Faça o download do App do Análise de Letras para Android! É grátis!

De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda esta forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora…
Agora está tão longe
ver a linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos
Na mesma direção
Aonde está você agora
Alem de aqui dentro de mim…
Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você esta comigo
O tempo todo
E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem…
Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos,
Lembra que o plano
Era ficarmos bem…
Eieieieiei!
Olha só o que eu achei
Humrun
Cavalos-marinhos…
Sei que faço isso
Pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora…



Qual é a sua interpretação?





*



43 Comentários

Qd Renato fez esta musica ele estava muito depremido,sabia que estava doente,que seu amor tinha morrido! Estava totalmente ruim de tudo!

Li coisas sobre a vida do Renato. Ele fez essa música para o namorado que morreu, se não me engano o que o contaminou com a Aids. (Aonde está você agora além de aqui dentro de mim?) (Agimos certo sem querer, foi só o tempo que errou) (Vai ser difícil sem você) Sobre o tratamento da Aids ( Já que você não está aqui, o que posso fazer é cuidar de mim) (lembra que o plano era ficarmos bem?), depois que o namorado morreu ele decidiu não mais se tratar e na ocasião da música tinha dúvidas quanto a isso. Sobre sua condição sexual homossexual ele deixa claro dando a pista, pois o cavalo marinho é um dos símbolos da homossexualidade (é o macho que engravida dos filhotes). Ao final ele diz: Olha só o que eu achei, cavalos marinhos…

Penso que ele terminou um relacionamento e a praia é um local que o acalma e ali passa toda a trajetoria do seu romance com a pessoa e todos seus planos estão desfeito, ali ele pensa em acabar com a propria vida, mas desiste, o cavalo marinho ele cita pelo fato de simbolicamente representar proteção, coragem…

Sei que faço isso( FUMAR MACONHA) pra esquecer eu deixo a onda me acertar eio vento vai levando ( A FUMAÇA DA MACONHA) tudo embora (entenderam idiotas)

Vejo a musica como a entrada dele no mar, talvez um suicídio, onde ele cita trechos como “(…)faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora…”
Assim como na parte “Agora está tão longe
ver a linha do horizonte me distrai”

E a parte dos Cavalos Marinhos vejo como se ele ja estivesse submerso, tão fundo que viu os cavalos marinhos.

De tarde quero descansar, chegar até a praia Ver se o vento ainda está forte E vai ser bom subir nas pedras Sei que faço isso para esquecer Eu deixo a onda me acertar E o vento vai levando tudo embora. Agora está tão longe Vê, a linha do horizonte me distrai: Dos nossos planos é que tenho mais saudade, Quando olhávamos juntos na mesma direção. Aonde está você agora Além de aqui dentro de mim? Agimos certo sem querer Foi só o tempo que errou Vai ser difícil sem você Porque você está comigo o tempo todo. Quando vejo o mar Existe algo que diz: – A vida continua e se entregar é uma bobagem. Já que você não está aqui, O que posso fazer é cuidar de mim. Quero ser feliz ao menos. Lembra que o plano era ficarmos bem? – Ei, olha só o que achei: cavalos-marinhos. Sei que faço isso para esquecer Eu deixo a onda me acertar E o vento vai levando tudo embora.

Todo mundo que curte Legião sabe que ele fez essa musica quando um namorado dele morreu!!! porra galera, vem falar que ele fez pra mãe que morreu é de mais né, a mãe do Renato ainda esta viva!!!

De tarde quero descansar Chegar até a praia e ver Se o vento ainda esta forte E vai ser bom subir nas pedras Sei que faço isso pra esquecer Eu deixo a onda me acertar E o vento vai levando Tudo embora Agora está tão longe ver a linha do horizonte me distrai Dos nossos planos é que tenho mais saudade Quando olhávamos juntos Na mesma direção Aonde está você agora Alem de aqui dentro de mim Agimos certo sem querer Foi só o tempo que errou Vai ser difícil sem você Porque você esta comigo O tempo todo E quando vejo o mar Existe algo que diz Que a vida continua E se entregar é uma bobagem Já que você não está aqui O que posso fazer É cuidar de mim Quero ser feliz ao menos Lembra que o plano Era ficarmos bem Eieieieiei! Olha só o que eu achei Humrun Cavalos-marinhos Sei que faço isso Pra esquecer Eu deixo a onda me acertar E o vento vai levando Tudo embora.

Eu acho que essa letra tem um fundo mais depressivo ainda. Eu notei que ele reforça que “Voce estara comigo o tempo todo” e complemente “cuidar de mim”. Pra mim isso é o fato dele ter contraido HIV do namorado dele, do tipo, estar comigo o tempo todo é carregar o vírus mortal. Então acho que é por isso que vem esse papo de morte e “suicídio”.

