Paciência

17 comentários

Lenine

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não pára…

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara…

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência…

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência…

Será que é tempo
Que lhe falta prá perceber?
Será que temos esse tempo
Prá perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára
A vida não pára não…

Será que é tempo
Que lhe falta prá perceber?
Será que temos esse tempo
Prá perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara…

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára
A vida não pára não…

A vida não pára!…
A vida é tão rara!…


17 comments on “Paciência

  1. Letícia Rojas disse:

    Mesmo quando tudo pede
    Um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede
    Um pouco mais de alma
    A vida não pára… ( Por mais cansado que você esteje, por mais sem esperança, a vida cobra de mais de nós e pensar em ficar em paz é muito dificil, pois o ritimo da vida é muito acelerado ).

    Enquanto o tempo
    Acelera e pede pressa
    Eu me recuso faço hora
    Vou na valsa
    A vida é tão rara… ( Vontade de sentir cada pedaçinho da vida, cada sentimento, tudo que no dia – dia ignoramos )

    Enquanto todo mundo
    Espera a cura do mal
    E a loucura finge
    Que isso tudo é normal
    Eu finjo ter paciência… ( As pessoas estão cada vez dando menos valor a vida e as pequenas coisas, tomadas por trabalho, por falta de esperança, ignoram o sol, as nuvens, como se isso fosse normal por conta da sociedade em que vivemos, cheia de máquinas e tecnologias . É preciso fingir ter paciência, principalmente aqueles se você quer conviver nessa sociedade .)

    O mundo vai girando
    Cada vez mais veloz
    A gente espera do mundo
    E o mundo espera de nós
    Um pouco mais de paciência… ( O mundo esta cada vez em ritimo acelerado, esperamos que o mundo mande um sinal ou ate mesmo que ele não reaja ao mal que fazemos a ele , e o mundo espera o mesmo de nós, um cobra o outro, sem quer atitude de nenhuma das partes . Mas na verdade o que todo mundo quer é paciência que ai no caso é calma )

    Será que é tempo
    Que lhe falta prá perceber?
    Será que temos esse tempo
    Prá perder?
    E quem quer saber?
    A vida é tão rara
    Tão rara… (Será que precisamos de tempo para refletirmos ? ou temos medo de parar pra refletir por não querer perder tempo, achandp que tudo isso é perca de tempo e que não há mais solução ? E todo mundo ignora, já acham que perder tempo é perder um pouco da vida ).

    A vida não pára!…
    A vida é tão rara!… ( E assim continuamos em ritmos acelerados, por achar que a vida é rara demais para darmos um tempo pro mundo , mas na verdade esquecemos do valor real da vida e mudamos o sentido de raridade. )

  2. Lorena disse:

    Perfeito Letícia!!!

  3. refael disse:

    dfvvfedfv
    iul,kmh.
    gjgfkjy

  4. Só pensamos no corpo,esquecemos da alma e ela as vezes pede socorro,precisamos desacelerar,parar olhar ao redor,tem mais gente no planeta ,a vida passa rapido quando percebemos ,já era ,vem arrependimento,e pensamos ,ah ! se eu pudesse começar tudo de novo! Perguntamos :quem amei…quem me seduziu…para quem fui útil…onde gastei todo meu tempo…quanto foi esse tempo…..

  5. Eudes Martins De Oliveira disse:

    Será q temos q ficar dando o valor somente para o que nós? Será q se mudarmos seremos mudados? Será q simplesmente pedir um pouco mais de alma é o suficente? Ou o erro é nosso?

    INTERPRETAÇÕES TIRADAS DE LETÍCIA ROJAS…

  6. João Vitor disse:

    Em nossa sociedade consumista, a corrida dos consumidores é tal que a linha de chega avança mais rápido do que o mais rápido corredor. Esse efeito do capitalismo que torna de certa forma a vida descartável é criticado indiretamente nessa música. Podemos considerar também os efeitos da globalização e dos avanços tecnológicos que fizeram um mundo miojo (tudo tem que ficar pronto em 3 minutos).

  7. Victor lima disse:

    Mesmo quando tudo pede
    Um pouco mais de calma
    Até quando o corpo pede
    Um pouco mais de alma
    A vida não pára…
    ( Quando perdemos o controle de nossas ações, mesmo o corpo pedindo por descanso o tempo não espera para nos recompor)

    Enquanto o tempo
    Acelera e pede pressa
    Eu me recuso faço hora
    Vou na valsa
    A vida é tão rara…
    ( Apesar do tempo ser voraz e exigir que sejamos cada vez menos sensíveis eu não me importo e continuo levando a vida no meu ritmo, afinal a vida é uma só)

    Enquanto todo mundo
    Espera a cura do mal
    E a loucura finge
    Que isso tudo é normal
    Eu finjo ter paciência…
    ( todos esperam que nossos problemas sejam resolvido porém ninguém toma uma atitude, e a sociedade em que vivemos só contribuí para isso e eu finjo não ver)

    O mundo vai girando
    Cada vez mais veloz
    A gente espera do mundo
    E o mundo espera de nós
    Um pouco mais de paciência…
    ( O tempo continua passando sem pudor atropelando sonhos e desejos, continuamos sempre esperando um pelos outros sem ninguém se pronuncia)

    Será que é tempo
    Que lhe falta prá perceber?
    Será que temos esse tempo
    Prá perder?
    E quem quer saber?
    A vida é tão rara
    Tão rara…

    ( Será que ninguém consegue ver? será que a vida vai esperá por nós? quem vai se importa quando morrermos ? a vida é muito frágil)

    A vida não pára!…
    A vida é tão rara!…

    ( Aqui o Lenine fez uso de uma referencia a musica do Cazuza “O tempo não para” não só neste trecho mas em varias partes da musica podemos trocar a palavra Vida por tempo e entendermos facilmente a que ele se refere, justamente o o tempo é a vida, as vezes a vida sabe ser dura com os homem são tantas as dificuldade que acabamos tão preocupados em não perder tempo que esquecemos de encherga que a vida é uma só e que devemos viver cada minuto como se foce o ultimo)

    Paciência é só uma palavra que torna mais comum a vontade do Lenine de aproveitar a Vida!

  8. Álvaro disse:

    Não esqueçam que esse música é de Lenine e Dudu Falção. É preciso dar créditos a ele também.

  9. Antonio Cesar disse:

    Penso que ele fala também sobre o individualismo, do egoísmo, na correria do dia a dia que nos engole, e dificilmente paramos para dar atenção à nós mesmos e aos outros, ” O mundo vai girando cada vez mais veloz” retrata essa correria, onde pessoas não têm tempo para se relacionar como já fez um dia…

  10. Vau Medina disse:

    Acho esta letra muito interessante. Neste mundo em que vivemos, especialmente os meios de comunicação com seus interlocutores, querem passar pra nós a idéia de que as coisas, os acontecimentos devem ser mostrados e vividos de forma munto rápida. Neste sentido entramos numa corrida a qual não temos condições de acompanhar, porque o corpo não aguenta. Por isso tantas doenças e problemas psicossomáticos hoje em dia.
    Devemos sim, sempre ter paciência para viver bem a cada dia, procurando aproveitar e curtir de forma tranquila àquilo que a vida nos oferece, porque ELA É TÃO RARA…

  11. Luiz Brandão disse:

    No mundo atual, quem não está atrasado está querendo ganhar tempo nas correrias da vida…

  12. Gmael Guedes disse:

    Na esteira inexorável da vida atropelamos quase tudo que importa. Esquecemos de olhar para quem nos circunda, esquecemos até de olhar para dentro de nós mesmos, e assim as singularidades de cada momento fogem à nossa percepção. O quão mecânicos ainda somos capazes de nos tornar?

  13. marlene queiroz de menezes disse:

    gostaria da analise da musica Lenine na pespectiva do existencialismo de Kiergaard

  14. Renilson Ferreira disse:

    Excelentes comentários e colocações! Entretanto, não devemos esquecer de valorizar, também, o código: a língua portuguesa! Vê-se muitos “descuidos”, sérios “deslizes” e “escorregos” no registro dessas mensagens; e isso, sobremaneira, as enfraquece!!!!
    Espero ter contribuído de alguma forma… “A língua é minha pátria…” Viva a Língua Portuguesa (que deveria ser chamada Brasilês!!).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *