Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!


Últimas Análises

aula de historia
descanso feliz
quem é o eu-lirico da canção asa branca
qual e o aspecto da regiao nordeste que tem a ve com a musica que nem jilo ex clima e migraçao
achar o que significa xote de meninas
quero a interpretacao
VC FEZ ESSA HISTORIA
Fala sobre o vaqueiro Raimundo Jacó, de Serrita, assassinado pelo também vaqueiro Miguel Lopes, com quem tinha rixa, em 8 de julho de 1954. O processo foi arquivado e a música foi um protesto. Sua morte deu origem à famosa "Missa do Vaqueiro", em Serrita-PE.
queria saber a tematica mais presente nas musicas dele !!
Luiz Gonzaga, relatou a diferença de ensino do sertão para o resto do país.Como sempre Luiz era a voz do povo sertaneijo.
No Rio tá tudo mudado Nas noites de São João Em vez de polca e rancheira O povo só pede e só dança o baião No meio da rua Inda é balão Inda é fogueira É fogo de vista Mas dentro da pista O povo só pede e só dança o baião Ai, ai, ai, ai, São João Ai, ai, ai, ai, São João É a dança da moda Pois em toda a roda Só pede baião
Essa terceira está totalmente errada. A analise mais correta é a primeira.
acácia por ser a unica arvore que tem folhas exatamente iguais e ficam, em paralelas .
quem não gosta dessa música com certeza não passou nenhum dia no interior do sertão, onde tudo é silêncio, não tem som de carro, de caixas de som, nem gritos de pessoas,só o som dos bichos que lá vivem e o barulho do vento quando tem, apesar das condições climáticas é um lugar muito bonito e traz paz quando se está lá.
Se a gente lembra só por lembrar Do amor que a gente um dia perdeu Saudade inté que assim é bom Pro cabra se convencer Que é feliz sem saber Pois não sofreu (A lembrança pode ser tida como benéfica quando vc lembra "só por lembrar", sem ficar remoendo o que poderia ter (ou não) feito para não ter perdido um amor. É o tipo de 'boas recordações', apesar de tudo). Porém, se a gente vive a sonhar Com alguém que se deseja rever Saudade intonce aí é ruim Eu tiro isso por mim Que vivo doido a sofrer (Esse tipo de lembrança, porém, já não é tão boa, pois faz a pessoa sofrer, ficar só pensando, perder o ânimo, remoer o passado, e o eu lírico coloca-se nessa situação) Ai, quem me dera voltar Pros braços do meu xodó Saudade assim faz roer Amarga que nem jiló Mas ninguém pode dizer Que vivo triste a chorar Saudade, meu remédio é cantar Saudade, meu remédio é cantar (O eu lírico expressa o desejo de retornar aos braços da amada, pois essa saudade amarga e faz doer [assim como jiló], mas, apesar disso, ele não vive perdido pelos cantos, pois na música encontrou o seu consolo)