“De tarde quero descansar
Chegar até a praia e ver
Se o vento ainda esta forte
E vai ser bom subir nas pedras
Sei que faço isso pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora…”

O eu-lírico, sentindo-se mal como término de uma relação amorosa, sai para descansar, e tentar deixar que o vento leve seu sofrimento, assim como leva coisas materiais…

“Agora está tão longe
ver a linha do horizonte me distrai
Dos nossos planos é que tenho mais saudade
Quando olhávamos juntos
Na mesma direção
Aonde está você agora
Alem de aqui dentro de mim…”

Tenta justificar que ver a linha do horizonte o distrai dos pensamentos a pessoa amada, porém, olhando para a linha do horizonte, ainda lembra-se da pessoa sentindo saudade e perguntando-se por onde ela anda, demonstrando, ainda, forte sentimento por ela…

“Agimos certo sem querer
Foi só o tempo que errou
Vai ser difícil sem você
Porque você esta comigo
O tempo todo
E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem…”

O eu lírico, lamentando sobre o fracasso da relação, tem fortes pensamentos sobre suicídio, mas tenta achar algo que o convença de a ideia é realmente “uma bobagem”, e encontra o que ele está procurando ao ver o mar…

“Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos,
Lembra que o plano
Era ficarmos bem…”

O eu lírico, apesar de seu sofrimento, mais uma vez tenta se convencer de que deve ser feliz, deve cuidar de si mesmo, mas é dificil já que seu companheiro(a) não está para “completá-lo”, visto que esse trecho é o mais romântico da música, onde demonstra a necessidade de uma pessoa por outra para completá-la, fazê-la feliz, idealização da felicidade.

“Eieieieiei!
Olha só o que eu achei
Humrun
Cavalos-marinhos…”

Cavalos-marinhos pode admitir duas análises, duas simbologias, a primeira, é que por estarem sempre acompanhadas, recebem símbolo de fidelidade e companheirismo, outra é que por o macho, e não a fêmea gestar, admite-se símbolo homossexual. Logo, a função dos cavalos marinhos pode admitir os dois símbolos na canção, já que o autor do texto era homossexual.

“Sei que faço isso
Pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora…”

Tentando reforçar a ideia de que ir à praia, ver a linha do horizonte, o mar, sentir o vento fará com que ele esqueça seu sofrimento, percebe que o vento só leva as coisas leves embora, mas o que ele está sentindo é forte, pesado demais, já que até vendo os cavalos-marinhos ele lembra-se da pessoa amada.

Minha interpretação é a seguinte…Vento no Litoral representa o final e ao mesmo tempo, o inicio de um ciclo…Imagino a tarde nas pedras descansando deixando o vento levar todos os possiveis e provaveis problemas…sabendo que vou a este local pra esquecer e deixar tudo lá…voltar pra casa leve…pq a linha do horizonte nos distrai….e fica tudo bem, porque foi exatamente isso que combinamos…e qdo vejo o mar, existe algo q me diz…que a vida continua….que tudo foi/é um ciclo.

Essa música não fala de suicídio,mas de recomeço! Apesar de ter perdido a pessoa amada ele tenta seguir em frente.
“E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que A VIDA CONTINUA
E SE ENTREGAR É UMA BOBAGEM…
Já que você não está aqui
O que posso fazer
É CUIDAR DE MIM
Quero SER FELIZ ao menos…”

“cavalos marinhos”já no finalzinho pode significar recomeço em algumas culturas, além disso cavalos marinhos são animais que costumam ficar com seus parceiros pelo resto da vida.

Um amor homossexual…

Uma linda música! Mas não diz momento algum que ele tenta ser suicidar… Se alguém subir nas pedras com o mar forte, é claro que a onda vai te molhar um pouco, normal…
Ele diz que a vida continua e se entregar é uma bobagem, ele quer ser feliz ao menos! não quer morrer… Ele faz isso para esquecer e o cavalo marinho é apenas um símbolo de seu relacionamento.

Óbvio que por não aguentar a perca de um grande amor, ele se suicida. Primeiro “sobe nas pedras”, depois “ao ver a linha do horizonte se distrai” em uma tentativa frustrada de “ser feliz ao menos” (lembra que o plano era “ficarmos bem”), ele “deixa aonde lhe acertar” – momento que cai das pedras no mar-, e quando percebe que “se entregar é uma bobagem” já tarde demais: “olha só o que eu achei: cavalos-marinhos”. Detalhe: cavalos-marinhos só podem ser encontrados no fundo do mar #afogado#!!! A confirmação vem no final da música: “sei que faço isso pra esquecer /eu deixo a onda me acertar /e o vento vai levando tudo embora…”. Renato Russo relata a morte de uma forma bela: em poesia.

Óbvio que por não aguentar a perca de um grande amor, ele se suicida. Primeiro “sobe nas pedras”, depois “ao ver a linha do horizonte se distrai” em uma tentativa frutada de “ser feliz ao menos” (lembrando que os planos eram “ficarmos bem”), ele cai no mar “olha só o que eu achei: cavalos-marinhos”. Detalhe: cavalos-marinhos só podem ser encontrados no fundo do mar #afogado#!!!

Vento no litoral – Renato Russo deu a seguinte entrevista para a Folha de S. Paulo onde fala sobre a música: “eu vivi uma relação muito intensa, muito difícil com um americano. Ele vivia no gueto de São Francisco – era gay de carteirinha. Ele veio para o Brasil – ele era lindo, louro – e as meninas deram em cima. Aí veio aquela coisa de macho, porque todo homossexual masculino é macho, não adianta. Ele era dependente químico também, a gente viveu uma relação Sid & Sid. Ele, de speed, e eu, de álcool e tranqüilizantes. “Vento no Litoral” fala justamente disso: “Lembra que o plano era ficarmos bem”, era o nosso plano. Só que não deu certo”. O americano que ele fala é Scott, a grande paixão de sua vida.

- Vento no Litoral foi trabalhada, a princípio, para fazer parte do disco As Quatro Estações, quando Negretti ainda fazia parte da banda. Após a saída do baixista, os outros três integrantes regravaram a faixa mas só a utilizaram no lp V.
Postado por Luciano Lugori
by:http://curacarock.blogspot.com.br/2008/10/significado-das-letras-da-legio-urbana.html

Renato Russo fez essa música para um namorado americano que morreu de Aids, do qual ele contraiu a doença.
A música toda é sobre os dois, sobre a vida que levavam e que, apesar da perda ele iria tentar seguir em frente.

Não podemos fazer afirmações quanto a real exegese desta letra de R. Russo, pois é eminentemente subjetiva.
Todavia, percebe-se claramente algumas carateristicas como: saudosismo, cumplicidade, amor, fuga etc…que remetem a uma relação(que não se sabe ser homo ou heteroafetiva) que fora vivenciada e que deixara muitas recordações. Há também contradição quando em frente ao mar ele meio que se reencontra com a pessoa amada em meio às fortes lembranças que aquele cenário bucólico traz… e diz que “faz isso pra esquecer, deixando a onda o acertar,
e o vento vai levando tudo embora. Portanto busca o vento do litoral, o mar, o cavalo marinho pra relembrar e ao mesmo tempo foge para esquecer destas recordações que lhe dilaceram o coração e a alma.

Na verdade, esta música foi feita em homenagem à morte da mãe. Basta vocês analisarem a letra. Abs, Edinho.

Apesar de características bastante românticas, não vejo nessa letras indício de um suicida, pelo contrário vejo alguém superando uma perda. Tudo em volta lembra a pessoa amada: o litoral, o horizonte, cavalos-marinho. Animal monogâmico que dá a luz aos filhotes. Mas não é hermafrodita como alguns pensam, há participação da fêmea na gestação ao por os ovos, que são fertilizados com o esperma do macho na água e ficam sendo desenvolvidos no corpo do macho. Não existe nada de homossexual aí, apenas é uma exceção no reino animal. A citação lembra desse bichinho que dá um exemplo lindo de vida.

Na parte que ele cita cavalo marinho, ele usou toda imaginação para descrever “n” motivos, entre eles:
O cavalo marinho é hermafrodita, melhor dizendo se relaciona com os 2 sexos.
Outra parte interessante é que, um cavalo marinho só se relaciona uma única vez. Assim sendo quando perde seu parceiro(a), eles se isola do bando e fica solitário até a vinda de sua morte.

Ele perdeu um grande amor, talvez o único e verdadeiro, mas perdeu pra morte. Por isso vai ao litoral, viaja no horizonte! Quando perde um amor pra morte, dá vontade de morrer, não de se matar, mas de perder a vida e ir junto com a pessoa amada! Mas a vida continua e tem que ficar bem, continuar… no fim o cavalo-marinho, deve ser pq é um animal que morre se o seu amor não é correspondido. Essa música é linda!

Verifico que ao compor esta canção o Renato estava lutando contra uma enorme dor e frustração pela perda de um amor heterosexual e retrata a transição dele para escolha homosexual. Imagino que ninguém conseguiria expressar um sentimento desse se não estivesse realmente sentindo, no meu ponto de vista não foi ficção!
“Eu faço isso pra esquecer , eu deixo a onda me acertar”…
Esse trecho acima mostra que ele estava tentando fugir de uma realidade.

“Agimos certo sem querer foi só o tempo que errou, vai ser difícil sem você porque você esta comigo o tempo todo.”
Expressa que ele tentou ter um relacionamento normal com uma mulher, porém o rompimento foi devido a opções por caminhos diferentes e não por falta de amor um dos dois teve que abrir mão do amor(aparentemente ele) por questões pessoais ou profissionais…
Enfim, é uma linda declaração de amor! Ah! e como foi citado anteriormente também acredito que a frase “Cavalos Marinhos” significa que ele descobriu uma outra forma de amar é quase uma confissão da homosexualidade de forma subliminar e muito inteligente! Salve Renato Russo!

Prestando bastante atenção na letra conclui que, Renato Russo perde um grande amor, no caso, um amor homossexual, devido a parte:”Olha só o que eu achei, cavalos-marinhos”; este animal é como se fosse um simbolo homossexual pois a reprodução é assexuada e os ovos do filhote fica com o macho. Então, ele perde um amor e tenta cometer suicídio, indo assim em direção ao mar, mas chegando lá, pensa melhor e conclui que isso não seria o certo, se refere na parte: “Existe algo que diz, que a vida continua e se entregar é uma bobagem.”; se entregar é metáfora para suicidio.

Ele esta falando da melhor vista para pensar na vida,o lugar mais perfeito para parar e pensar e quando ele pensa em tudo em que ele e o yankee passaram começa a pensar em deixar de viver mais ele sabe que a vida continua.quanto aos cavalos marinhos é pela opçao homosexual dele mesmo pois cavalos marinhos simbolizam um homem afeminado.e no final deixa a onda lhe acertar e ela leva todos os problemas embora.ufa que musica loca

Eu acho q ele se suicida sim Pq “olha só o que
eu achei, cavalos marinhos” se acha no fundo do mar… E o solo fúnebre no final e música Naum néga..

Realmente acredito que após a perda desse amor, pensou no suicídio (“E quando vejo o mar/Existe algo que diz/Que a vida continua/E se entregar é uma bobagem…”)… Agora a questão dos cavalos marinhos, acredito, nos remete à fidelidade (são considerados, junto aos golfinhos, o símbolo da fidelidade, pois, uma vez que acasalam, ficam juntos pra sempre). a grande pergunta, que é algo que nunca ficou muito claro pra mim: esse grande amor morreu ou simplesmente foi embora?

Realmente a letra é para um americano que tiveram um relacionamento e foi embora depois. Esse cavalos-marinhos que ele quer dizer que encontrou é quando ele pula no mar para se suicidar e bem lá no fundo ele acha cavalos marinhos. E dizer para o nosso amigo Leandro q o proprio renato diz q a música é sobra juventude e drogas tem nada haver com amor. Isso quem disse foi renato. valeu galera

Ao meu ver a letra trata sim de um amor perdido. E após a perda, o pensamento suicida, presente também em outras letras, como Há Tempos. Nesta letra, ao meu ver, ele busca argumentos contra o suicídio, mas mesmo afirmando se entregar ser bobagem, os cavalos marinhos…
ver a linha do horizonte me distrai…
e o final da letra
…Lembra que o plano
Era ficarmos bem…
Eieieieiei!
Olha só o que eu achei
Humrun
Cavalos-marinhos…
Sei que faço isso
Pra esquecer
Eu deixo a onda me acertar
E o vento vai levando
Tudo embora…

boa canção…

“Dos nossos planos é que tenho mais saudade. Quando olhávamos juntos na mesma direção. Aonde está você agora alem de aqui dentro de mim”… posteriormente ele fala: “Lembra que o plano era ficarmos bem”…
Ai, escuto outra musica que diz assim: “tínhamos um plano você mudou de idéia”…
Bem, às vezes escuto essas músicas e vejo o retrato de uma vida. A minha vida. E lembro o que ele (Renato) falou em um show que também reflete muito alguns momentos de minha vida: …”você esta em algum lugar eu sei”…
“e eu continuo aqui no meu trabalho e com meus amigos e me lembro de você dias assim dias de chuva dias de sol”… …”mas isso eu só falo por mim”…

Ele não dá muito a entender que quer suicidar-se quando diz: “Quando vejo o mar, existe algo que diz, que a vida continua, e se entregar é uma bobagem… Já que você não está aqui, o que posso fazer, é cuidar de mim”. Todo esse sentimentalismo e melancolia de Renato se deve a término de seu relacionamento de muito tempo com um americano. Só pra esclarecer, os “cavalos-marinhos” simbolizam esperança, isto é, subentende-se, na música, que ele encontrou esperança para retomar sua vida normalmente, sem sofrimentos.

Bem, essa música ao meu ver fala de uma pessoa tentando esquecer um amor. Não acredito que a letra por se tratar de Renato Russo queira dizer outras coisas além do que está escrito. Me surpeende o fato do cavalo-marinho que eu desconhecia, mas que faz muito sentido. Salve Renato, onde estiver.

bem simples de entender. ele terminou um relacionamento com uma pessoa que amava muito, e vai p praia pra tentar esquecer ou parar de pensar na pessoa pelo menos naquele momento que fica na praia. e quando fala de cavalo marinho, ele quer dizer que a pessoa amada é um homem.

E muito interpretativa , fica claro q ele deixa a música interpretativa proposital mesmo ; Porém há um trecho ortodoxo aí na frase : ” se o vento ainda esta forte e vai , ser bom subir nas pedras sei , que faço isso pra esquecer , eu deixo a onda me acertar , e o vento vai levando tudo embora ” Ora , se ele subiu nas pedras , como poderia literalmente após isso , deixa as ondas o acertarem ( ou o personagem ) . Acho eu q fala em tentativa de suicídio sim ! Pulou na intenção de morrer , mas é ” salvo ” ao ver os cavalos – marinhos . Ou seja , ele então resolve retornar a terra – firme com os cavalos – marinhos em suas mãos , aos plantos conversa com seu amado , Pois cavalos – marinhos de certa forma simboliza o homossexualismo , uma vez q o macho q põe os ovos enfim . . . Ele volta arrependido , e finalisa conversando com o amado “: sei que faço isso ( tentar o suicídio ) pra esquecer , eu deixo a onda me acertar , e o vento vai levando tudo embora ” . ( desculpando -se por tal ato . De volta às pedras a areia de seu corpo secando-se e consequentemente vai saindo de seu corpo pelo vento .

Realmente acho que nessa musica ele (ou um personagem) comete um suicídio. Primeiro por essa parte de cavalos marinhos, pois só existem no fundo do mar. E esta parte ” Eu deixo a onda me acertar e o vento vai levanto tudo embora”. E creio eu que ele faça isso por saudade de alguém “sei que faço isso pra esquecer…” Enfim essa musica realmente fala de alguém que se suicidou.

Ele se mata ……..Ele no começo da musica
“E vai ser bom subir nas pedras” ele sobe nas predras e no final se joga por isso que ele acha cavalos marinhos…

No começo da nusica ele diz que quer descansar ,,,quer “entregar os pontos”…

Acho que há uma guerra com seu eu interior …ele sabe que não deveria fazer isso …mas precisava fazer…

Com certeza ele está falando de alguém que morreu. Fica claro neste trecho: “E quando vejo o mar
Existe algo que diz
Que a vida continua
E se entregar é uma bobagem…
Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim”

Com relação aos cavalos marinhos, foi algo que ele achou e que a pessoa iria gostar de ver.

Nesta canção Renato Russo dá a entender que está falando de uma pessoa amada que perdeu e que às tardes ele ia para a praia tentar esquecer este amor. Quando ele fala: “Olha só o que eu achei: cavalos-marinhos” ele quer fazer uma alusão a sua opção sexual, visto que, os ovos postos pela fêmea do cavalo-marinho são fertilizados pelo macho que os guarda em uma bolsa na base de sua cauda. Dois meses mais tarde, os ovos se abrem e o macho realiza violentas contorções para expelir os filhotes. Renato Russo é gênio.

bom , acho q no fim da musica ele se mata sim… porq ele diz… “olha só o que eu achei, cavalos marinhos” onde tem cavalos marinhos?

As vezes perdemos pessoas queridas e queremos se emtregar mas e quando renato russo diz que se entregar e uma bobagem por a sua vida comtinuar e ja que a pessoas que voçê gostava se foi voçê tem que gostar de si mesmo
e lembrar que o palnos eram todos ficarem bem e querer ser feliz

essa musica falar da tristeza que renato russo sofreu quando perdeu uma pessoa que ele amava muito e pra tentar esquecer essa tristeza ele sair a caminho do mar querendo descansar deixando a onda acerta ele pra ver que leva a tristeza ele tem muitas saudades dessa pessoa e ods palnos que ele fez

Qual é a sua interpretação?

-->