Mantra

14 comentários

Nando Reis

Hari Krishna Hari Krishna
Krishna Krishna
Hari Hari
Hari Rama Hari Rama
Rama Rama
Hari Hari
Itai Goranchai
Agoura Hari…

Quando não tiver mais nada
Nem chão, nem escada
Escudo ou espada
O seu coração
Acordará!…

Hari Krishna Hari Krishna
Krishna Krishna
Hari Hari
Hari Rama Hari Rama
Rama Rama
Hari Hari…

Quando estiver com tudo
Lã, cetim, veludo
Espada e escudo
Sua consciência
Adormecerá!…

E acordará no mesmo lugar
Do ar até o arterial
No mesmo lar
No mesmo quintal
Da alma ao corpo material…

Quando não se têm mais nada
Não se perde nada
Escudo ou espada
Pode ser o que se for
Livre do temor…

Quando se acabou com tudo
Espada e escudo
Forma e conteúdo
Já então agora dá
Para dar amor…

Amor dará e receberá
Do ar, pulmão
Da lágrima, sal
Amor dará e receberá
Da luz, visão
Do tempo espiral…

Amor dará e receberá
Do braço, mão
Da bôca, vogal
Amor dará e receberá
Da morte o seu
Guia natal..

Aaadeeeus Dooooor…(4x)

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hari Hari
Hari Rama Hari Rama
Rama Rama
Hari Hari…(6x)


14 comments on “Mantra

  1. Joaquijm Santiago Neto disse:

    A letra desta musica tem um significado muito espetacular pois o que Nando quis evidencia é que devemos ter despego e voltarmos para nosso interior e se conseguimos isto seremos felizes e a dor se extinguira.
    A base deste principio esta nas escrituras do Yoga.
    Quero parabenizar o Nando pelo Mantre Hare Brahama, Shiva, Vishinu e Krishna.
    Namaste

  2. Joaquijm Santiago Neto disse:

    A letra desta musica tem um significado muito espetacular pois o que Nando quis evidenciar é que devemos ter despego e voltarmos para nosso interior e se conseguimos isto seremos felizes e a dor se extinguira.
    A base deste principio esta nas escrituras do Yoga.
    Quero parabenizar o Nando pelo Mantra Hare Brahama, Shiva, Vishinu e Krishna.
    Namaste

  3. SONIA CORREIA disse:

    Para que eu alcançe o auto conhecimento e a iluminação tão almejada – para olhar para dentro de mim, me entender e encontrar o sentido da minha vida, é necessário abrir mão daquilo que me deixa segura, da minha zona de conforto; (chão), dos meus desejos alcançáveis e fulgazes ( escada), de me defender das dores,do egoismo e da solidão(escudo) ou sair lutando por ideais (espada). é preciso que eu esteja disposta a me esvaziar de tudo. Enquanto eu estiver conformada e confortável ( lã,cetim,veludo), de motivos para defender ou lutar( escudo ou espada). Não conseguirei buscar o autoconhecimento e não aprendererei nada,não sairei do lugar. para ter o autoconhecimento, preciso parar de lutar, de me defender, é preciso que eu me esvazie… e desapegada dos bens materiais, fico livres do medo de perder, porque tenho medo de perder o que conquistei. Assim, aprendo a amar e dar amor,em uma relação recíproca.Apos este processo de desapego, acontece a iluminação espiritual e poderei viver em paz. A viajem para dentro de si é a mais espetacular e enriquecedora, maravilhosa e desafiadora que um ser humano pode fazer mas é a mais difícil, a mais dolorida, mas é a mais importante.

  4. Essa letra tem um temática profunda e profética. Seria uma continuação da letra segundo sol, prevendo o “final dos tempos”, e tamanho será o choque das pessoas, que elas verão seu real estado perante o universo. “Quando não se têm mais nada
    Não se perde nada
    Escudo ou espada
    Pode ser o que se for
    Livre do temor…”. QUando cair por terra, de nada adiantará os acumulos naturais, e então é chegada a hora de perceber que é que deve ser construido uma imagem de si, baseada no autoconhecimento e no amor.” Quando se acabou com tudo
    Espada e escudo
    Forma e conteúdo
    Já então agora dá
    Para dar amor…”

  5. José P. disse:

    Pra muitas pessoas a interpretação desta música é um tanto difícil, e as vezes equivocada.
    Nando Reis é um artista muito ligado ao lado espiritual humano.

    “Quando estiver com tudo
    Lã, cetim, veludo
    Espada e escudo
    Sua consciência
    Adormecerá!…”

    Na música ele retrata bem as consequências do materialismo e os benefícios do amor mútuo.

    “Quando não tiver mais nada
    Nem chão, nem escada
    Escudo ou espada
    O seu coração
    Acordará!…”

    Estes 2 trechos citados acima ditam exatamente as leis evolutivas que regem o Universo. Quando você larga tudo que não é necessário à sua existência, se volta para dentro de si, seu coração “desperta”, você encontra a si próprio em sua verdadeira essência.

    Mas quando se prende a sentimentos ruins, a materialismos desnecessários, tudo isso cega você, e enquanto não pode largar disto sua consciência “adormece”.

  6. Eduardo Lobo disse:

    Quando Nando Reis fala sobre espada e escudo não se refere a ferramentas de guerra. Escudo quer dizer títulos ou castas muito utilizados pelos povos antigos para definir famílias ou grupos distintos. Ainda é muito utilizado hoje, porém mais voltado para personalidades jurídicas como exemplos escudo do município, escudo da seleção etc. Espada significa a imposição da hierarquia pela força. Assim, corroborando com os outros comentários, Nando enfatiza o desapego ao materialismo, exalta a importância do mundo espiritual presente nesta existência, e finaliza remetendo a nossa vida a um retorno a verdadeira essência após a desencarnação: “Da morte o seu guia natal…”. Tudo isso ilustrado com o mantra do Hari Krishna (Deus) como plano de fundo da música. Muito linda a música que também a vejo como uma oração.

  7. Diogo Bonito disse:

    Muito poético como o Nando brinca com as palavras! Dois lindos exemplos são “Acordará” (à cor dará) e “Adormecerá” (a dor merecerá).

  8. Atônio Lins disse:

    Perfeita a interpretação de Sonia Correia, ia escrever minha interpretação mas vi que seria repetitivo. Particularmente, e com todo o respeito, discordo da interpretação de Eduardo Lobo, que acha que escudo quer dizer emblema e espada imposição de hierarquia. Interpreto “escudo” como símbolo de defesa, uma pessoa que vive se defendendo, das pessoas e do Mundo, e “espada” como símbolo de um espírito belicoso, sempre armado, pronto para o confronto. Ou seja, uma pessoa sem espada ou escudo é aquela que não vive preocupada e se defender e atacar, que enxerga as pessoas e o mundo com amor.

  9. Carlos Eduardo disse:

    Nando Reis tem várias músicas com ligações com ideologias orientais..E nessa música não é diferente.Ele fala para nós alcançarmos a luz,temos que nos esvaziar de desejos inuteis para o bem espiritual.Ele fala q quando nós tivermos tudo, como bens materias..Nós ainda viveremos na ilusão e na ignorância, e quando abrirmos mãos de várias coisas, vamos conhecer a si própio.
    Um livro q gostei e fala muito sobre isso é Símbolo Perdido de Dan Brown.. Retrata muito a questão da iluminação da mente, do conhecimento máximo ..

  10. Regiane Berchieli disse:

    Tenho que concordar com o Antônio Lins, a interpretação da Sônia Correiaé perfeita! Sônia vou tatuar a primeira estrofe nas minhas costas! Já tinha essa vontade, mas depois que li sua análise, tive certeza! Bjs querida!

  11. Rafael disse:

    oi, quando ele fala em Espada e escudo, acredito que ele se refere ao ataque e defesa que as pessoas fazem no seu cotidiano, então: “Quando se acabou com tudo
    Espada e escudo
    Forma e conteúdo
    Já então agora dá
    Para dar amor…” as pessoas pararem com as disputas vai dar para amarmos uns aos outros.

  12. André Nogueira disse:

    Vejo a letra de Nando Reis como uma analogia entre conceitos orientais, conceitos do todo e do tudo no pensamento hindo-asiático e uma crítica aos conceitos da sociedade americana e brasileira dos anos 90 e 2000, quando diz que, quando todas as “necessidades” que temos (“belo chão”, “escada”, “espada e escudo”-guerra) deixarem de serem tão presentes em nosso pensamento, poderemos agir com base nos valores, no coração que acordará; e, se objetivamos e temos objetivos materiais “necessários”, como lã, cetim, veludo, a guerra, o consumo extremo e uma maneira “certa” de ser (“forma e conteúdo), nossa consciência em relação ao mundo entrará em um “estado de não funcionamento” (adormecido), não mudando e sendo presente tanto em nossa essência quanto em nossa existência.

  13. Roberta Carvalho disse:

    E, quando então nada mais restar do que penso ser, quando não sobrar nem mesmo minhas mais profundas convicções, nem dores, nem amores, descobrirei quem sou de verdade!
    Deixarei para trás toda a auto-importância, toda auto-piedade, toda auto-flagelação!
    Sem máscaras, sem pedras, sem bagagens.
    Apenas o vazio.
    E então, quando me confundir com a própria natureza, serei então a natureza do meu ser!

    Rose Kareemi Ponce

  14. O que Nando reis quis dizer com essa música só ele sabe, o que eu sei é que isso é uma are, aberta a interpretações, e o que eu consegui ver dessa música é que quando nao pudermos mais nos proteger com escudos e atacar com espadas, nosso coração vai estar aberto e os julgamentos que fazíamos, aquilo que falávamos dos outros e toda essa nossa proteção contra qualquer invasão vai desmoronar, fala que nós vamos abrir nosso coração (onde usamos o sentimento e não a racionalidade e superficialidade)
    Acredito que ele diz que quando acabar com toda essa superficialidade vamos conseguir dar e espalhar amor, onde vamos dar e receber pois não haverá maldade, com isso nossa dor vai acabar e a dor dos outros também, essa é a minha visão dessa musica belíssima, espero que tenham gostado
    *-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *