Monte castelo

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria…

É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade
O amor é bom, não quer o mal
Não sente inveja
Ou se envaidece…

O amor é o fogo
Que arde sem se ver
É ferida que dói
E não se sente
É um contentamento
Descontente
É dor que desatina sem doer…

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua dos anjos
Sem amor, eu nada seria…

É um não querer
Mais que bem querer
É solitário andar
Por entre a gente
É um não contentar-se
De contente
É cuidar que se ganha
Em se perder…

É um estar-se preso
Por vontade
É servir a quem vence
O vencedor
É um ter com quem nos mata
A lealdade
Tão contrário a si
É o mesmo amor…

Estou acordado
E todos dormem, todos dormem
Todos dormem
Agora vejo em parte
Mas então veremos face a face
É só o amor, é só o amor
Que conhece o que é verdade…

Ainda que eu falasse
A língua dos homens
E falasse a língua do anjos
Sem amor, eu nada seria…

74 comentários em “Monte castelo

  1. Ele juntou o amor Eros do Soneto de Camões com o amor ágape de Deus expresso em 1 Coríntios 13. Isso mostra que o amor está acima de tudo nas palavras de Paulo e como ele é forte nas palavras de Camões.

    (0)
  2. No trecho “estou acordado/ todos dormem/ todos dormem/ todos dormem”, acredito que uma possível interpretação seria o fato de Renato falar que está ciente, ou seja, que sabe de tudo que fala anteriormente na canção (a maioria das coisas sobre amor) enquanto as outras pessoas ao seu redor estão “dormindo”, isto é, são ignorantes em relação a isso.
    Já no trecho “Ainda que falasse a língua dos homens/ que falasse a língua dos anjos/ sem amor, eu nada seria”, acredito que a mais plausível análise é: uma pessoa pode deter muito conhecimento e sabedoria, de tal modo até de dominar a “língua dos homens e dos anjos”, porém, se essa pessoa não tiver amor, ela não é nada.
    Essas foram duas interpretações que eu fiz de trechos dessa belíssima canção. Estou disposto a ouvir qualquer outra, mesmo que contraponha a minha. Obrigado! XD

    (0)
  3. É um estar-se preso
    Por vontade
    É servir a quem vence
    O vencedor
    É um ter com quem nos mata
    A lealdade
    Tão contrário a si
    É o mesmo amor…”
    Acho que nessa parte ele se refere a conquista do territorio de monte castelo, que deu o titulo da musica, dando apoio aos eua na segunda guerra mundial, a lealdade pra alguem contrario a si

    (0)
  4. Pra mim ele tentou mostrar o amor em suas diversas formas e que é ele que estar acima detudo!!
    *MESMO ASSIMEU AINDA QUERIA ENTENDER MAIS SOBRE ESSA MUSICA*

    (0)
  5. Renato Russo foi o maior compositor de nosso país. De uma capacidade poétiva invejável. Os dois panacas de baixo estão no lugar errado. Monte Castelo é müsica de gay, bi e hétero basta gostar de müsica boa.

    (0)
  6. Renato Russo estudava muito, lia muito. Era um erudito. A música não veio ao acaso. Podemos dizer que ele captou a vontade do mundo espiritual superior para fazer conhecido e cantada uma Verdade Universal, que é o AMOR. Muitas pessoas que nunca leram a Bíblia e nunca leram Camões cantaram e cantam a música refletindo sobre o seu conteúdo. O trecho bíblico é conhecido como HINO AO AMOR ou HINO À CARIDADE. Já o trecho de Camões é considerado o poema mais bonito na língua portuguesa sobre o amor. Renato Russo soube juntar as duas formas mais belas de expressar o amor – espiritual e carnal – em uma música só. Era um gênio na arte. E como todos gênios artistas foi embora cedo. O trabalho dele marcou uma geração. É uma pena que hoje tenhamos tão poucos artistas com a qualidade que ele tinha. Hoje o que faz sucesso com o povo é LEPU LEPU, LEK LEK e coisa do tipo. uma pena.

    (0)
  7. Vivendo em um mundo tão preconceituoso enrustido, é claro, o eu lírico de Renato Russo misturava-se com seu eu. O verdadeiro poeta precisa ter um conhecimento amplo de tudo e de todos e, muitas vezes, não consegue conhecer seu próprio eu. Então, inexplicavelmente conseguem ter e/ou ser mais sensíveis e, portanto atingem direto os corações daqueles que de uma forma ou de outra estão com os pensamentos interligados. As duas primeiras estrofes é do amor falado na Bíblia e a 3ª, 5ª, 6ª e 7ª, ele vem com Camões explicando que amor é esse. Incondicional! Ardente! Dolorido, mas necessário a vida do ser humano! Solitário, mas tão desejado por todos! É abrir mão de muitas coisas por ele! É querer estar preso, mesmo sendo livre! É ser leal, ainda que ele não seja – o AMOR!
    O amor transforma, por isso não importa quem sejamos ou o que sejamos, mas “É só o amor, é só o amor (…)”. Sem amor, nada seríamos… (grifo meu)

    (0)
  8. Ele não entende a humanidade,é impossível conhecer,a variedade de línguas é imensa, e se conhecesse o que adiantaria se não há amor entre todos,a vontade dele seria colocar amor nos coraçôes, através da musica ele envia mensagem a todos afirmando que só com amor tudo vale a pena,que o amor sabe que não precisa haver guerra,que quem o tem são pessoas de paz que não faz mal a ninguem, que não tem inveja, e nem ambição, com a vaidade de querer tudo pra si.Para que usar bomba se o amor é fogo, e suas feridas é bem melhor poque arde, queima e provoca feridas que dói e não se sente.É uma loucura que não faz mau,é um cuidado especial,luta sozinho,e consegue tudo com tranquilidade sem machucar ninguém,melhor que uma bomba e mais potente que ela, pois atinje a humanidade em cheio, usando de justiça, lealdade e diálogo até mesmo a quem quer nos matar, mesmo que nos odeiem é necessário provar que o amor é mais forte e que sem ele nada vale apena.Que nós humanos devemos despertar do sono que nos prende a injustiça a ambição e o egoísmo precisamos dedicarmos mais ao próximo e deixarmos de pensar só em nós.Que ele já acordou pra vida e percebe se que as lutas sem amor não leva a um bom fim que na vitória não há goso porque com destruição tudo se torna em vão, que sómente o amor encherga essa verdade.

    (0)
  9. Mas, àqueles que acompanham o trabalho que desenvolvo aqui, mando relembrar: tenho catorze anos, o meu ano letivo termina apenas em janeiro e no último mes tentava tirar boas notas e desenvolver um projeto de química sobre energia elétrica a partir da queima de biomassa. Mas, enfim… cá está um texto para que se matem as saudades. Há alguns meses, publiquei um artigo sobre como interpretar a letra de uma canção. Não era nenhum passo a passo, nenhuma regra a ser seguida, mas continha algumas dicas interessantes. A primeira delas falava sobre o título das músicas.

    (0)
  10. Essa canção foi retirada de trechos da Bíblia e de Luis de Camões (poeta português).
    Retrata o amor em suas diversas formas.
    O nome, Monte Castelo, é antagônico em relaçao a canção uma vez que Monte Castelo foi o nome de uma batalha da 2ª guerra mundial o qual supostamente o avô de Renato teria lutado.

    (0)
  11. ele não entende a humanidade,é impossível conhecer,a variedade de línguas é imensa, e se conhecesse o que adiantaria se não há amor entre todos,a vontade dele seria colocar amor nos coraçôes, através da musica ele envia mensagem a todos afirmando que só com amor tudo vale a pena,que o amor sabe que não precisa haver guerra,que quem o tem são pessoas de paz que não faz mal a ninguem, que não tem inveja, e nem ambição, com a vaidade de querer tudo pra si.Para que usar bomba se o amor é fogo, e suas feridas é bem melhor poque arde, queima e provoca feridas que dói e não se sente.É uma loucura que não faz mau,é um cuidado especial,luta sozinho,e consegue tudo com tranquilidade sem machucar ninguém,melhor que uma bomba e mais potente que ela, pois atinje a humanidade em cheio, usando de justiça, lealdade e diálogo até mesmo a quem quer nos matar, mesmo que nos odeiem é necessário provar que o amor é mais forte e que sem ele nada vale apena.Que nós humanos devemos despertar do sono que nos prende a injustiça a ambição e o egoísmo precisamos dedicarmos mais ao próximo e deixarmos de pensar só em nós.Que ele já acordou pra vida e percebe se que as lutas sem amor não leva a um bom fim que na vitória não há goso porque com destruição tudo se torna em vão, que sómente o amor encherga essa verdade.

    (0)
  12. Ele usou Corintios 13 e também Camões lírico, essa música é demais, ele realmente conhece bastante sobre a bíblia sagrada, e de literatura portuguesa, muito lida.

    (0)
  13. ola, vc poderia me mandar por e-mail um resumo, tipo uma explicação sobre essa musica?Eu preciso entender sobre essa musica para a escola.

    (0)
  14. Quando Renato Russo diz: “Estou acordado E todos dormem”, provavelmente ele se refere à Verdade que ele descobriu sobre a natureza do verdadeiro amor (como citado, ele utilizou Camões e 1 Co 13) e, enquaqnto ele acordou para a verdade, as outras pessoas ainda dormem na ignorância sobre o amor. Ele cita novamente de Coríntios no final, confirmando essa visão: “Agora vejo em parte Mas então veremos face a face”

    (0)
  15. A musica é belissíma,assim como outras várias composiçoes do Renato Russo.Esta especificamente agora falando é uma juncao da poesia de Luis Vaz De Camoes com a primeira epistola de Sao Paulo aos Corintios,e um pequeno trecho de sua propia autoria.
    A musica esta presente no CD Leguiao Urbana-AS QUATO ESTACOES

    (0)
  16. Sobre o trecho “Estou acordado e todos dormem”, ele também poderia se referir ao momento em que Jesus está no jardim do Getsêmani, instantes antes de ser preso, torturado e morto. Cristo pediu que todos os apóstolos estivessem acordados, mas eles dormiram. Mesmo assim, Ele continuou a amá-los.

    (0)
  17. Renato nao criou nada dessa musica, ele copiou.
    mais a letra é verdadeira. sem amor é melhor ser do lado frio.
    pois deus conhece o coração.
    😉

    (0)
  18. Ele juntou partes do texto biblico escrito pelo apostolo Paulo , com umdos mais Belos sonetos que já foram feitos se tornando uma musica incrivelmente linda , mas a questão do nome ( Monte Castelo) não tem nada a ver com o fato de ser contemporaneo e sim a falta de bom senso dos humanos fazendo guerras , que não nos levam a nada , e alem disso o nome ” monte castelo ” é uma homenagem a um tio de Renato Russo que “lutou” na batalha de monte castelo , na italia .

    (0)
  19. Renato Russo incorporou a essa música versos de Camões (cujo poema fala do amor entre amantes), modificando o sentido de amor (na música, seria entre os seres humanos em geral), e trechos da Bíblia (1ª Epístola de São Paulo aos Coríntios), só que no caso desta última, trocou a palavra “caridade” da Bíblia por “amor”.Ele se refere à falta de amor entre os homens, numa espécie de crítica às guerras, à falta de amor entre a humanidade em si, como ocorreu no caso da Batalha de Monte Castelo, na Itália, a qual os soldados brasileiros invadiram e tomaram no final da 2ª Guerra Mundial.

    (0)
  20. A primeira parte da musica talvez ele queira mostrar toda a indignação de tentar falar e mostrar a verdade para as pessoas .
    Ele fala muito na musica em verdade e amor talvez ele queira dizer que enquanto o amor for só algo artificial as pessoas não saberam o é verdade .
    E quando ele diz estou acordado e todos dormem justifica mais a indignaçao que eu citei no começo do comentario .

    (0)
  21. A mãe do Renato declarou em no programa da Luciana Gimenez em uma homenagem a ele, que essa música foi feita em homenagem ao tio do Renato que lutou na batalha de Monte Castelo, na Itália, na 2° guerra Mundial.

    (0)
  22. Gostaria de saber a opinião dos caros internaltas, no que diz respeito as associações, feitas por Renato Russo para esta composição, a saber: Monte Castelo ( uma batalha sangrenta), termo bíblico sobre o amor ( por apóstolo Paulo), e por fim o mais ilustre dos poetas portugueses ( Luiz Vaz de Camões). Qual o motivo de tão controvertida associação ?

    (0)
  23. Caro Luciano, eu acredito que o principal motivo ao qual ele juntou esses fragmentos de textos tão famosos, é simples: há tantos anos, tantos momentos ao longo da história da humanidade muitos homens falaram, escrevram e cantaram sobre o amor, mas jamais chegaram a vivê-lo em plenitude, de uma maneira geral. Por isso juntar um texto do começo da era cristã, a um texto da Idade Média, junto com o fato do Monte Castelo, na Itália (2ª Guerra) que foi na contemporaneidade. Acho que foi isso.

    (0)
  24. Ele fez uma inteligente junção entre o sagrado (trechos da Bíblia e o profano (o poema de Camões), mostrando serem válidas todas as representações do amor.

    (0)
  25. Acredito que o Renato Russo estava lendo a biblia ou camoes quando teve a inspiração da junçao de trechos de duas grandes obras,e certamente tinha profundo conhecimento tanto de um quanto o outro, onde nos faz refletir da importancia do conhecimento e do aprendizado. Homens que viveram em tres epocas completamente destintas escrevendo e tentando mostrar a humanidade o valor deste que e o mais puro e importante de todos os sentimento, o AMOR. Obrigado apostolo Paulo, obrigado Camões, obrigado Renato Russo.

    (0)
  26. sou cristão e acho que com esse gênio, DEUS quis que ele transmitisse o verdadeiro sentido da vida.É uma pena que a cada dia nos esquecemos que o AMOR se revelou em CRISTO , nos amando até o fim.

    (0)
  27. Ao pesquisar a origem dos textos, pude concluir que na verdade tanto Camões quanto Renato Russo, se inspiraram no texto Bíblico de I-Corintios 13:1,12
    Eles apenas complementaram e remontaram poéticamente e com o Dom que Deus lhes deu! vejamos o testa retirado da bíblia:
    Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
    Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei.
    Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá.
    O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
    Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
    O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
    Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará.
    Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos;
    quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.
    Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.
    Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
    1 Coríntios 13:1-12

    (0)
  28. Mary silva, esculte novamente a musica. A letra é linda, ja que reproduz de forma magistral o poema de Camoes e um trecho da biblia. Alem do mais tem um teor de paradoxo “meio tipo” barroco muito interessante e muitas coisas mais que voce ira sentir, vivenciar, quando escultar mais algumas vezes. “Ainda que eu falasse a língua dos homens
    E falasse a língua do anjos Sem amor, eu nada seria”…

    (0)
  29. Bem recitado o trecho biblico que inspiraram os autores Rodrigo Ramos (Comentário by Rodrigo Ramos — 8 de abril de 2012) mas vc poderia dizer a essencia da mensagem para nós leitores? grato…

    (0)
  30. Essa música fala da perfeição do amor… Deus é amor, na Bíblia Paulo resume o que vê em partes e diz que verá face a face…
    É a esperança deste amor divido grandioso Deus!

    (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*