isso me protege dos seus
maus fluidos, já estou acostumado com
esse tipo de erva daninha isso eh normal em quase
todas as esquinas,
negativo contantato fique no seu buraco ja que no
proprio caminho muitas vezes se perde
não dou valor a vc nunca te vi sussegado vai procurar
sua turma por que pra min vc naum serve

maquina de vacilar onde vc quer chegar?
eu tenho que rir!
maquina de vacilar onde vc quer chegar?
nunca vi um malandro se apresentando assim
maquina de vacilar onde vc quer chegar?
eu tenho que rir!
maquina de vacilar onde vc quer chegar?

ai mano vc que pensa que eh malandro nunca vi um
malandro se apresentando assim moro
se vc naum segura sua bronca eu naum te garanto naum
moro fica ligado se naum a casa
vai cair com vc dentro certo vc só atrasa o lado eh
pilantra com os irmão to na pele com
vc e mamando tambem vacilaum vc tá pisando na bola
aqui na area naum eh por ai naum
ai eh o seguinte, vc sabe quen tá falando? isso naum
te entereça! eu naum te conheço vc naum
ne conhece a parada eh o seguinte eh soh se liga na
ideia que o mano thaide mandou ai que
eh a pura realidade, atitulde e inteligencia, ai mano
fica esperto certo?